19
SET
Blog do Ari: Cabe rescisão unilateral de contrato do atacante Emerson Sheik?

Leio no portal da casa que o procurador geral do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), Paulo Schmitt, poderá denunciar o atleta Emerson Sheik, do Botafogo (RJ), nos artigos 243-F (ofensa à arbitragem), 254 (jogada violenta), e 258 (atitude reiterada de afronta e reclamação contra instituições e autoridades com claro intuito intimidatório e desrespeitoso através da mídia) todos do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva).

Quando da expulsão na partida contra o Bahia, Sheik fez questão de citar publicamente que ‘a CBF é uma vergonha’. Ele recebeu o segundo cartão amarelo - que resultou no vermelho - ao cometer falta sobre o jogador Uelliton, do Bahia. Cada infração sinalizada pelo procurador Schmitt prevê penas de até seis partidas. Assim, se confirmadas, Sheik poderá ficar de fora do restante do Campeonato Brasileiro.

Quer seja pena rigorosa, quer seja branda, cabe o questionamento: é possível se aplicar rescisão unilateral de contrato, no caso aplicando-se demissão por justa causa?

Sou leigo em legislação trabalhista e por isso repassei a pauta ao advogado e jornalista Artur Eugênio, um dos diretores do portal da casa, que interpreta como cabível uma demissão por justa causa.

“Claro que a questão é interpretativa, mas entendo que a CBF poderia ir além: exigir uma indenização do atleta por danos morais”.

Concordo com Artur. No caso de Sheik, ficou claro que ele motivou uma situação que pode impedir desenvolver o seu trabalho de jogar futebol em partidas oficiais.

Se o Botafogo fica no prejuízo, onde entra o Corinthians na questão?

Bom, se é o Corinthians quem paga o salário do atleta, não se descarta a hipótese de requerer rescisão de contrato. Logo tentaria economizar algumas centenas de milhares de reais que desembolsa ao atleta.

A situação de Sheik difere de atletas punidos por jogadas violentas e agressões a adversários e até árbitros. Ele pediu para ser focalizado com a pré-disposição de acusar a CBF.

Ainda não existem comentários.

18
SET
Blog do Ari: Vencer e torcer por empates de concorrentes na rodada; primeiro passo para o Guarani sonhar

Já que sonhar não é pecado, vamos brincar de fazer simulações para que o Guarani atinja o milagre da classificação à segunda fase do Campeonato Brasileiro da Série C.

Claro que inicialmente qualquer projeção passa por três vitórias do Bugre, sem que isso signifique claramente a obtenção da vaga. Dos atuais 19 pontos, o time chegaria aos 28, limite que o colocaria na disputa por duas vagas, visto que Mogi Mirim e Tupi, que já chegaram nos 27 pontos, estão praticamente classificados.

Guarani bateu Duque de Caxias e ganhou fôlego na luta contra o rebaixamento na Série C - Ueber Fernandes
Guarani bateu Duque de Caxias e ganhou fôlego na luta contra o rebaixamento na Série C
Na prática, são seis clubes disputando duas vagas antes da antepenúltima rodada. Madureira é o terceiro colocado com 22 pontos e o Guaratinguetá aparece em seguida com 21 pontos. Mesma pontuação aplica-se a Juventude e Caxias, quinto e sexto colocados respectivamente. Em sétimo vem o Macaé com 20 e o Guarani é o oitavo com 19 pontos.

RODADA A RODADA

Inimaginável calcular todas as projeções possíveis para que o Guarani se classifique. Melhor mesmo é a verificação de resultados rodada a rodada.

E já nesta antepenúltima rodada há dois confrontos diretos de concorrentes e o Guarani seria beneficiado se ocorrerem empates. Os jogos serão entre Guaratinguetá x Juventude e Caxias x Madureira.

Esta combinação de resultados ainda não reservaria o G4 ao Guarani. Ele até pode empatar com concorrentes em número de pontos e vitórias, mas esbarra no saldo negativo de gols.

Paradoxalmente o Guarani precisa torcer pelo São Caetano pelo menos até a penúltima rodada da fase.

Como assim? O São Caetano, com 15 pontos, ainda tem chances de escapar do rebaixamento desde que vença os três jogos restantes.

Se neste domingo ele enfrenta o Tupi fora de casa, na penúltima rodada jogará contra o Guaratinguetá. E tirando ponto do Guará ajudaria o Guarani, entenderam?

Também na penúltima rodada haverá confronto entre Madureira x Juventude, enquanto o Macaé terá jogo em Mogi Mirim.

Ainda na última rodada haverá um confronto entre postulantes à vaga, caso do confronto entre Macaé x Caxias.

  • MAURICIO CABRERA
    19/09/2014 17:45

    ARI SE O GUARANI GANHAR AS TRES ELE CLASSIFICA!!! O PROBLEMA É ISSO!!!! SE TIVESSE GANHADO AS DUAS DO SÃO CAETANO , QUE JÁ CAIU , JÁ ESTAVA CLASSIFICADO!!! SE TIVESSE TROCADO O EVARISTO QDO TOMOU DE 5 DO GUARÁ, TAVA DENTRO!!! PRÁ MIM NÃO CAINDO TÁ BOM!!! O GUARANI , HOJE , NÃO TEM ESTRUTURA PRÁ DISPUTAR A SÉRIE B!!! VAI SER UM BATE E VOLTA!!!

  • Denilton GFC
    19/09/2014 17:44

    Caro Ari: Concordo com a matéria do Blog, porém o GFC tem que priorizar escapar do rebaixamento, conseguir recursos financeiros para manter o futebol e procurar liberar o Brinco para os próximos campeonatos. Não é fácil não conseguir estas prioridades. Subir pra B e cair no outro ano, não é vantagem nenhuma.

  • Jorge Calhau
    19/09/2014 17:43

    Ari, acredito e cravo, o Guarani só depende dele, se vencer os três jogos está classificado. Fato! Grande abraço e Saudações Bugrinas!

  • Marcão
    19/09/2014 17:43

    Ari, você é um gozador.

Confiram as Postagens Anteriores:

1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14 
 

Jornalista esportivo há 35 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.

Fale comigo