07
MAI
Está de bom tamanho o vice-campeonato para a Ponte Preta

A Ponte Preta chegou onde poderia chegar. Convenhamos que não se estruturou no Campeonato Paulista para ser campeã. Na prática deu uma encorpada com as entradas dos meio-campistas Élton e Fernando Bob, e principalmente com melhor sentido de organização após chegada do treinador Gilson Kleina, quando inegavelmente se superou, exceto na primeira partida da final em Campinas, goleada pelo Corinthians por 3 a 0.

Portanto, no empate por 1 a 1 na tarde deste domingo na Arena Itaquerão, os corintianos foram os lídimos campeões. Honrosamente a Ponte Preta ficou como vice.

Tivesse a Ponte se estruturado, não teria se programado apenas com o fraco lateral-esquerdo Artur, um convite para o Corinthians deitar e rolar pelo setor, e sem capacidade para jogadas ofensivas.

Aí é que verifica a dificuldade de rápida leitura de jogo da treinadorzada da nova geração.

Fábio Carille, treinador do Corinthians que trabalha bem o pré-jogo, não enxergou o óbvio: centralizar ações ofensivas no lado direito de seu ataque, até porque a cobertura de Artur era falha com o instável zagueiro Kadu da Ponte Preta, jogador claramente de nível aquém daquilo que se exige para composição do elenco potepretano.

As sucessivas falhas de Kadu obrigaram desdobramento de seu companheiro Marllon, que realizou partida irrepreensível, sendo recompensado com o gol de empate da Ponte quase no final.

Afora isso, o que se viu foi o time pontepretano bem distribuído em campo, alternando jogadas dos dois lados do campo, porém lento. Logo, possibilitou o trabalho de reagrupamento do sistema de marcação corintiano.

KLEINA

A exemplo de Carille, faltou percepção ao treinador da Ponte Preta, Gilson Kleina, para detectar que o lado direito da defesa corintiana estava despovoado, possibilitando que o atacante Lucca ficasse incontáveis vezes de mano com o lateral Facner.

Todavia, além de não ser jogador de velocidade, Lucca ainda facilita a marcação adversária ao optar quase que exclusivamente pela diagonal, quando o recomendável seria levar a bola ao fundo de campo.

Diante do quadro, o recomendável seria Kleina mudar o posicionamento dos atacantes, puxando Potkker para o lado esquerdo, na tentativa de melhorar o sentido de penetração. Isso não feito. Esporadicamente Clayson caiu por ali, visto que ganhou liberdade para se movimentar para todos os setores do campo.

A Ponte também precisa repensar a falta do jogador referência no ataque. De que adianta repetição de cruzamentos sem que haja na área o jogador de complemento?

Assim, apesar das claras limitações do Corinthians, é inquestionável que soube se organizar para não ser surpreendido. Além disso, ainda levou perigo em esporádicos contra-ataques, implicando em perda de gols através de Maicon, Romero e Jô.

Paradoxalmente, ele chegou ao gol em erro de saída de bola de Fernando Bob. O miolo de zaga da Ponte estava desguarnecido, e Romero, em duas tentativas, concluiu com sucesso, aproveitando rebote do goleiro Aranha.

NINO PARAÍBA

Há que se destacar, no time pontepretano, o bom desempenho do lateral-direito Nino Paraíba, que criou algumas jogadas ofensivas, e deu conta do recado na marcação.

A saída do volante pontepretano Jadson, no intervalo, foi providencial, pois estava sem função em campo.

Apesar das claras limitações do meia Ravanelli - o substituto - houve ganho na alteração. Melhorou o toque de bola da equipe e ele, várias vezes, arriscou finalizações, uma delas com a bola acertando a trave do goleiro Cássio.

Restou a dedução que o time da Ponte tem uma cara. Agora depende de ajustes com inclusões de outros jogadores.É imprescindível que se repense a formatação do banco de reservas, hoje desnivelado comparativamente aos titulares.

  • João da Teixeira
    11/05/2017 17:26

    Roberto, longe de ser contra ou a favor de jogadores com tendências homossexuais, acho que cada cabeça, uma sentença! Então, a brincadeira teve o objetivo mesmo de esfregar na cara de alguns bugrinos, esse preconceito além da conta, qdo noticiaram o contrato da Ponte com o Sheik. Na verdade, espero que tanto Emerson Sheik, como Richarlysson, mostrem o seu futebol que eu vi eles jogarem, só isso!

  • Moacir para Tio Lei
    09/05/2017 09:43

    Caro Tio Lei, obrigado por enxergar em mim a juventude que felizmente não tenho. Felizmente porque vi alguns jogos do timaço de 1970 e todos os de 77, o 3x1 contra o GFC e o 4x0 contra o SCCP. O 3x1 no derby me emocionou mais. E os 3x2 na final de 81?? Clássico é assim: emociona mais. Clássico é contra o GFC, não contra o SCCP. Mas prefiro que eles continuem chafurdando na A2, A3.. porque apesar de amar derby, morro de medo de perder. É isso que se sente em clássico.

