24
FEB
Se houve acerto na contratação de Biro-Biro, Ponte erra ao reaproveitar Rodrigo Biro

Extremamente válida a proposta do Departamento de Futebol Profissional da Ponte Preta em fazer desta edição do Campeonato Paulista um laboratório no elenco, com as chamadas apostas.

Houve acerto em cheio na empreitada de trazer o atacante Biro-Biro, do Fluminense: veloz e hábil.

Claro que o atleta ainda tem espaço pra crescer. Às vezes prende demasiadamente a bola, quando o prudente é a opção do jogo coletivo.

Ainda lhe falta melhor sincronia com o atacante de área, mas é coisa que pode ser perfeitamente encaixada na sequência.

O importante é que ele tem-se destacado em quase todas as partidas deste Paulistão, e isso é ótimo pra Ponte Preta.

RODRIGO BIRO

Do elogio ao puxão de orelha é questão de piscar de olhos.

Pra que o reaproveitamento do lateral-esquerdo Rodrigo Biro?

Não venham me dizer que ele jogou bem no Chapecoense.

Assisti à duas partidas dele pela equipe catarinense, no último Campeonato Brasileiro, e naquelas ocasiões também não convenceu.

A única diferença é que no time catarinense ele mostrou atrevimento pra atacar, porém sem conseqüência. Lembrou o lateral-esquerdo Magal que passou ano passado pela Ponte Preta quando passava do meio de campo.

Por sinal, este estilo de Rodrigo Biro de se mandar ao ataque serviu pra confundir a cabeça de muita gente.

Confesso que inicialmente também cometi erro de avaliação ao elogiá-lo nos tempos de Penapolense.

Foi precipitação e posteriormente cai na real ao observá-lo criteriosamente na primeira passagem pela Ponte Preta.

Portanto, gente, não se iluda com a conversa fiada de que Rodrigo Biro só não se dá bem em Campinas.

O fato inconteste é que o futebol dele é curto e o Departamento de Futebol Profissional da Ponte Preta demorou pra constatar o óbvio. Se é que constatou.

  • Ricardo
    24/02/2015 18:35

    Ari , concordo. Sobre o Biro Biro há espaço para crescimento e amadurecimento.O tempo e dedicação mostrará.Rodrigo já teve muitas chances e não quer aproveitar ou é o máximo que pode dar,ai não vinga.Por favor,vamos praticar a democracia,ha 10 dias não se vê uma coluna do gfc,coitadinhos,poe alguma coisa deles ai senão eles choram..ou cacarejam , como queiram.Que tal esse assunto: https://www.lancejudicial.com.br/lotes/visualizar/1172 O Lote é o 007 , não seria melhor lote 171 ?

  • Pedro André
    24/02/2015 18:34

    Concordo plenamente!!!! Rodrigo Biro já deu faz tempo, João Paulo urgente!!!

  • Rodrigo U.
    24/02/2015 18:34

    Realmente o Biro Biro está tendo boas apresentações, esta posição que considero uma das mais importantes, como atacante de velocidade. Sobre o Rodrigo Biro, acredito que foi mantido para ser reserva do João Paulo, que retorna em breve, teve mais oportunidades e não mostrou por que voltou.

  • TIO LEI - ( de passagem )
    24/02/2015 18:33

    Olá Ari, tudo bem ? Apesar de meu isolamento, nunca deixei de acompanhar seus comentários e o retorno de seu blog. DE PASSAGEM eu gostaria apenas de iniciar as citações de jogadores que já começam a se destacar neste PAULISTÃO, dentre os quais eu diria: Jocinei nº 8 do RBB; Misael nº 8 do Ituano e André Santos (6 Botafogo-BP) poderia ser muito útil com sua experiencia e por ser profundo conhecedor dos "atalhos" da lateral esquerda. Abraços na MAIOR DO INTERIOR, até um dia. FUUUIII.

  • João da Teixeira
    24/02/2015 18:32

    Todos sabem dos problemas que a Ponte tem com os laterias, mais pelo lado esquerdo. Estão demorando para fazer novas tentativas. Se não tem um lateral esquerdo de ofício, improvisa, um volante por exemplo, se tiver bom preparo físico, para ir e voltar e volante normalmente sabe marcar, então taí. O que não dá é ficar tentando e sempre sem resultado. Rodinei parece que desaprendeu cruzar bola. Vamos treinar e caprichar, mais concentração na hora do cruzamento.

  • João da Teixeira
    24/02/2015 18:32

    O assunto negativo que não quer se calar, é o tal leilão do Brinco. Agora marcado e com valor mais próximo da realidade, nem 8, nem 80, ou seja, 44 mi (60% de 70 mi) era pouco, mas 240 mi (60% de 400 mi) era muito. Acho que agora está coerente (60% de 210 mi), ou seja 126 mi. Esse valor está muito bom e sem as áreas de doação da PMC. Essas áreas fazem parte da comunidade Soc. Amigos do Bairro Jd. Guarani, uma praça arborizada e um Ginásio para a coletivadade do bairro curtir.

