08
AGO
Moisés Lucarelli volta a ter casa cheia; que bom!

Enfim, previsão de o Estádio Moisés Lucarelli fervilhante para a noite desta terça-feira, visando a partida entre Ponte Preta e Vasco, a partir das 20h30.

Fervilhante como outrora, quando a 'nação' pontepretana se fazia presente em sua casa, e grandes clubes brasileiros também se faziam representar por seus torcedores.

A recuperação gradual da Ponte Preta nesta Série B do Campeonato Brasileiro, aliada à promoções nos preços de ingressos, têm atraído o pontepretano.

Como o Vasco arrasta multidão onde joga, os dois mil ingressos que lhe colocaram à sua disposição já se esgotaram, e o clube avisou que quer mais.

LAMBARI É PESCADO

A campanha do Vasco de quarto colocado, com 39 pontos, não significa favoritismo diante da Ponte Preta, 13ª colocada, com 26 pontos.

Até porque, mesmo diante de um Estádio São Januário lotado, quarta-feira passada, o Vasco ficou no empate sem gols diante da Chapecoense, 16ª colocada, com 24 pontos.

NENÊ SUSPENSO

Por sinal, o meia Nenê cavou expulsão naquele jogo do Vasco com a Chapecoense.

Após entrada violenta em adversário e receber cartão amarelo, ele ainda ousou reclamar acintosamente da postura da arbitragem, como quem pedisse para ser expulso. E foi.

O comportamento dele lembrou boleiros catimbeiros do passado, como Serginho Chulapa, que forçavam expulsão ou suspensão pelo terceiro cartão amarelo, só para não viajarem na partida subsequente.

Ausência de Nenê divide opiniões. Pela técnica refinada, muitos dirão que fará falta ao time.

Uma corrente minoritária tem outra interpretação. Julga que bem marcado pela garotada da Ponte Preta poderia ser absorvido, enquanto a opção por jogador jovem para substituí-lo poderia provocar mais preocupações.

DOIS TOQUES

Dedé: e não é que depois da Ponte Preta o zagueiro sucumbiu no Athletico Paranaense!

Após participar de apenas uma partida, foi dispensado. A justificativa foi comportamento inadequado extra-campo.

Santa Cruz: a força de sua torcida é incontestável. O jogo contra o Tocantinópolis, pela Série D do Campeonato Brasileiro, serviu para arrastar público de 40.496 torcedores no domingo passado, no Estádio Arruda.

Vai vendo, Brasil!

  • TIO LEI
    11/08/2022 03:28

    21:00 hs e digo que o Mozart assinou sua demissão caso não vença o jogo de logo mais. Sua infeliz (ou feliz?) declaração de que a competição para seu time COMEÇA HOJE. Estamos à duas partidas do derbi, caso não ocorra vitória bugrina hoje, a diretoria já estará atras de novo comandante para "assistir" a partida contra o Náutico e fazer sua estreia no derbi, procurando trazer nova motivação a seus jogadores. A propósito, o Nautico acaba de deixar a lanterna, prá quem???

  • João da Teixeira
    10/08/2022 13:32

    Ciscam muito e andam para trás nesse movimento, nessa atividade intuitiva, com certeza não é a Ponte que faz, são vcs mesmos, por motivos óbvios da alcunha bugrina.

  • Barba ao Profeta
    10/08/2022 04:09

    Vc é mesmo um debochado de 5a categoria. Representa mesmo esse ranço do século passado. Guarda essa mágoa de terceira divisão pra você. Teu nome é rancor. Campeão do rebaixamento do século.

