25
AGO
Próximas três rodadas são decisivas para o destino do Guarani na Série C do Campeonato Brasileiro

Se o Guarani cumprir a meta de vencer os três jogos subseqüentes, não seria desproporcional que possa se aproximar do G4 da série B do Campeonato Brasileiro da Série C.

Agora, com 16 pontos, o Bugre vai enfrentar o Tombense em Campinas às 20h30 da próxima segunda-feira. Já no sábado dia cinco de setembro jogará contra o Madureira no Rio de Janeiro às 11h, e depois, dia 13, recepcionará a Portuguesa.

Claro que as coisas podem ‘clarear’ rodada a rodada para que o Guarani se agarre nas últimas esperanças.

Convém dar uma espiada nos concorrentes diretos, casos de Juventude e Portuguesa, visto que Brasil de Pelotas, Tupi e Londrina dispararam com 24 pontos e estão praticamente garantidos na próxima fase.

Na conjuntura da rodada do próximo final de semana, caso prevaleça o favoritismo do Juventude com vitória diante do Madureira, em jogo no sábado às 16h em Caxias do Sul, em última análise seria mantida a diferença de três pontos da equipe gaúcha sobre o Bugre: 22 x 19.

Considere a missão mais complicada da Portuguesa que também no sábado, às 19h, jogará em Juiz de Fora contra o Tupi, com transmissão pela TV Interativa do Nordeste. Se a Lusa perder vai patinar nos 21 pontos, e teoricamente a diferença acima do Guarani seria reduzida para dois pontos.

CONFRONTOS DIRETOS

Abomino elucubração, mas cabe sim exceção neste caso específico do Guarani.

Na linha de raciocínio acima, sempre convencionando vitória do Guarani sobre o Madureira dia cinco de setembro, a esperança natural do bugrino seria por vitória da Portuguesa sobre o Juventude no dia seguinte.

Com esta projeção o Guarani provavelmente ganharia uma posição, ocupando o quinto lugar do Juventude. Ambos teriam 22 pontos, empatariam em número de vitórias (cinco) e a tendência seria os bugrinos se prevalecerem no critério saldo de gols, uma vez que hoje estão empatados neste quesito: um gol positivo.

Aí, dia 13 de setembro seria vital para o Guarani. Prevalecendo a combinação dos resultados citados, teria que vencer o confronto direto com a Portuguesa, em Campinas. Ainda assim não seria possível ultrapassá-la para entrar de vez no G4, mas haveria tremenda aproximação.

Os resultados projetados pelos concorrentes do Guarani são plenamente possíveis. Difícil é admitir que ele, Bugre, vai fazer a sua parte.

E para que faça, o treinador Pintado precisa, antes de mais nada, escalar corretamente o time bugrino.

  • marcio
    27/08/2015 23:39

    Carlos: Até pouco tempo atrás, o departamento de base era terceirizado, com investidores-diretores por detrás. O futebol é tão podre ,sujo e fétido, quanto as pessoas que governam direita ou indiretamente este Brasil.

  • TIO LEI - P/ CARLOS
    27/08/2015 02:35

    É isso aí, Sr. Carlos...um comentário coerente e condizente com a realidade não só dos clubes de Campinas, como de uma forma geral espelha a realidade pela qual passa o futebol brasileiro. Parabéns, pois comungo com o mesmo pensamento.

  • Paulo Sérgio AAPP p/ Carlos
    26/08/2015 23:59

    Carlos, você tocou numa ferida muito interessante e gostei muito do seu comentário, a Ponte pode até estar mais estruturada em termos de base, mas ainda tanto o bugre quanto a ponte perdem muitos, mas muitos meninos bons de bola para grandes times, e o pior, a preço de BANANA!!! você acha que Leandrinho (Que já esta vendido a preço de BANANA) vai se matar pela Ponte daqui até os 18??

