Pontepretanos da velha guarda conferiram o chute forte de Lelé, nos anos 50
Início da década de 50, século XX, chegou à Ponte Preta Manoel Peçanha, o Lelé, com a fama do chute forte e apelidado de 'o canhão de São Januário'.

No áudio abaixo, produzido para a Rádio Brasil Campinas, eu priorizo a passagem dele pela cidade, sem desconsiderar a trajetória no eixo Rio-São Paulo.

Ouça no link abaixo