15
JAN
Antes de culparem a CBF, leiam aquilo que prevê o regulamento

Dias atrás, após vitória do Confiança que nem me recordo o adversário, fui 'corujar' aquilo que diziam cronistas de Aracaju, capital sergipana.

Pra meu espanto, só faltavam os 'profissionais' da Rádio Jornal local pedirem autógrafos aos jogadores do time da casa, dada a euforia com o resultado.

Aí retornemos à região Sudeste do País, onde se supõe que pau é pau e pedra e pedra, mas pedra continua parecendo pau.

Se há uma regra na CBF, válida para competições nacionais, de que qualquer clube que disponha de 13 jogadores inscritos em condições de jogo a partida deve ser realizada, não há o que contestar.

Regulamento, por sinal, bem lembrado pelo parceiro Ariovaldo Zanelli e reafirmado por Léo-PR, que lembra o favorecimento do Guarani quando enfrentou o CSA em Alagoas, época em que o mandante contava com 14 jogadores infectados.

Alagoanos foram prejudicados, prevaleceu o regulamento, mas o Guarani perdeu no campo.

Como sou legalista, e por entender que o acordado deve ser cumprido, não há porquê fazer média com o torcedor bugrino, e descer a 'madeira' na CBF.

Nada disso. Meu princípio de isenção é o combustível pra que me mantenha vivo ao logo dos quase 50 anos de carreira jornalística.

Houve, sim, irresponsabilidade de jogadores bugrinos, quer aqueles que descumpriram protocolos determinados pelo clube, quer exigidos pela CBF para não se infectarem.

TODINHO E PABLO

Viralizou na Internet vídeo em que o atacante bugrino Júnior Todinho 'curte' balada noturna, situação em que flagrado numa aglomeração aumenta o risco de contrair Covid-19, com consequente repasse no ambiente de trabalho.

Jornalista Elias Aredes divulgou na Rádio Brasil Campinas que o polivalente Pablo participou de culto religioso em ambiente com aglomeração, quando o recomendável seria se precaver.

E quando testes de Covid de jogadores diagnósticam positivo, a possibilidade de propagação do vírus se evidencia, porque entre eles raramente são cumpridos os protocolos de isolamento e higienização.

Portanto, como sou legalista e acompanho aquilo que prevê o regulamento, de minha parte nada há a contestar sobre a posição da CBF, que até admitiu adiamento do jogo com o Cuiabá em 24 horas, mas a própria diretoria do Guarani preferiu a manutenção da data programada, nesta quinta-feira.

PONTE PRETA

Certo, sim, fez a direção da Ponte Preta quando multou e afastou em dez dias o atacante João Veras e volante Danrley, que descumpriram protocolo exigido pelo clube para evitar contrair e transmitir Covid-19.

Faltou ao Guarani esse monitoramento para identificar quem foi o responsável pra colocar o vírus dentro do Estádio Brinco de Ouro, assim como desatenção à exigência protocolar dos jogadores para evitar propagação.

  • Marcio
    16/01/2021 21:27

    ZANELLI VOCÊ QUE SÓ ESCREVE GRITANDO EM MAIÚSCULO OLHA NO TEU RABINHO SAGUI, QUE O TEU TIME TAMBÉM VAI MAIS UM ANO NA B, O JUVENTUDE ACABOU DE GANHAR E NÃO VEM COM AMEACINHA NÃO, PORQUE EU TÔ DE OLHO NO SENHOR CERTO ? FIQUE ESPERTO, ENTÃO MELHOR FICAR NA TUA !!!

