16
MAI
Como Dos Anjos trabalha para barrar o volume ofensivo proposto pelo Bahia?

Evidente que o treinador da Ponte Preta, Hélio dos Anjos, acompanhou a derrota do Bahia para o Vasco por 1 a 0, no domingo, no Rio de Janeiro.

Se o Bahia tomou iniciativa de ataque mesmo como visitante, a dedução lógica é que vai partir pra cima da Ponte Preta na sexta-feira, em Salvador, com marcação alta e tentativa de definição do jogo logo no começo.

De certo Dos Anjos sabe que aquela transição do Bahia com toques rápidos e aproximação de seus jogadores vai exigir cuidado redobrado no cinturão de marcação na cabeça da área, mesmo sem o volante Felipe Amaral que, suspenso, vai desfalcar a equipe.

LADOS DO CAMPO

Casualmente ou não, contra o Vasco o grande erro ofensivo do Bahia foi ter centralizado as jogadas e pouco usando as beiradas do campo, o que, em tese, facilitou o trabalho de destruição dos jogadores vascaínos.

Repetirá o Bahia esse erro de estratégia?

Caso isso ocorra, melhor para a Ponte Preta.

Todavia, provavelmente o treinador Guto Ferreira vai querer usar melhor os lados do campo.

Outro detalhe: no domingo o Bahia adiantou as linhas pra marcar saída de bola do adversário, e a tendência é que isso se repita.

Nessas circunstâncias, o histórico da Ponte tem sido de defensores rifarem a bola e isso precisa ser repensado, até porque ao recuperá-la o Bahia começa a rodá-la nas proximidades da área adversária, e evita finalizações de média distância quando encontra dificuldades de penetração.

CONTRA-ATAQUE

Pode-se esperar proposta da Ponte Preta de tentativa de surpreender o adversário em contra-ataques?

Sim, mas cadê o jogador de velocidade na ofensiva para essa função?

Melhor que se pense em alternativas, até porque a forma de agrupamento de jogadores trabalhada por Guto Ferreira, do Bahia, permite providencial sistema de cobertura.

Enfim, Dos Anjos deve ter visto tudo isso e o jeito é esperar pra se certificar de como ele está trabalhando o seu time para mais esse desafio no Campeonato Brasileiro da Série B.

MAZOLA E O CHICLETE

Quando o treinador Mazola Júnior, do Ituano, quase estrangulou o seu jogador Lucas Nathan, aos 47 minutos do segundo tempo, naquele festivo abraço em comemoração ao gol de empate anotado pelo atleta diante do Grêmio, a televisão focalizou que o comandante continuava com aquele chiclete mascado desde o início do jogo, portanto totalmente sem sabor.

Coisas da bola.

Ainda não existem comentários.

15
MAI
Com despreparo do interino, Guarani busca técnico para passar pelo Vasco

Pelo andar da carruagem, caiu a ficha da cartolada do Guarani sobre treinador.

Como não distinguem com facilidade as coisas do futebol, inicialmente acreditaram que o auxiliar-técnico fixo Ben-Hur Moreira pudesse repetir trajetórias de Umberto Louzer e Thiago Carpini, que ocuparam igual função no clube e prosperaram enquanto interinos.

Problema é que agora constata-se a imaturidade de Ben-Hur, e prevê-se que o sucessor do treinador Daniel Paulista seja anunciado nas próximas horas, tendo como cotados Pintado e Umberto Louzer, desempregados.

UMBERTO LOUZER

Demitido do comando técnico do Atlético Goianiense, após derrota por 2 a 0 para o Galo mineiro, seria Umberto Louzer o profissional da preferência de dirigentes bugrinos, na tentativa de contratá-lo?

Provavelmente esteja em patamar financeiro acima das pretensões do Guarani, mas como deixou folha de serviços prestados ao clube, seria contratação de agrado do torcedor.

JOGO EM MANAUS

Seja quem for o sucessor de Daniel Paulista no Guarani, de certo tenha ficado de sobreaviso para acompanhar o jogo em que o Vasco ganhou do Bahia por 1 a 0, no Rio de Janeiro, neste domingo, para saber como lidar com a estrutura da equipe bugrina para enfrentá-lo na partida da próxima quinta-feira em Manaus, capital do Estado de Amazonas.

