20
ABR
Blog do Ari: Por que atacantes perdem gols incríveis e não são cobrados?

Na contramão dos analistas de mirabolantes esquemas táticos, meu foco para o empate sem gols entre Atlético Mineiro e Corinthians, em Uberlândia, neste domingo, fixa-se nas incríveis oportunidades desperdiçadas no segundo tempo por boleiros de ambas equipes.

Se um goleiro falha é crucificado. Se zagueiros e laterais dão bobeira são ‘malhados’. Na cultura do futebol gols perdidos por atacantes são encarados com incrível naturalidade. Não deviam, mas são.

Neste duelo de alvinegros no interior de Minas Gerais o atacante Fernandinho fez uma bela jogada pessoal e colocou seu companheiro Diego Tardelli na cara do gol.

E o que aconteceu? Nem o gol ele acertou. Livrinho, e de frente para o goleiro Cássio, conseguiu o mais difícil: chutar a bola pra fora.

Em outra jogada nas costas da zaga corintiana, desta vez foi Fernandinho quem ficou na cara do gol, e bastava em leve toque para completar a jogada. Preferiu driblar o goleiro corintiano Cássio e foi desarmado, em outro incrível gol perdido.

GUERRERO

Claro que o Timão também teve a sua chance de ouro. O meia-atacante Romarinho recebeu lançamento em posição de impedimento, o bandeirinha nada marcou, e aí o atacante Guerrero foi servido de bandeja pra só empurrar a bola pra rede. Tá certo que o lance foi rápido, mas incrivelmente o atacante corintiano chutou a bola nos pés do goleiro Victor do Galo.

Este clássico das multidões foi mais um exemplo de que a cobrança sobre eficiência de atacantes é desproporcional em relação a goleiros e defensores.

E justamente por não serem cobrados como se devia que perdem gols incríveis como aqueles deste domingo e fica tudo por isso mesmo. Certamente os três perdedores dos citados gols não serão incomodados por isso e a vida segue.

Até quando?

  • Marcelo
    21/04/2014 22:33

    Boa noite amigo... No link abaixo você encontra estatísticas completas do jogo. http://www.footstats.net/jogos/18-04-2014/ponte-preta-x-icasa/analise-jogo

  • MARCIAO
    21/04/2014 19:53

    BOA NOITE ARI!! ACABEI DE CHEGAR DE VIAGEM E NAO VI NADA DA PONTE NA SEXTA FEIRA. POR FAVOR ME FALE COMO FOI O JOGO E A ESCALAÇAO DO TIME. OBRIGADO E ESPERO QUE FOI BEM DE PASCOA !!!

19
ABR
Blog do Ari: Salvucci recebe discípulo Luciano do Valle nas resenhas no céu

Este 20 de abril marca o décimo sétimo ano da morte do jornalista e radialista Sérgio José Salvucci, um dos mais completos cronistas esportivos do rádio de Campinas. De certo, do céu, Salvucci estava inquieto com a mesmice nas resenhas esportivas e aplaudiu a vinda de um de seus mais ilustres discípulos: o narrador Luciano do Valle, morto na tarde deste sábado.

Na recepção ao amigo Luciano do Valle, de certo Salvucci contestou posição da Igreja Católica de Campinas - proprietária da Rádio Brasil -, que num piscar de olhos varreu a programação esportiva da emissora, contrastando com o slogan de equipe campeoníssima nos tempos do programa Radar dos Esportes, a palavra oficial do esporte campineiro.

Salvucci e Luciano tiveram em comum a paixão assumida publicamente pela Ponte Preta. O diferencial é que o mestre sempre repetia que “pode até ter pontepretano igual, mas mais que eu ninguém”.

Salvucci, com a perícia para a descoberta de novos talentos, puxou para a sua Rádio Brasil de Campinas, nos anos 60, o já talentoso narrador de futebol Luciano do Valle, cujo espaço ficou encurtado na renomada equipe de esportes da Rádio Educadora de Campinas, mais conhecida na época como PRC9, comandada brilhantemente pelo comunicador Salvador Lombardi Neto, que dividia as narrações de futebol com Pereira Neto e José Sidnei Bragantim, todos falecidos.