  • João da Teixeira
    16/01/2021 21:04

    Jogo do CSA x Avaí deu 1x1, resultado ótimo para quem quer a 4°vaga. A briga vai até o final. E o Gfc poderá ser mesmo o fiel da balança nesse final de Série B. Fiel da balança? Sim, por analogia, fiel da balança é o apoio dos pratos das antigas balanças que usavam peso padrão de um lado e mercadoria a ser pesada do outro. Se entregar o jogo favorece uns, se jogar duro favorece outros, no caso dos jogos contra o Avaí e Juventude para times subindo e contra Vitória para os caindo

  • ARIOVALDO ZANELLI (1)
    16/01/2021 12:58

    RECLAMAÇÃO DO GUARANI JÁ TIVEMOS EM MARÇO DE 2020 E AGORA EM 15/01/2021. SÃO DIRIGENTES FRACOS, SEM HUMANIDADE, QUERENDO GANHAR NA MARRA, ENGANANDO A TORCIDA. É UMA PENA, POIS HÁ UM PROTOCOLO DA SAÚDE NO PLANTEL. COMO FICAMOS AGORA? ESSA DIRETORIA DO GUARANI PRECISA FALAR A VERDADE...

  • ARIOVALDO ZANELLI (2)
    16/01/2021 12:58

    ... ERRO DA GLOBO ESPORTE DE ONTEM ANDREOLI E CASAGRANDE. QUANTA MENTIRA PARA A POPULAÇÃO. CHAMARAM UM GOVERNO DA MORTE E DA CBF A MESMA COISA. NÃO FOI FEITO VERIFICAÇÃO DO REGULAMENTO DA CBF. DEVEM SER PUNIDOS PELA DIREÇÃO DA GLOBO. OBS.: AONDE ESTAVAM ESSES JOGADORES QUE PEGARAM A COVID?

  • Carlos Agostinis
    16/01/2021 10:56

    Ari, venhamos e convenhamos, culpar todinho que está com.covid, culpar Pablo, quem mas pegou o viros primeiro é quê é o culpado, veja lá quem foi, a CBF está certa, cumpriu o regulamento, que foi igual a pra todos...uma aí pena que pegou o bugre na reta final.....

  • Mabilia
    16/01/2021 09:58

    Boa Ari, concordo e assino em baixo tudo que escreveu. Maioria dos jogadores acham que não pegam o virus por conta da condiçao de atleta.

  • Marcos
    15/01/2021 23:45

    Eu gostaria que na última rodada a associação chegasse com chances : vitória sobre o Figueirense e vitória do Bugre sobre o Juventude , subiria... más ... já imaginou que delícia !!!! Gol do cajá.... kkkkkkkk

  • João da Teixeira
    15/01/2021 23:44

    Ixi, rendeu o jogo de ontem, hein? Em "casa" que "falta pão", todo mundo briga e reclama, mas ninguém tem razão. Estava vendo alguns detalhes do Mundial de Clubes no Qatar. Equipes classificadas: Bayern Munique - campeão UEFA, Al-Ahly (Egito) - campeão da Liga Africana, Al-Duhail (Qatar) - time país Sede, Tigres (México) - campeão da Concacaf, Ulsan Hyunda (Coreia do Sul) - campeão da Ásia, América do Sul, a definir entre Palmeiras ou Santos. O início é 04.02 e o fim 11.02.2021

  • João da Teixeira 2
    15/01/2021 23:44

    A Oceania nao terá representante porque o campeonato foi suspenso devido a pandemia de Corona. O Mundial começaria dia 2, mas não tendo o jogo inicial, começará dia 04.02.2021. Será que passamos pelo campeão africano, asiático ou da Concacaf? Pegar o Bayern München é outros 500...

14
JAN
Típica derrota avisada; de quem é a culpa, hein Guarani?

Jenison: quarto gol
Jenison: quarto gol

Agora não é especulação ou achismo. Agora é matemática: ao ser goleado por 4 a 0 para o Cuiabá, na noite desta quinta-feira no Mato Grosso, ao Guarani restam remotas esperanças de acesso nesta Série B do Campeonato Brasileiro, apenas na disputa pela quarta vaga.

Claro que o Guarani terá que remover montanha pra que isso aconteça, mas ainda é possível.

Só que terá que vencer todos os seus jogos e esperar uma infinidade de combinações de resultados de concorrentes.

Como América Mineiro e Chapecoense já subiram ao Brasileirão de 2021, o Cuiabá ficou bem próximo do objetivo com 58 pontos, limite que já não pode ser alcançado pelo Guarani.