  • João da Teixeira
    24/02/2015 18:31

    Na reportagem do FI, falaram que a Magnum não dará mais apoio ao GFC no leilão. Não está mais interessado na compra do estádio. Está muito estranho, para quem iria aportar 320 milhões, que é bem menos que a metade e agora o cara cai fora? Quer ver o diabo, mas não quer ver o Guarani na frente. É a tal Operação Pedro, negar o envolvimento até que a galinha cante 3 vezes. Bugrinos, que sorte vcs. deram, já que o investidor, com essa atitude, não seria confiável, o bicho ia pegar

  • João da Teixeira
    24/02/2015 18:30

    cont.... em contrapartida, que azar, porque qualquer um pode arrematar o Brinco e o dinheiro vai para as dívidas trabalhistas e de bancos. Estou achando que vcs. ficarão sem casa. O Red Bull já aluga o Majestoso, até que a Construtora termine a Arena e depois o Majestoso é da Construtora. Quem sabe eles não vendem para o Red Bull, que tem prioridade. O negócio é alugar a Arena Mogiana e vcs. iriam ter uma linha de trem ao lado, mas desativada, para combinar. Não é muita emoção?

22
FEB
Biro-Biro brilhou na vitória da Ponte, mas o time precisa de ajustes

Na entrevista coletiva pós-jogo na noite deste domingo o treinador da Ponte Preta Guto Ferreira bem definiu que mesmo nas vitórias é possível tirar lições e utilizá-las como aprendizado. Pois a vitória sobre o São Bernardo por 2 a 0, no Estádio Moisés Lucarelli, é um caso típico que requer discussão.

Por que o primeiro tempo da Ponte Preta foi horroroso?

Você dirá por causa do forte esquema defensivo colocado em prática pelo São Bernardo, e não deixa de ter razão.

Só que para estas circunstâncias é preciso colocar em prática o antídoto. Tem que usar ‘armas’ que possibilitem furar o bloqueio proposto pelo adversário.

Nada de toques rápidos e envolventes. Houve, naquele período, passes laterais e lentidão que permitia recomposição fácil do adversário.

Nestes casos, a Ponte Preta também precisa de condutores de bola com recursos de dribles e velocidade para infiltração.

O jogador mais talhado para esta exigência é Biro-Biro, e isso ele fez. Só que uma andorinha apenas não faz verão.

O lateral-direito Rodinei, que tem força física para chegar ao fundo do campo, limitava-se a fazer infrutíferos chuveirinhos da intermediária.

Ainda bem que acordou no segundo tempo e passou a fazer aquilo que sabe: foi ao fundo.

Claro que o pontepretano com mediano entendimento de futebol não cobra lucidez ofensiva do lateral-esquerdo Rodrigo Biro, que igualmente tem deficiências defensivas.

MEIAS

Aí você sugere que os meias tentem penetração com bola dominada e se aproximem da área adversária.

Claro que Roni tem força física para isso, mas é jogador que oscila demais ao longo das partidas. Erra e acerta na mesma proporção.

Pior mesmo é o meia Renato Cajá que sobrevive apenas tocando a bola. Não se discute a visão de jogo para colocar um companheiro na cara do gol.

O problema é achar brecha para lançar um companheiro em espaço encurtado ou inexistente.

Na atual conjuntura cabe ao treinador Guto Ferreira procurar no elenco um modelo mais eficiente para atacar.

O futebol moderno é avesso a meia-armador que só organiza. Pede meias com mobilidade para atacar e força física na recomposição.

Cabe avaliar, então, quem no elenco pontepretano herdou esta característica para assumir a titularidade.

O primeiro gol da Ponte nasceu de lance de bola parada no segundo tempo, com Biro-Biro explorando rebote do goleiro Daniel, do São Bernardo, aos 15 minutos do segundo tempo.

ESPAÇOS APARECEM

Bom, a partir daí a história do jogo foi outra. A exigência do São Bernardo de sair da toca e buscar o empate refletiu em generosos espaços para a Ponte jogar. Aí brilhou o rápido e hábil Biro-Biro.

O volante Bruno Silva também pôde se mandar ao ataque e a entrada do centroavante Wellington no lugar do apagado Fábio Santos também ajudou no crescimento de produção da equipe pontepretana.

Logo, era natural se esperar pelo segundo gol que ocorreu devido ao oportunismo de Wellington, assim como Bruno Silva teve chance de ampliar e a desperdiçou.

Igualmente de positivo na Ponte Preta, até durante o fraco primeiro tempo, foi a segurança do miolo de zaga e a habitual proteção na cabeça da área nas poucas investidas do São Bernardo, em isolados lances de contra-ataques.

  • Delei AAPP
    23/02/2015 23:00

    Para de perder um pouco,pombas...perderâo pro santa agua benta batizada, tambem perderão espaço no blog pro capivariano, já estao perdendo o estadio de novo...para né?