Na época, Luciano do Valle já tinha um estilo bem característico de descrição das jogadas de partidas de futebol, situando claramente o ouvinte sobre a localização da bola.

TV EXCELSIOR

Por causa disso foi escolhido pela extinta TV Excelsior, com geração de imagens para Campinas, para manusear um painel luminoso representando um campo de futebol, com mostragem do local em que a jogada se desenvolvia durante a Copa do Mundo de 1966 na Inglaterra.

Evidente que Luciano do Valle logo chegaria ao rádio paulistano e isso se deu na equipe disparada do esporte da Rádio Gazeta, comandada pelo narrador Pedro Luiz, já falecido.

Ali, Luciano apresentava diariamente um boletim esportivo de cinco minutos, a partir de cinco para o meio-dia, patrocinado pela bebida Rum Bacardi, que mistura melhor. E terminava anunciando incontinenti o comentário de Pedro Luiz, com o rótulo de ‘o comentário esportivo mais comentado da cidade’.

Com a migração da equipe de Pedro Luiz para a Rádio Nacional de São Paulo, Luciano do Valle ganhou mais notoriedade e posteriormente espaço na TV Globo, transformando-se no principal narrador de eventos esportivos.

O resto da história é repetido à exaustão.

  • Carlos da Geral
    22/04/2014 21:37

    Ufa - Dado escalou o Danielzinho que foi super bem!! Mas Cesar foi um VEXAME. E o Alef e Bob foram muito bem, acho que o tal Adilson Goiano é banco e volta o Helton.

  • Carlos da Geral
    21/04/2014 11:18

    Dado - abre o olho e escale o Daniel na lateral direita. Já ficou provado que Neilson NAO é jogador para a Ponte, não espere novas falhas, pois seu cargo tambem esta em jogo. Recentemente um treinador tambem vindo do Icasa, que alias foi o responsavel por trazer este mala, foi demitido porque nao ouviu a torcida.

  • jose seralbo
    21/04/2014 09:48

    olha Ari esta foto foi tirada no Campo do guarani,esta equipe de esportes era fera,nos vestia a camisa e tinha pra ninguem,um grande abra do Jose Seralbo

  • paulo henrique
    21/04/2014 09:46

    Descanse em paz. E paz também à familia. Fará falta. Mas já está eternizado na memória do esporte brasileiro.

  • MAURICIO CABRERA
    20/04/2014 15:52

    VALEU LUCIANO DO VALLE!!! O MELHOR GOL DA TV!!!! QUE DEUS TE ABENÇOE NA SUA NOVA VIDA !!!!!

  • nivaldo
    20/04/2014 10:49

    ola...tudo bem, amigos... Ari....alem de salvucci, e luciano do valle...nunca se esqueça de ZAIMAN DE BRITO FRANCO...esse sim, pontepretano, ferrenho. apesar de bugrino, esses feras, sempre deram um show em materia de futebol Zaimam, saudades sua e do Mane, mas, na situaçao que se encontra o GUARANI, nao da pra discutir futebol...abraço amigo

  • DE ARI PARA CABEÇA (1)
    20/04/2014 02:46

    Cabeça, o Faustão sempre teve sacadas irreverentes ao microfone. Ainda na Rádio Cultura de Campinas (hoje Globo Campinas), durante jogo do Guarani contra a Portuguesa Santista, no Estádio Ulrico Mursa, Fausto chamou o narrador Mário Melilo - já falecido - e a sacada foi a seguinte: Mário, tem carneiro em campo. E o narrador indagou: no lugar de quem Fausto? Pastando, respondeu o repórter...