Melhor, então, pra quem 'briga' por essa suposta quarta vaga, em que surpreendentemente até o Operário entrou no bolo, ao chegar aos 51 pontos e com mais três jogos a realizar.

Além dele, CSA, Juventude, Avaí e Ponte Preta estão no páreo.

COVID

É voz corrente que o Guarani entrou em campo já derrotado por causa da Covid-19, visto que no banco de reservas dispunha de dois jogadores: atacante Rafael Costa e volante Lucas Abreu, que viajou às pressas de Campinas, no final da tarde, para se incorporar à delegação no estádio, 20 minutos antes do início da partida.

O Guarani entrou derrotado porque teve que escalar o quarto goleiro de seu elenco, o garoto da base Lucas Cardoso, sem um reserva à posição.

Como derrotado antes da bola rolar?

Bastava qualquer jogador do Cuiabá provocar entrada mais dura para tirar o goleiro bugrino do jogo. Assim a derrota seria inevitável com improvisação de jogador de linha na meta.

E pensam que o atacante Elton, do Cuiabá, não pensou nesta hipótese?

Aos 32 minutos do primeiro tempo, quando o time mato-grossense já vencia por 1 a 0, ele esticou demais a perna numa dividida com o goleiro Lucas Cardoso, que por sorte sofreu apenas arranhão.

E quem garante que se o jogo estivesse apertado o filme não se repetiria com outro jogador do Cuiabá, mesmo que o 'preço' de imprudência custasse expulsão?

Como a CBF ofereceu ao Guarani a única alternativa de adiar o jogo para esta sexta-feira, no mesmo local, restou aos dirigentes apressarem a viagem de Lucas Abreu, porque nada resolveria atrasar a realização do jogo em um dia, com os mesmos jogadores disponíveis.

CRISTÓVAM

Foi o típico confronto que não requer dissertação tática, porque em qualquer circunstância o Cuiabá proporia o jogo.

Problema é que o Guarani reincidiu no erro de iniciar o jogo no campo do adversário, e assim proporcionar-lhe contra-ataques, como aquele em que o seu lateral-direito Cristóvam perdeu na corrida para o atacante Felipe Marques.

E ao cometer falta por trás, a cerca de um metro da entrada da área, foi expulso aos nove minutos.

Então, o que já era ruim ficou péssimo. E mesmo com um homem a menos o Guarani não desistiu de atacar, tanto que antes de sofrer, o gol aos 30 minutos, ameaçou durante três vezes a meta adversária.

Aos 13 minutos, o seu atacante Bruno Sávio exigiu reflexo do goleiro João Carlos para defesa. Incontinenti, na cobrança de escanteio, o próprio Sávio cabeceou a bola na trave.

E sete minutos depois, outra vez João Carlos evitou gol de Sávio.

MAIS NADA

A partir de então o Cuiabá trabalhou a bola até o último terço do campo, espetando seus dois laterais ao ataque, e ficou a espera de erros dos bugrinos para explorá-los.

O primeiro ocorreu quando se permitiu que o zagueiro Ânderson Conceição testasse e exigisse defesa do goleiro Lucas Cardoso. Só que o rebote se ofereceu para Marcinho, que empurrou a bola pra rede.

Cinco minutos depois, Marcinho escorou de peito, em posição duvidosa, com prosseguimento do lance e finalização certeira do atacante Elton: 2 a 0.

E a vantagem só não foi ampliada aos 40 minutos porque Romércio salvou quase na linha fatal finalização do meia Élvis.

MAIS DOIS

Como o Cuiabá manteve o ritmo intenso no começo do segundo tempo, obrigou o Guarani a ficar acuado em seu campo de defesa.

Foi quando numa bola cruzada da direita e desviada pelo zagueiro Didi, a sobra ficou com o meia Rafael Gava que marcou o terceiro dos mandantes.

Depois disso, já com Lucas Abreu no lugar de Marcelo, a proposta do Guarani era evitar que o placar ficasse mais elástico.