  • TIO LEI - P/ JOÃO DA TEIXEIRA
    26/08/2015 23:58

    Valeu parceiro...Essa passagem demonstra o tanto e a quanto tempo as administrações do gfc se envolvem em "rolos", e pelo visto, sempre sendo os maiores prejudicados. Vendo a atual situação, só no leva a crer, que desde os mais remotos tempos, eles se deixavam levar por interesses, digamos, duvidosos. Um abraço.

  • TIO LEI
    26/08/2015 23:57

    KKk...O Eduardo deve estar "BELISCANDO AZULEJO", não é possível tanta sandice numa só pessoa. Não diz coisa com coisa. Mas eu acho que encontrei o real motivo de tanto nervosismo para esta quarta feira. É que a GLORIOSA PONTE PRETA deve estar perdendo força no cenário NACIONAL, haja visto que HOJE, pela SEGUNDA VEZ ESTE ANO, não teremos televisionamento de nosso jogo pela SUL AMERICANA. Ficar o ANO INTEIRO sem assistir à DUAS partidas da PONTE PRETA deve se demais para ele.

  • Paulo Sérgio AAPP P/ João da Teixeira
    26/08/2015 21:18

    João, e essa história do gfc com o Palmeiras não parou ai não, a muitos anos, um grande amigo meu bugrino e membro da extinta TABA confidenciou-me que no mesmo ano o gfc exigiu também do Palmeiras um documento (guardado a 7 chaves) se comprometendo a facilitar (entregar) caso num futuro os dois disputasse um título. Lembra do tapa de Leão na cara de Careca que o juiz deu pênalti?? Tá ai!!

  • CARLOS
    26/08/2015 21:17

    Arí, lí no site que o Léo Citadini poderá se transferir para um clube do exterior.Como Bugrino, já presenciei queimando vários atletas das categorias de base ! ( Um grande exemplo é o ex- goleiro da base Concon. As " panelinhas " existem em todas as cetegorias, inclusive em até algumas franqueadas, onde, por ser filho do dono da lanchonte,( apenas um exemplo fictício ),tem lugar no time. Nesse quisito, a Ponte está muito a frente do Bugre..continuo

  • CARLOS
    26/08/2015 21:17

    Na ponte, em suas categorias de base tem um trabalho sério, com fisiologistas , olheiros, empresários e retaguarda, onde observam o que cada um poderá dar o melhor de sí , enquanto garotos. Parabéns a ponte e sua comissão, que tem um Parraga que sabe enxergar e principalmente, LAPIDAR, esse é o termo correto.

  • CARLOS
    26/08/2015 21:16

    Um projeto com a base não se resume em beneficiar alguns por amizade ou influência...a ponte poderá colher muitos frutos no futuro, observando aqueles que verdadeiramente não querem apenas sair em fotográfias.

  • Carlos de Barão P/ Ari
    26/08/2015 21:14

    Ari, leia direito a minha postagem anterior que não cobrei análise pré-jogo mas sim uma análise da conjuntura da Ponte priorizar a série-A tão cêdo, logo na primeira rodada da Sula ainda faltando todo o returno do brasileiro e com muito mais gordura que em 2013. Derrepente a gordura pode até ficar ainda maior e a Sula pode ter uma sequência fácil até a final, quem poderia saber ? Seria o terror da bugrinada ! Por isso acho prematuro tanta precaução. Fala aí Ari !

  • DE ARI PARA CARLOS DE BARÃO
    26/08/2015 18:19

    Prezado Carlos de Barão, a linha editorial da coluna não prevê avaliação de pré-jogo. Por isso não comentei na base do chutômetro sobre Ponte e Chapecoense. Por sinal, como não terá televisão no jogo da Macaca desta quarta-feira, vou abrir espaço para que o torcedor pontepretano opine sobre a validade ou não de se ter poupado jogadores nos jogos da Sul-Americana.

