China proíbe consumo de carne de cachorro
No últimos dias têm sido veiculado mundialmente publicações sobre posição da China de proibir criação de cachorros para consumo humano.

Medida procura modificar cardápio do chinês sobre o animal.

Em 2018, organizações defensoras dos cães estimavam consumo de dez milhões de unidades por ano, principalmente nas regiões de Guangxi, Guizhou e Cantão, e áreas do nordeste habitadas pela etnia coreana.

Desde janeiro passado o Ministério da Agricultura do país iniciou processo de probição de venda de animais silvestres.

Em abril, aquele órgão governamental havia sinalizado sobre a proibição de matança de cachorro para consumo da carne, o que se confirmou em maio, com emissão de documento sobre o assunto.

Resta saber como vão agir os consumidores, visto que o prato é requisitado na culinária chinesa.

OUTRAS MATÉRIAS

Na página personalizada Informacão, pode ser conferida a 'ciumeira' de uma cadela quando o proprietário da casa acaricia o filhote dela.

Acesse o link abaixo e confira esta e outras matérias

https://ariovaldo-izac.wixsite.com/cachorro