  • Argeu satélite iris
    09/08/2022 23:01

    Hehehehe, já vi esse filme antes .Fim do campeonato debandada geral e não sobra 1 pra contar histórias.E que ppretanos já no habituaram.Ciscam muito e na hora h ...amarelamdp

  • Betão dic vi
    09/08/2022 20:53

    Só dando risada mesmo.Hoje é dia de enchente da " nação".Se o tempo estiver bom,realmente enche .4.000 . hehehehe

  • Profeta da Tribo 1
    09/08/2022 20:52

    A AAPP é que nem aqueles baixinhos forgados, metidos a valentão, da época da escola. Falam de um jeito que, nossa, parecem até lutadores de MMA! Mas não passam de baixinhos forgados. Depois de um tempo, tomam um tapa na oreia e aí abaixam a bola. Aí, como está na essência serem forgados, voltam a forgar, ressurgem do nada. Tomam outro tapa na oreia e somem. É sempre assim. É isso que vivi nas escolas estaduais de Campinas na década de 80 e 90. É assim a AAPP. Arrogância define.

  • Profeta da Tribo 2
    09/08/2022 20:51

    Sobre o Bugre, já disse e vou repetir: é um jogo de cada vez. Não adianta fazer projeções, cálculos, etc. É visitar o Criciúma e fazer o possível e o impossível para ganhar. Torcer para os reforços darem certo e subir a molecada da base. Não tem jeito. Se continuar com Bruno José e cia, não vai escapar nunca.

  • Profeta da Tribo 3
    09/08/2022 20:50

    No Paulista de 2008, o Guarani estava fadado a cair. Até que Jair Picerni pinçou um jogador chamado Henrique, da base. Centroavante. Picerni montou um esquema para privilegiar esse jogador. Resultado: em 11 jogos, fez 8 gols. Um momento iluminado. Depois, foi para Corinthians, em 11 jogos não fez nenhum gol. Rodou o mundo, mas nunca passou por uma fase tão iluminada quanto a do Paulistão de 2008 do Bugre. Só algo assim nos salvará: um iluminado, um predestinado!

  • Luiz Otto Heimpel
    09/08/2022 20:47

    O cara come merda e arrota caviar. Vai pagar as calcinhas penhoradas time de A 2!!!!!!!!

  • Ric
    09/08/2022 13:10

    Vitória FÁCIL da Ponte, que agora tem o melhor elenco da Série B, principalmente com o retorno de Lucca ao ataque. Quanto ao pequeno Guarani, reitero minha ideia de compra dos restos daquele clube pela Ponte para que os outrora bugrinos possam torcer para um time de verdade. Anotem aí: a Ponte retorna à Série A este ano.

  • João da Teixeira
    09/08/2022 02:55

    Amanhã jogo no Premiere, não vai ter no SporTV comum. Mas amanhã tem Mengo x Cúringão tbem, difícil perder um jogo desses, né? Ainda não estou acreditando na Ponte, depois do jogo contra o CRB, onde uma certa apatia voltou a atacar o time, que vinha de uma boa vitória contra o Fantasma Ferroviário. Esperançoso estou contra o Vasco, afinal, como o Ari disse, até a Queridinha tirou uma contra o time cruzmaltino carioca no seu último jogo em S.Januário. Vamos ver...

07
AGO
Dois Guaranis estão no caminho do Criciúma nesta semana

Guarani é o nome na cabeça do torcedor do Criciúma durante esta semana.

Calma, é que antes de recepcionar o bugre campineiro na quarta-feira, o Criciúma tem jogo pela segunda divisão do Campeonato Catarinense nesta segunda-feira, contra o Guarani de Palhoça, válido pela fase quartas-de-final.

No primeiro confronto entre ambos, na sexta-feira, o Criciúma ganhou de virada por 3 a 1, no gramado do adversário, com dois gols de Thiago Alagoano e outro de Caio Dantas.

Nota-se que nesta reta de chegada daquela competição o treinador do Criciúma, Cláudio Tencatti, tem colocado em campo equipe alternativa, mas na sexta-feira foi obrigado a recorrer a vários titulares para não correr risco, e provavelmente nesta segunda-feira repita o expediente.