A rigor, o Cuiabá aproveitou o momento pra fazer as cinco trocas de jogadores e tocar a bola para deixar o tempo passar.

Acertadamente o Guarani fez o mesmo - propositalmente e de forma improdutiva -, para evitar que o adversário ficasse com a bola e lhe criasse mais embaraço.

E assim o jogo foi se arrastando até que aos 27 minutos o atacante Jenison, do Cuiabá, explorou bola que escapou das mãos do goleiro Lucas Cardoso, para aumentar a goleada de sua equipe: 4 a 0.

O quinto gol só não saiu porque o meia Matheus Barbosa, quase na pequena área, livre, cabeceou a bola pra fora.

COBRAR RESPONSABILIDADE

Departamento de Futebol do Guarani e diretoria devem explicações sobre exagerado caso de Covid.

Como e aonde se deu a transmissão de um jogador para outro?

Todos os protocolos fora do gramado foram cumpridos rigorosamente?

Houve isolamento social, uso de máscaras, higienização, se evitou beber água do mesmo pote, procederam distanciamento protocolar em refeitórios, hotéis, ônibus, churrasco durante folga de trabalho, etc?

Se o contágio foi no avião, isso deve ser esclarecido?

Seja como for, houve descuido, falta do devido monitoramento para que resultasse nessa situação.

  • Marcio
    17/01/2021 09:36

    Fracassado Guarani ??? Teve até greve no timeco arrogante, prepotente e com enorme soberba " da linha do trem que achou que subiria antes de começar o campeonato e isso é sucesso ??? Um "time" quem em 120 anos não ganhou nada e quem "data de fundação" no escudo ?? além do mais é um desgraça destinada a NUNCA GANHAR NADA !!!

  • João da Teixeira
    16/01/2021 21:03

    Cajá só pode fazer gols no fracassado Guarani, contra a Ponte já jogou, nao joga mais nesse campeonato. Olha a tabela antes de falar. E olha, como falei, o Juventude se nao ganhar hoje do amontoado da Raposa, nao sei se sobe. Vai sobrar só os 3 que o Gfc "vai dar", segundo uns aí... Estou vendo o jogo do Novorizontino x Floresta. O Tigre vai dar trabalho no Paulistão, time certinho. E o Floresta tbem tem um time acertadinho, por isso que chegaram na Série D. 1°tempo está 1x1.

  • Marcio
    16/01/2021 12:58

    Fica tranquilo que o Cajá ainda vai meter uns golzinhos na associação....

  • João da Teixeira
    16/01/2021 09:58

    Pior que realmente o Cajá gosta de fazer gol em time acabado, é sua única chance de aparecer em final de carreira. Pode ser que vc tenha esse gostinho, torce aí para que ele abra o placar aos 45' do 2° tempo e em 5' de acréscimos faça mais 3 no seu 2° time de coração...

  • Marcio
    15/01/2021 18:08

    Pela chamada do futebol interior é melhor o "dono" do site assumir de uma vez a presidência do Guarani !!!

  • Profeta da Tribo
    15/01/2021 18:08

    Um absurdo o jogo ter acontecido. Mas, enfim. Agora as apurações devem ser feitas: 1) O protocolo de segurança foi seguido e mesmo assim deu ruim? Temos que reavaliar o protocolo; 2) O protocolo não foi seguido? Por responsabilidade do Guarani enquanto instituição? Que seja aplicada multa ao Bugre, sim! 3) O protocolo foi desrespeitado por atletas? Que recebam multa, descontando os dias de afastamento, mas também recebam o aparato médico, pois somos humanos. Justiça para todos!

  • ARIOVALDO ZANELLI (1)
    15/01/2021 18:05

    BUGRINOS TANTA CHORADEIRA, MAS HOJE CONSEGUI SABER QUE TODOS OS CLUBES ACEITARAM QUE COM 13 JOGADORES HAVERIA JOGO. ESTÁ NO REGULAMENTO. PORTANTO É CORRETA ESSA INFORMAÇÃO QUE O GUARANI MANDOU UM JOGADOR URGENTE PARA CUIABÁ, PARA O JOGO SER REALIZADO...

