Guarani quer ultrapassar Ponte; América precisa vencer para se aproximar da vaga

Dança miudinho quem arrisca favoritismo a esse ou aquele neste Campeonato Brasileiro da Série B, predominantemente de incertezas.

Quem contava com vitória do Atlético Goianiense sobre o Brasil, mesmo em Pelotas, nesta quinta-feira, dançou.

O Brasil até sustentava vitória por 2 a 0, mas cedeu empate por 2 a 2 já nos acréscimos.

A partir disso o jogo entre América Mineiro e Guarani, na noite desta sexta-feira em Campinas, se reveste de tremendo interesse.

Agora o América depende exclusivamente de suas forças, bastando vencer as duas partidas restantes.

Com mais três pontos, ele pula para 61 pontos, mas ainda terá que vencer o São Bento na última rodada.

Ocorre que pega um Guarani com objetivo de terminar a competição à frenta da rival Ponte Preta. Para isso basta que vença o jogo no Estádio Brinco de Ouro.

Assim, chegaria aos 47 pontos, e já não seria alcançado pela rival, cujo limite de pontuação também será nos 47, na hipótese de vencer o Brasil de Pelotas em Campinas, na próxima terça-feira.

No caso específico, com empate na pontuação, o Guarani se prevalece no critério número de vitórias.

E mesmo que perca do América, o Bugre ainda pode termina à frente da Ponte caso vença o Londrina na casa do adversário.

FIGUEIRA POR UM PONTO

A parte de baixo da classificação pode ser definida nesta sexta-feira, na hipótese de o Figueirense arrancar um ponto contra o CRB, em Maceió.

Caso isso ocorra, vai chegar aos 40 pontos e já não poderá ser alcançado por Londrina, Criciúma, Vila Nova e São Bento, todos com 36 pontos.

Mesmo que perca do CRB, o Figueirense ainda terá outra chance de escapar caso apenas empate contra o Operário, em jogo programado para Florianópolis.

CURIOSIDADE

Quem viu aquelas comemorações efusivas de jogadores do São Bento por ocasião do terceiro e quarto gols, na goleada sobre o Londrina por 4 a 1, ficou sem entender nada.

Ora, comemorar pra que se os gols não devem valer pra nada?

Pior é que a televisão flagrou na arquibancada torcedores abrindo largo sorriso com os gols. Sorrir pra que?

E acreditem se quiserem: o público pagante neste jogo em Sorocaba foi de 1.230 torcedores.

Acreditem também que o atacante Zé Roberto, do São Bento, lembrou Breno, do Figueirense, de perder gol incrível e entrar para o Inacreditável F.C.

Pois Zé Roberto perdeu gol a dois metros do goleiro adversário. Pegou de canela na bola. De certo vai culpar o gramado do Estádio Valter Ribeiro.