  • Carlos de Barão
    26/08/2015 18:18

    Caro Ari, você tem algo contra a Sulamericana ? Nenhuma postagem sobre o jogo da Ponte ? Porque não, uma análise sobra a Ponte ter priorizado a série-A com tanta antecedência mesmo tendo muito mais pontos em 2015 comparado com 2013 na mesma rodada? Acho que a Ponte deveria priorizar apenas caso chegasse nas quartas e conforme os adversários da Sula, derrepente até poderia ser melhor tentar o título, que seria o tiro de misericórdia nos bugrinos

  • DE ARI PARA JOÃO DA TEIXEIRA
    26/08/2015 18:11

    Prezado João da Teixeira, você errou. Não sou torcedor do Guarani. É minha obrigação enquanto profissional conjecturar sobre as possibilidades do Guarani, traçar um objetivo que não é impossível, embora difícil. Por isso está certo o torcedor bugrino ao se apegar nas mínimas chances de classificação.

  • João da Teixeira
    26/08/2015 18:10

    Ari, vc. deu uma de quiromante ou cartomante? Suas elucubrações ultrapassam o bom senso natural de uma pessoa. Vai para o terreno do fanático torcedor, que no desespero de ver seu time ainda com chance de classificação, cria situações que ultrapassam o juízo normal de um cidadão, mesmo ele sendo bugrino fanático. Tombense na teoria é presa fácil, mas vem desesperado e retrancado. Como a história de 68 do Parmitão, o GFC poderia comprar alguns dirigentes, mas cadê din-din?

  • Guilherme
    26/08/2015 17:59

    o Guarani tomar chapéu e perder atacante para o poderoso Macae demonstra q o Guarani não tem mais camisa e não tem mais respeito dos adversários! Sem isso será muito difícil o Guarani subir novamente !!! Veja por exemplo o Gremio, veio para Campinas e se fechou em seu campo com medo da Ponte e não chutou uma bola no gol da Macaca ! Isso se chama "ter camisa", se chama respeito! É isso q o Bugre precisa resgatar !!!

« Anterior : [ 1 ] 2 : Próxima »
24
AGO
Eis aí as quatro primeiras posições no time do Guarani que o treinador Pintado deveria mexer

Ao ser apresentado oficialmente como treinador do Guarani nesta segunda-feira, Pintado avisou que terá mudanças na equipe já para a partida de segunda-feira da semana que vem contra o Tombense, em Campinas. E antecipou que vai recorrer às categorias de base para ajudar o grupo a escapar do naufrágio nesta Série C do Campeonato Brasileiro, assumindo inteira responsabilidade pelas decisões.

Sem citar explicitamente seu antecessor Paulo Roberto para não ser deselegante, Pintado deixou claro que há erros na escalação da equipe e conceito equivocado ao não se acreditar na garotada num momento em que os profissionais não respondem positivamente em campo.

Ótimo. Pra este tipo de avaliação Pintado deve ter assistido jogos do Guarani ou então recebeu relatório detalhado de seu amigo Valdir Lins - atual gerente do Bugre -, com quem trabalhou no Linense anos atrás.

Pintado conversou bastante com os jogadores nos vestiários do Guarani
Pintado conversou bastante com os jogadores nos vestiários do Guarani

FUMAGALLI

Se é que de fato Pintado tenha o diagnóstico real do elenco bugrino, que não hesite em tomar a primeira e sábia decisão: descanso para o meia Fumagalli no banco de reservas, até porque ele é um ex-jogador em atividade e seria mais útil entrando nos 20 minutos finais de uma partida para gastar o tempo com toque de bola e ajudar na administração de resultados favoráveis.

Este mesmo recado foi dado para os antecessores Marcelo Veiga, Ademir Fonseca e Paulo Roberto Santos, mas faltou-lhes coragem para retirar do time um jogador que ainda é ídolo da torcida e conta com respaldo da maioria da imprensa.

Como Pintado cobra futebol extremamente participativo, claro está que não cabe em seu time jogador travado pelo peso da idade e que se vale apenas da bola parada para impressionar aos menos avisados.

ALLAN DIAS

Exatamente por sido volante de forte pegada, Pintado vai querer o time à sua semelhança. Logo, o meio de campo bugrino vai reforçar a marcação, e claro está que não se reforça com o lento Allan Dias como segundo volante.