  • DE ARI PARA CABEÇA (2)
    20/04/2014 02:46

    ... (cont.) Ainda nos anos 70, Fausto Silva foi trabalhar como plantão esportivo na Rádio Joven Pan. Depois passou para a reportagem e conciliou atividade no jornal 'O Estado de São Paulo'. Fausto se soltou pra valer nas brincadeiras com o então narrador Osmar Santos, já na Rádio Globo. Aí veio o programa Perdidos na Noite inicialmente na TV Gazeta. O resto da história você conhece.

  • Cabeça
    20/04/2014 02:45

    Ari, lembro dessa história, fomos da euforia para a decepção em dias, não tenho certeza o que foi que deu errado, mas me parece que o Sócrates mudou de idéia e assinou com o Flamengo. Com relação ao Faustão, me corrija se estiver errado, mas por aqui não teve uma passagem muito relevante, acho que depois foi para Santos e perdidos na noite em que fazia um programa mais independente, falava sem censura, com sacadas de humor, hoje na Globo ficou milionário e enlatado.

  • DE ARI PARA ROMEU CASTRO
    19/04/2014 22:29

    Prezado Romeu, lembro-me perfeitamente dos tempos em que você fazia dobradinha com o Luciano em transmissões do futebol feminino. A rigor, o futebol feminino tem que ser extremamente grato ao seu trabalho enquanto dirigente da seleção brasileira de futebol feminino, respaldado pela CBF. Você representou um divisor de águas para a modalidade quando trouxe o treinador Zé Duarte para realizar um trabalho de base com as meninas

  • Romeu de Castro
    19/04/2014 22:20

    Prezado Ari, O Luciano foi um grande amigo, e um dos maiores incentivadores do voleibol e do futebol feminino do Brasil. Foi homenageado em 2013 na festa da família do futebol brasileiro, pelas mãos do Presidente da CBF, José Maria Marin em conjunto com o Marco Polo Del Nero. Fui seu comentarista na Band nos anos 90. As tardes de domingo ficam mais tristes sem a emoção que contagiava todas as torcidas e regiões do Brasil. Gratidão eterna do nosso Saad EC e do Fut. Feminino em geral.

  • serjao
    19/04/2014 22:18

    Estará assistindo os jogos da Macaca, com Salvucci, Renato Silva e milhares de pontepretanos. Fica para nós a alegria de seu trabalho, que fez e sempre fará parte de nossas vidas.

  • DE ARI PARA CABEÇA (1)
    19/04/2014 22:18

    Cabeça, o Luciano gostava tanto da Ponte que tentou trazer o meia Sócrates para jogar no time pontepretano em 1985, através do Concórsio Luck Sport, do qual ele era um dos sócios. Foi feita uma recepção festiva ao então jogador, mas algumas cláusulas emperraram o negócio. A Ponte nada pagaria pela contratação em si. Talvez tivesse que arcar com parte do salário.

  • DE ARI PARA CABEÇA (2)
    19/04/2014 22:17

    Cabeça, mais uma historinha (com agá) de ícones da comunicação brasileira. Fausto Silva, o Faustão da TV Globo, passou pela antiga Rádio Cultura de Campinas na década de 70 e costumava ficar defronte a antiga Lojas Garbo nas esquinas das ruas General Osório e Barão de Jaguara a espera de amigos acadêmicos da Faculdade de Direito da Puc-Campinas, para as tradicionais resenhas...

  • DE ARI PARA CABEÇA (3)
    19/04/2014 22:17

    ... (cont.) Detalhe: bastava meia dúzia de nuvens pro Faustão aparecer por lá com guarda-chuva debaixo do braço. Na época ele usava óculos tipo fundo de garrafa, fazia reportagens de futebol e apresentava o programa musical 'Campinas Hit Parede', das 11h ao meio-dia. Num período de muita formalidade para leitura de textos comerciais, ele falava Zé Paulino em vez de José Paulino para citar o endereço das Lojas Líder.

« Anterior : [ 1 ] 2 : Próxima »
Confiram as Postagens Anteriores:

1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14 
 

Jornalista esportivo há 35 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.

Fale comigo