  • Paulo Giolo
    23/02/2015 18:26

    O problema da Ponte é q os 2 jogadores com melhor poder de drible pelo meio, não conseguem seguir com a bola pela falta de arranque, Caja e Bob ate tentaram ontem, mas eram facilmente batidos na corrida pelos seus marcadores, por isso é melhor eles tocarem do q conduzirem a bola. Rodinei, tarde toda no sol treinando cruzamentos! ele não acertou 1 sequer ontem! Biro, ainda bem q suspenso, não marca, não apoia e ontem conseguiu cobrar um lateral pra fora, q venha João Paulo!

  • Paulo Giolo
    23/02/2015 18:26

    Sobre o Bruno Silva, se limite a marcar e desarmar, pq isso ele faz bem! Se alguem tem acesso aos numeros da partida por jogador, por favor me informe o numero de passes errados desse jogador! Eu não me lembro de 5 passes certos, enquanto posso citar no minimo 20 errados! e passes curtos, coisa basica de 5 metros! Não adianta se apresentar pro jogo se não tem a qualidade com a bola nos pés e matar os ataques ou perder um gol como o q ele perdeu!! Sem cacoete nenhum com a bola!

  • MARCIAO
    23/02/2015 18:23

    ARI, EU ENTENDO QUE O RENATO CAJA NAO E NEM SOMBRA DAQUELE QUE CONHECEMOS. MAS EU ENTENDO QUE, RUIM COM ELE . PIOR SEM ELE. OU TEMOS OUTRA OPÇAO NO MERCADO . NAO TEMOS MAIS MEIA ARMADOR NO FUTEBOL. COMO ARMAR A PONTE S/ ELE ??? OU VOÇE TEM UMA IDEIA, ARI ??? UM ABRAÇO !!!

  • João da Teixeira
    23/02/2015 18:20

    Pois é, o Biro Biro desencantou ontem, parece outro, pois aquele que corria, corria, ia na linha de fundo, não levantava a cabeça e jogava a bola longe dos nossos atacantes, parece que aprendeu. Ontem ele foi melhor que o Cafú. Tomara que não seja um jogador de altos e baixos. Bom, ontem conseguimos perder gols feitos de novo. Não dá para entender o gol que o Bruno Silva perdeu, até o Fabio Santos, do alto de sua ruindade faria. Com relação ao Rodrigo Biro, volta João Paulo.

  • Paulo Sérgio AAPP
    23/02/2015 18:19

    Ari: A vitória foi importante nos alegrou, mas pra mim o que valeu de verdade foi a atitude do técnico do S. Bernardo após o jogo, que além de dar um abraço em Guto, ainda elogiou a postura e superioridade da PONTE em campo. Ah como seria bom se o esporte fosse assim também fora das quatro linhas, somente para fazer amigos.

  • Denilton
    23/02/2015 18:18

    Caro Ari: Vitória importante para ajudar o DERBY campineiro. A macaquinha é a favorita para o confronto de Campinas. Eh da-lhe touro loucokkkkkk

  • Rodrigo U.
    23/02/2015 18:18

    Boa vitória realmente, e concordo plenamente com a sua opinião Ari, tem que encontrar meios para furar defesas bem postadas. O Wellington entrou muito bem e no tempo que ficou em campo mostrou que tem um bom repertório técnico. Os laterais estiveram abaixo na maior parte do tempo, não apenas o Rodrigo Biro, o Rodnei errou praticamente todos os cruzamentos que tentou. De qualquer forma, quando tem um pouco de espaço, o time consegue trabalhar muito bem a bola.

  • Guilherme
    23/02/2015 18:17

    A Macaca venceu mais uma e voltou a liderança do grupo! Enquanto que o terceiro time de Campinas foi humilhado pelo Água Batizada e foi simplesmente ignorado pelo Ari! Isso mesmo Ari parabéns pela decisão de dar destaque apenas para a Primeira Divisão! Se o Marília é fraco imagine o terceiro time de Campinas! Ponte Único Orgulho de Campinas!

  • Guilherme
    23/02/2015 18:16

    Dedico a rodada da semana para Cabrera, Denilton, Eduardo e cia! Ponte Único Orgulho de Campinas

  • Cabeça
    22/02/2015 23:59

    O Juninho tem que jogar, com Bob faz a dupla ideal de volantes, faz o estilo Mineiro na marcação, e ainda tem boa saída. O Bruno Silva é bom volante, mas o deixaria na reserva do Bob, mas deve ser difícil deixá-lo na reserva.

  • TONY
    22/02/2015 20:47

    Aos poucos o time se encontra, mas nao vejo motivos para manter Rodrigo Biro. Tambem Paulinho e Josimar, desperdicio - Volta JUNINHO, carregou o time ano passado!

  • Betao
    22/02/2015 20:46

    defesa segura com Tiago Alves. Rodrigo Biro de novo abaixo da media... Guto, abre os olhos. e o tal Fabio Santos - tchau!!!

Confiram as Postagens Anteriores:

1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14 
 

Jornalista esportivo há 35 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.

Fale comigo