Com Ânderson Cavalo pedindo passagem - como havia se constatado antes mesmo do jogo contra o Juventude -, inadmissível o procedimento do então treinador Paulo Roberto ao escalar Giancarlo fora de forma, paradão no ataque, justificando que ele fazia bem o papel de pivosão.

O goleiro Rafael Santos jamais transmitiu confiança e, apesar disso, foi mantido no time. Outro equívoco.

Com mudanças à vista já anunciada por Pintado, eis aí jogadores que precisam ser sacados do time urgentemente.

TOMBENSE

No mais, é normal acreditar que do Tombense dá pro Guarani ganhar. Por sinal é uma obrigação.

Uma atuação convincente da equipe resultará em confiança para os próximos desafios. Aí, será natural o torcedor bugrino até acreditar no milagre da classificação.

  • João da Teixeira
    27/08/2015 09:41

    Ari, o nome do Lindóia é José "alguma coisa" Barreto? Me parece que foi esse o nome citado como sendo o outro jogador irregular na súmula daquele 2º jogo de 68, entre Guarani e Palmeiras. Vc. que vivenciou o epísódio mais de perto, deve conhecer o fato com mais detalhes".

  • João da Teixeira
    27/08/2015 09:41

    Ari, já ia me esquecendo, a Sessão Mofo foi uma criação, dentro do seu Blog, para os torcedores bugrinos, afinal são eles que insistem em falar só de coisas emboloradas de um passado distante, como o evento de 1978. peço licença a vc., para que a sessão fique aberta dentro do seu Blog, para que todos pontepretanos e bugrinos, que queiram "ressuscitar algum defunto mal enterrado" no futebol. E como deve ter "defunto", nesse interior de meu Deus, envolvendo os times grandes.

  • João da Teixeira
    26/08/2015 18:11

    A coluna do Dalmo Pessoa sobre a "Burrobrás", fala sobre a ciranda dos técnicos de futebol no Brasil. Por que cito isso? Porque a mudança de técnico não muda muito e vem de encontro com o que penso. O problema do futebol brasileiro não é treinador. É falta de craques. A escassez de jogadores como Didi, Ademir da Guia, Rivelino, Tostão, Dirceu Lopes, Gerson, Roberto Dias, Dicá, Clodoaldo, Pelé e paremos por aqui, porque é covardia. Isso é que levou a essa situação que estamos.

  • DE ARI PARA JOÃO DA TEIXERA
    26/08/2015 17:55

    Prezado João da Teixeira, o outro jogador que você não se lembra é Lindóia

  • João da Teixeira
    26/08/2015 17:49

    Tio, sobre as irregularidades, um foi o Flamarion, que não era inscrito, o outro vou ficar devendo. No 2º jogo, só Ladeira e Cardoso tinham jogado no 1º. O time era: Dimas, Uilson, Cidinho, Tarcísio e Diogo; Dante (Flamarion) e Nilton; Lindóia, Ladeira, Cardoso e Zezinho. Flamarion foi colocado, depois de um possível acerto financeiro no decorrer do jogo, só pode. Igual o caso recente qdo. o jogador da Portuguesa foi colocado para favorecer o Fluminense a não cair no Brasileiro

  • João da Teixeira
    26/08/2015 17:48

    Mista? A torcida mista tem origem no Brinco. Entre 1949 e 1970. Quem frequentava o Brinco eram torcedores dos Grandes da Capital, que em paralelo, eram também "torcedores do GFC" contra os pequenos. O Brinco era o lugar em que os grandes vinham jogar e o GFC um mero figurante. Quem mandava no Brinco eram as torcidas dos grandes. Quem quebrou esse tabú foi a torcida da Ponte, que em 1969 subiu e de lá para cá impunha respeito dos Grandes no Majestoso, na bola e na "moral".

  • Carlos Agostinis
    25/08/2015 20:53

    Ti Lei, Paulo Sergio, Denilton, Pintado é o sonho do Guarani subir pra serie B, trocando em miudos, a Onça Pintada num pega nada....mas o onça que vive no mato com certeza pega......só pintando memo.....