MARATONA

Em que o Guarani pode se beneficiar com a maratona de jogos do Criciúma, considerando-se que jogou na terça-feira passada em Recife, no empate por 1 a 1 com o Sport?

Seja como for, no Estádio Brinco de Ouro há consenso entre jogadores e membros da comissão técnica que o Guarani vai iniciar processo de reação nesta Série B do Campeonato Brasileiro a partir da próxima quarta-feira, exatamente contra este citado Criciúma.

Esta convicção ou desejo estaria respaldado nos jogadores contratados, que já ficam à disposição do treinador Mozart Santos?

Seria com base na projeção de natural desgaste da equipe do Criciúma, por participar de duas competições simultaneamente, que o Guarani poderia tirar proveito?

Provavelmente o torcedor bugrino desconhecia este cenário ligado ao Criciúma. Agora, informado, o que pensa?

  • Luiz Otto Heimpel
    10/08/2022 04:06

    Temos estrela no peito e isso doi. Para quem leu o contrato e não é um mobral inconcluso , sabe que a Magnum deve um estadio ao Bugre ( se nao entregar não leva o Brinco)Por outro lado a ponte deve muita grana ao Carnielli ( que se sente traido) O resto é mimimi de dor de cotovelo.

  • Luiz Otto Heimpel
    09/08/2022 23:02

    Carnielli ,na verdade, comprou não um espaço no futuro shopping da Magnum mas sim um camarote no novo estadio do Bugrao. O estadio da ponte ele vai demolir para fazer um estacionamento.

  • João da Teixeira
    09/08/2022 23:01

    Para os interessados no futuro, faremos camisas esportivas da marca 1900, na cor da espanhola Telefônica, com o "G" do time do Goiás estampado. Não temos esse preconceito de fazer nessa cor. Inclusive na loja da 1900 no Shopping da Magnum, vamos botar para essas camisas, por serem parecidas,em homenagem ao antigo estádio e time que existiam no local. É o tal lance de marketing que vai atrair os aficionados "exes" frequentadores do Brincão e torcedores do bugrão... Eita!

  • João da Teixeira
    09/08/2022 20:53

    Falando em "estádio" ser do Carnielli, não sabia, ele já comprou loja no futuro Shopping da Magnum? Já tem participação no futuro empreendimento? Então vai abrir uma loja de "camisas esportivas da marca 1900" e na outra loja, uma representação de óculos de marcas variadas, inclusive de grau. Quem sabe assim vcs bugrinos se enxergam...

  • Luiz Otto Heimpel
    09/08/2022 13:13

    Dá nojo de ler os comentários desses petulantes centenários. Estão na berlinda há 121 anos ou seja desde a inauguração . O " estádio" é do Carnielli . Não tem torcida. Não tem diretoria. Não tem elenco. E arrotam presunto. Baixem a bola. Tá ficando feio tamanha arrogância.

  • João da Teixeira
    09/08/2022 13:12

    Foi bom o jogo, qdo achava que o 1x1 ocorreria, o Coxa Branca deu bobeira e a velocidade Santista na jogada derrubou o "Muralha" em cima do saco de "Cástan-ha", ah, o Cástan, o velho conhecido Cástan, 1x2, nos acréscimos, não sobrando tempo pra mais nada. Do 15° ao 20°, onde hoje se encontram Juventude, Atlético-GO, Cuiabá, Fortaleza, Avaí e Coritiba. Desses, só dois escapam da Série B. Ao meu ver, o Fortaleza e o Atlético são os que escapam, mas não dá para por a mão no fogo.

  • João da Teixeira 2
    09/08/2022 13:11

    Tanto porque, tem outros fatores que interferem em quedas, não só conjunto ruim. Por exemplo, times de estilo de jogadores brigadores como os gaúchos e catarinenses, podem fazer a diferença em jogos para escapar do rebaixamento, não são passivos, podem estar até levando no rabo, mas a faca está nos dentes... Esse estilo faz a diferença na hora "H". Não sei se fui claro nessa explanação...