Proposta de jogo da equipe vascaína contra o Bahia foi de se defender e explorar contra-ataques em velocidade.

Vai repetir a estratégia diante do Guarani?

Provavelmente vai atacar um pouco mais, sem que isso implique em desguarnecer a defesa.

Se o Bahia teve mais posse de bola e rondou a área do Vasco, incorreu no erro de não explorar o fundo de campo.

Como centralizou demais as jogadas ofensivas, facilitou o trabalho de destruição dos vascaínos, um aspecto a ser considerado pelo Guarani.

NENÊ PULOU FORA

Quando o meia Nenê, do Vasco, empurrou desnecessariamente e chutou Rezende, do Bahia, caído no gramado, evidente que seria advertido pelo cartão amarelo.

Detalhe: foi o terceiro cartão, o que implica em suspensão automática contra o Guarani.

Naquele momento, Nenê imitou a catimba do ex-centroavante Serginho Chulapa, que cavava suspensão para fugir de viagens de longa distância em cidades do interior paulista.

E na roda viva da treinadorzada, Daniel Paulista já está empregado. Assumiu o CRB, que demitiu Marcelo Cabo.

  • TIO LEI - I - ao amigo Agostinis
    16/05/2022 22:41

    Sim, meu amigo. Eu bem sei que que contratações agora, só em agosto. Mas me parece que se tiver jogador que não esteja com vinculo no momento, a nenhum clube brasileiro, pode sim ser contratado. O que não pode é "tirar" jogador de clube brasileiro que esteja devidamente inscrito em alguma competição nacional. Me parece que é algo assim. Se for este o caso, Colombia e Equador poderia ser "um terreno" a ser explorado, bem como repatriar alguém que esteja no exterior.

  • TIO LEI - II - ao amigo Agostinis.
    16/05/2022 22:40

    ... não tenho como citar nomes, até porque raramente assisto jogos que não sejam da minha PONTE PRETA. Aliás, da PONTE PRETA eu VEJO cada partida, não posso dizer que tenho assistido ela jogar, porque já faz um bom tempo que ela NÃO ESTÁ JOGANDO NADA KKKKKKKKK. Receba um abraço, amigão, e de um beijo no coração do "meu neto".

  • Barba
    16/05/2022 19:19

    Se p pseudo presidente dispensar 20 atletas ( a maioria grosso ou chinelinho) consegue trazer 2-3 bons jogadores de meio e ataque. Todos os atacantes contratados NÃO servem pra série D. Lastimável!!

  • Profeta da Tribo 1
    16/05/2022 19:19

    Louzer é o melhor nome. Tomara que dê certo. Mas que todos ajustem suas expectativas: a busca é pela manutenção, e não sem sofrimento. Depois, Ricardo, espero um novo executivo de futebol, pois a validade de Michel Alves chegou ao fim. Ansioso para ver um 4-4-2, com Lucão de titular. Ernando não merece uma nova chance no time? Vamos lá, Bugre!

  • Tito
    16/05/2022 19:18

    O interino despreparado assumiu por ser da confiança de um CA igualmente despreparado. O Guarani tem sido uma escola de maus profissionais. Conceitos precisam ser resgatados no clube e pessoas que se intitulam profissionais precisam ser substituidas com urgência. A gestão desse CA não evolui, pela falta de estratégias e pela lentidão nas decisões.

  • Léo - Pr
    16/05/2022 11:51

    Eu insisto que o treinador do Guarani deve formar a dupla de zaga com Ernando e Castan, parece que ninguém enxerga que Ronaldo Alves tem os pés grudado no chão o cara e fraco em bolas pelo alto, e Derlan é limitado em todos sentido.