  • Profeta da Tribo
    15/01/2021 18:04

    Agora, o melhor que o Bugre faz é colocar a cabeça no lugar, planejar a próxima temporada com cuidado e lutar por um 2021 de vitórias e acesso. Mas, claro, lutar para terminar o campeonato com dignidade. A derrota de ontem foi doída, mas era muito previsível, dado o número gigante de desfalques, o abalo emocional pelo Covid e a expulsão de Cristovam (não deve continuar no Bugre).

  • ARIOVALDO ZANELLI (2)
    15/01/2021 18:04

    ... O JOGO É TOTALMENTE LEGAL. NÃO HOUVE NADA DE ANORMAL. ANTES DE CRITICAS, DEVEM VERIFICAR O REGULAMENTO, QUE OS CLUBES CONCORDARAM COM TUBO. CBF ESTÁ CORRETA.

  • Léo - Pr
    15/01/2021 18:03

    Independente de qualquer problema a CBF não é a única culpada dessa tragédia do Guarani, só não quero ouvir ninguém dizer que o Guarani teve uma reação incrível saindo da zona de rebaixado pra brigar pelo G4 que não é verdade nós nunca tivemos brigando pelo G4 somente tivemos pontuação pra se livrar do rebaixamento mais nada,meu grande sonho agora seria nunca mais ver Didi, Cristóvão, Eliel, Marcelo Rickson vestido com a camisa do Guarani, ontem jogamos com 5 a menos.

  • Léo - Pr
    15/01/2021 18:02

    Outra coisa nós não podemos reclamar do não adiamento do jogo, quando fomos favorecido no jogo contra o CSA em Alagoas que estava com 14 jogadores infectado o que aconteceu o time do seu carpini perdeu o jogo,agora não adianta lamentar,nosso amor pele time fala mais alto mais todos sabiam que o Guaraní não tinha time pra brigar por vaga,devido a ruindade dos demais as vezes até cria uma certa esperança que acaba desse jeito.

  • João da Teixeira
    15/01/2021 17:59

    E aí Marcos, vão perder de goleada, né? Igual contr aa o Cuiabá, afinal, vai que dê empate em alguns critérios, no saldo de gols, não, né? O negócio é enfiar o pé de vez. Uns 12 a 15 gols nos 3 jogos finais vai ficar bom para o C.V. bugrino. Não é rebaixado, mas que gosta de enfiar o pé na jaca, isso gosta! Ser bugrino deve ser uma sensação de estado de letargia profunda, né?

  • TIO LEI - Torcedor da PONTE PRETA
    15/01/2021 10:12

    Como torcedor, é claro que dou risada dessa "chacoalhada" levada pelo gfc, até porque HOJE nós sabemos muito bem quais foram as circunstâncias para isso ocorrer, mas daqui a alguns meses ficará na estatística apenas o resultado, ninguém irá comentar os fatos. Um empate seria melhor, mas como NOSSA MACAQUINHA está numa pindaíba de fazer gosto, então, derrota bugrina será sempre bem vinda.

  • TIO LEI - essa é exclusiva p/ o blog
    15/01/2021 10:11

    Como CBF corrupta? A falha foi dos seus dirigentes, que deveriam ter ido lá na "sede" e apresentar o título de 78. Ah. Creio que nem eles se lembram mais disso.

  • TIO LEI - ISENTO
    15/01/2021 10:05

    Realmente no mínimo, falta de bom senso o que a CBF fez ontem com o gfc. Algo imperdoável, que trouxe prejuízos ao clube, alijando-o da possibilidade de ao menos lutar por um objetivo, mesmo que distante. Cabe à diretoria bugrina enviar um manifesto de repúdio contra a CBF por não se colocar a favor de um filiado seu que passa por sérissimos problemas causados por esta pandemia.

« Anterior : [ 1 ] 2 : Próxima »
Confiram as Postagens Anteriores:

1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14 
 

Jornalista esportivo há 40 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.

Fale comigo