  • Carlos Agostinis
    09/08/2022 13:11

    Engraçado um fulano aí falar de arrogância , você não sabe tirar sarro mané, só sabe arrotar merda a respeito do Guarani, a única coisa d que você fala em sempre com marcas de ódio, seu desejo é o mal do Guarani , não fazer gozação com os colegas , praga de urubu pega bem no meio do c...a quem desejas o fim, saiba que o fim vem primeiro, ou seja , cuidado com o que você deseja ...

  • João da Teixeira
    09/08/2022 13:09

    Éeee Leo, a diferença é que um tem dinheiro e o outro não tem. Enquanto lá a grana desenrola, aqui enrola. Botava fé no Alberto Valentin, técnico da nova geração que se deu bem na montagem do RBB. Mas parece que se dá bem com molecada, da base, qdo pega veteranos contratados para fazer um time funcionar, o buraco é mais embaixo. Como é difícil tratar com ser humano da espécie jogador de futebol, dá um trabalho!!!

  • Léo - Pr
    09/08/2022 02:54

    Ari o Alberto Valentim deu uma entrevista logo após o jogo do Guarani contra o CSA que estava assumindo uma roseira que daria muitas flores, mau sabia ele que a roseira só daria espinhos, já caiu coitado, e o Sr Mozart já faz três jogos que ele cita sempre uma decisão e vem perdendo todos, agora e o Criciúma se perder quero ver qual será a próxima desculpa, só espero que ele faça mudança no time não podemos aceitar esse time apático sem vontade como está acontecendo.

  • Luiz da farmácia
    09/08/2022 02:53

    Dá nojo de ler os comentários desses petulantes do século passado. Estão na berlinda há 4 décadas. Não tem estádio. Não tem torcida. Não tem diretoria. Não tem elenco. E arrotam presunto. Baixem a bola. Tá ficando feio tamanha arrogância.

  • João da Teixeira
    09/08/2022 02:52

    Hoje tem um jogo parelho na Série A do Brasileiro, Coritiba x Santos no SporTV às 20h. Todos querendo escapar da degola, deve ser jogo agitado, bom de ver...

  • João da Teixeira
    09/08/2022 02:52

    Desculpe aí, Ari! Postei em outra matéria sua, na anterior, aí dançei, mas tudo bem, precisamos reforçar o que escrevemos, pois bugrinos são louco para dar uma de desentendidos, qdo o assunto é "pagar mico"...

  • João da Teixeira
    09/08/2022 02:52

    Não tem problema Ari, escrevo de novo! É que tem bugrino que escreve para denegrir a Ponte. Sou obrigado a concordar com o Marcos, qdo ele disse que a "cina jamais será quebrada", referindo-se a Ponte. É que CINA é uma espécie de palmeira, que realmente dobra nos vendavais, mas não quebra. Time e Torcida são de fibra, resistentes a "vendavais", então sou obrigado a concordar com ele é a sua Cina. Como disse, a sina dos bugrinos é vir aqui é falar asneiras... Então é isso Ari!

  • João da Teixeira
    08/08/2022 20:24

    Jogador que quer vir para jogar no bugre exige muitas garantias. A situação bugrina exige que candidatos a pular a janela para dentro do quintal do bugre, façam contrato com diversas precauções, já que o Guarani anda mal das pernas. Diego Loureiro ao questionar e colocar cláusulas contratuais para se garantir, criou um mal estar nos dirigentes bugrinos. " Com quem ele pensa que está falando? Somos campeões brasileiros", esquecendo que o jogador nasceu em 1998, nem sabe de 1978.

« Anterior : [ 1 ] 2 : Próxima »
Confiram as Postagens Anteriores:

1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14 
 

Jornalista esportivo há 40 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.

Fale comigo