  • Léo - Pr
    16/05/2022 11:50

    Ari qualquer outro menos Pintado, todos times treinado pelo Pintado joga um futebol horroroso eu não queria ver ele treinando o Guarani, talvez os amadores dessa diretoria tem bronca com Felipe Conceição pelo fato dele abandonar um projeto e aceitar a proposta do Cruzeiro mais no meu ver seria o treinador pra alavancar nosso time, Louser e chamusca tbm seria uma segunda opção razoável.

  • João da Teixeira
    16/05/2022 11:49

    Nossa, me assustou a lista do "raio x" do Tio. Não conheço nem metade dos nomes listados. Conhecer no sentido do futebol apresentado. Se me mostrassem a lista, falaria que seria o organograma de colaboradores da Ponte, inclusive cozinheiro, camareiro, faxineiro, jardineiro, psicólogo e outros eiros, mais jogadores, mas não só de jogadores. É assustador o "amontoado". Perguntaram outro dia isso, "quem paga?" Só Deus sabe! Enfim, nunca tantos deveram tão pouco a muitos...

  • João da Teixeira 2
    16/05/2022 11:48

    "Nunca antes no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos", essa frase original se deve a Churchill, na 2°Guerra Mundial, qdo a RAF, força aérea inglesa, defendeu o solo britânico das incursões da Luftwaffe, força aérea alemã, protegendo a população britânica dos bombardeios. No nosso caso, na Ponte, nunca tantos, a torcida, deveram tão pouco, jogadores e dirigentes (tanta gente)...

  • Carlos Agostinis
    16/05/2022 11:47

    Meu irmão Tio Lei, tenho visto seu desespero em relação a um meia armador no seu time , mas convenhamos , quem seria esse meia armador pra contratar , visto que janela só em agosto, o Guarani até tem um , mas não rende nada com esse esquema esdrúxulo que arrumam, talvez encontre algum bom lá na série C, mas acho pouco provavel, enfim parceiro , vamos sofrer juntos esse ano inteiro , abraço parceiro ...

  • TIO LEI - I - Raio X do nosso ELENCO?
    16/05/2022 02:58

    Passando um "Raio X" no elenco, da para entender de o porque o time vai de mal a pior, principalmente na parte ofensiva, se não, vejamos: GOLEIROS= Caíque, Vinhas e Luan ... DEFENSORES= Norberto, Fabrício, Leo Santos, Thiago Lopes, Bernardo, Guilherme Santos, Fabio Sanches, Arthur, Victor Luis, Formiga e Douglas mendes ... MEIO CAMPO (ainda constam na listagem)= Fabinho, Ramon, Fessin, Sthephanno, Felipe Amaral, Wallisson, Matheus Jesus, Moisés Ribeiro, João Pedro ...

  • TIO LEI - II - Raio X de nosso elenco
    16/05/2022 02:57

    ... cont. dos MEIO CAMPISTAS do nosso elenco: Léo Naldi, Luis Felipe, Fraga, Thalles, Gabriel Venâncio, Bruno Menezes Matheus Anjos, Wesley e Dodô ... ATACANTES= Josiel Douglas Santos, Leandrinho, Pedro Jr., Lucca, Luiz Fernando, Echaporã, Pedrinho Ramires, Ribamar, Danilo Gomes, Matheus Mathias, João Marcelo e Nícolas ... 49 Atletas sendo que 14 (QUATORZE) são ATACANTES e se juntarmos o total de gols que ESSES ATACANTES fizeram nas DUAS ULTIMAS TEMPORADAS ...

  • TIO LEI - III - Raio X de nosso elenco?
    16/05/2022 02:57

    ...acredito que não chegará a 25. Já em relação aos homens da MEIÚCA, só tem 1º; 2º e 3º volantes, ARMADOR mesmo que é bom, naaaadaaaa. EBERLIN ... o apoio foi dado, o comando foi passado para suas mãos, e aí???? Será que existe alguma multa ou consta em estatuto que não se pode contratar meia armador de ofício? E quanto aos atacantes? Se for "fazedor de gol" também são "cartas fora do baralho"? Até quando, Eberlin? Cadê a tal dispensa dos 50%?

Confiram as Postagens Anteriores:

1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14 
 

Jornalista esportivo há 40 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.

Fale comigo