Se é festa, por ora todos devem ser poupados

Primeiro meus sinceros agradecimentos a todos quanto se manifestaram, quer na seção abaixo de comentários, quer através das redes sociais, sobre o retorno do Blog no antepenúltimo dia deste 2021.

Segundo que, por se tratar do último dia do ano, nesta sexta-feira, convenhamos que não cabe senão a quem quer que seja.

Neste sábado, igualmente, fiquemos apenas na meditação daquilo que se passou na temporada, naturalmente rogando ao criador por um 2022 de luz e sobretudo saúde, o bem primordial para sobrevivência.

Saibam, todavia, que após respirarmos o clima de festa na travessia de ano, quem mereceu e ainda merece 'chacoalhões' já não será poupado, até porque aqui não faz a crítica pela crítica, e escancara-se espaços para quem, de alguma forma, se sentir atingido.

O contraponto, mesmo injustificável, é concedido.

Oxalá os clubes de Campinas possam dar respostas positivas nos gramados.

E naquilo que indiretamente o blog puder contribuir com observações construtivas, não fará mais de que a obrigação.

Abração, gente!

E vamos que vamos!