  • CARLSO
    25/08/2015 20:53

    Perfeito seu comentário heim MARCIÃO !!! Será que na sua interrogação ; Quem acredita ???? Também não caberia : A ponte vai ser campeã brasileira ....ao invéz de ETC..... ( QUEM ACREDITA ??? ) KKKKKKK

  • Lorenzetti
    25/08/2015 18:39

    Em 2009 o tal de Pintado tentou treinar o time da Ponte, foi um fracasso, retranqueiro e o discurso é exatamente o mesmo, conhece a base, acompanhava os jogos pela TV e sabia a respeito de todo o elenco, baita enganação. Técnico encostado, sem nenhuma novidade de esquema. É o que tínhamos para o momento, a sobra. Uniu a fome com a vontade de comer.

  • MARCIAO
    25/08/2015 18:39

    REALMENTE, O TIMECO FALIDO VAI CLASSIFICAR !!! O PAPAI NOEL VAI DESCER DE TRENÓ NA GLICERIO , O PT VAI PARAR DE ROUBAR, O HORLEY NAO SERA MAIS METIDO E ARROGANTE , A LUA É FEITA DE QUEIJO , ETC.... QUEM ACREDITA ????

  • João da Teixeira
    25/08/2015 18:38

    Para fechar a história da sessão mofo, com o pontinho dado ao Parmitão, ele ficou com 21 pontos e o América, Juventus e Comercial com 20, ficaram para decidir quem saía da divisão Especial do Paulista. A coisa foi tão vergonhosa que naquele ano ninguém caiu e todos viveram felizes, mas não para sempre, pois vejam os estados putréficos que estão o América, o Juventus e o verdinho das Campinas de Mato Grosso.

  • TIO LEI - 3 notas
    25/08/2015 18:37

    1)- Denilton: Correto quando fala em por os pés no chão e começar a reestruturar e construir... 2)- Podemos até passar pela Chape, porém SE passar não iremos muito longe nessa Sula, e precisamos conquistar ainda 18 pontos no BRASILEIRÃO para termos tranquilidade...3)- João da Teixeira, no jogo mencionado, não me recordo quem foram os jogadores irregulares, mas lembro bem de 2 (pra mim) ídolos de minha infância/adolescência: Beto e Capelozza, craques PONTE PRETANOS. Um abraço.

  • Ruz
    25/08/2015 18:36

    Lembram quando eu disse que era melhor fechar a base se não tinham jogadores melhores que o Bruno Pacheco e o Carpini ?Contratam um monte de porcaria, "apostas"(tira o P e coloca o B que fica melhor) e agora fica nesse desespero.Qualquer empreendedor sabe, sem planejamento adequado não há futuro.

  • João da Teixeira
    25/08/2015 13:55

    A sorte do Pintado é que o time de Tombos que vem aí e já sabemos desde o 1º turno, no que eles são especialistas. Em vez de dar tombos nos adversários, são eles que levam os tombos e por isso também são candidatos à série D do Brasileiro. Sorte do Pintado e do GFC, caso contrário, o desmanche do bugre começaria mais cedo. Não sei se não, mas o Tombense podera esta tentando fazer igual ao Guará, querendo passar o lampião para um outro time, vai que ele gostou do bugre...

  • João da Teixeira
    25/08/2015 13:55

    Sessão mofo, em 29/06/68 Guarani x Palmeiras faria um jogo que poderia rebaixar o Palmeiras no Paulista. O GFC já tinha ganho o jogo de ida no Pq.Antartica, 2 semanas antes, por 3x1 com Sidnei, Wilson, Paulo, Beto e Cido; Tião Macalé e Capeloza; Joãozinho (Wagner), Ladeira, Cardoso (Bidon) e Carlinhos. Não é que para ajudar o Parmitão o bugre entrou com reservas e com 2 atletas irregulares para o jogo de volta e empatou 1x1. Nos tribunais o Parmitão ganhou os pontos devido a isso

« Anterior : [ 1 ] 2 : Próxima »
Confiram as Postagens Anteriores:

1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14 
 

Jornalista esportivo há 35 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.

Fale comigo