  • Roberto
    09/05/2017 09:43

    JOÃO DA TEIXEIRA , ELE VAI DISPUTAR CAMPEONATO DE VOLEI SIM, E VC SSABE QUEM SERÁ O PARCEIRO DELE NO TIME ? VOU DAR UMA PISTA, É UM JOGADOR QUE GOSTA DE DAR BITOCA EM HOMEM, SABE QUEM É NÉ ??? O SUJO FALANDO DO MAL LAVADO.

  • DELEI
    08/05/2017 22:09

    A PONTE JOGOU A FINAL DO PAULISTAO SERIE A 1 O GFC DISPUTOU COM O BATATAIS E PERDEU E AINDA FALA PO FALA SERIE TIME DE VARZEA É COMPLICADO PARA OS BUGRINOS A PONTE TA NA ARGENTINA PRA JOGA EO GFC TA ONDE SACANAGEM VC VE UM DOENTE MENTAL IGUAL ESTE DUDUZINHO FALA KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  • TIO LEI para MOACIR
    08/05/2017 22:06

    Caro Moacir. Pelo jeito você deve ser jovem, e não sabe sequer 1/3 do que ouvimos quando tivemos Carlos Vacchiano e Nivaldo Baldo como presidentes. Você não deve saber a que ponto chegou a MINHA PONTE PRETA. longe de mim tentar desmoralizar ou querer menosprezar alguém. Não vou chegar a esse ponto. Eu apenas rebato no mesmo tom, aquilo que eles insinuam da MINHA PONTE PRETA. E de mais a mais, colocá-los em seus devidos lugares, não é desmoralização, é constatação.

  • CÉLIO MENDES
    08/05/2017 18:41

    Ari e a primeira vez que falo com vc e gostaria de dizer que gosto muito dos seu comentários principalmente sobre a nossa macaquinha querida. Parabéns

  • João da Teixeira
    08/05/2017 18:31

    Afinal, o Gfc vai disputar algum campeonato de voley? A última vez que vi o Richarlysson, ele estava num time de voley de Rio Pardo. Dizem que ele corta bem dos dois lados, por isso que tinha sido contratado. A torcida bugrina, com a nova aquisição no lugar do Denis Neves, só espera que ele não tome muita bola nas costas. Que ele é o jeitão do bugre, eu não tenho dúvida...

  • TIO LEI (1)
    08/05/2017 18:30

    Porque a dor de cotovelo? ANTIGAMENTE havia o CLÁSSICO CAMPINEIRO, isso QUANDO Campinas possuía duas equipes tradicionais e que DISPUTAVAM as mesmas competições. Por exemplo HOJE, se essas duas equipes vierem a se confrontar, torna-se covardia chamar de CLÁSSICO OU DÉRBI. Os chamados CLÁSSICOS DO FUTEBOL PAULISTA são travados entre as chamadas equipes GRANDES. ANTIGAMENTE, as cinco forças do estado era completada pela luluzinha, que disputava os CLÁSSICOS do futebol PAULISTA

  • TIO LEI (2)
    08/05/2017 18:29

    CONT... hoje a luluzinha perdeu seu status, E ESSA PRIMAZIA, AGORA NOS PERTENCE. queiram vocês ou não. Estou pouco me lixando ao vê-los espernear, se até a imprensa PAULISTANA assim nos rotula. Vocês INDIOZINHOS MISTOS, deveriam mais é se ORGULHAR e nos agradecer, por levarmos até Campinas, VERDADEIROS CLÁSSICOS não só do futebol PAULISTA, como agora, a partir do próximo domingo, estaremos disputando os CLÁSSICOS NACIONAIS. Viram que presentão estamos lhes proporcionando...

  • TIO LEI (3)
    08/05/2017 18:28

    CONT... em plena semana do dia das mães? Vocês são tão privilegiados, que terão a oportunidade de assistir nos enfrentando in-loco, não só os clubes que mexe com os vossos corações, como aqueles GRANDES CLUBES ESTADUAIS que vocês só tem a oportunidade de ver pela TV. Viram que não vale a pena ter "dor de cotovelo" só porque atingimos o patamar de uma das 5 POTENCIAS DO ESTADO? É como eu disse: - Vocês devem é sentir ORGULHO DA NOSSA QUERIDA E AMADA PONTE PRETA.

  • eduardo para edilson
    08/05/2017 18:27

    edilson .......com certeza nao trocaria 9 ,10 ,11 ,12 ou 13 ( ?) rebaixamentos pelo titulo de CAMPEAO BRASILEIRO . Com relaçao aos seus 9 vices.....pode ter a certeza que nao os queria ...........kkkkkk . pode ficar com eles .prefiro ser campeao uma unica vez do que ser 1 milhao de vezes VICE .

  • DE ARI PARA EUGENIO
    08/05/2017 10:25

    Prezado Eugenio, a Federação Paulista de Futebol reconheceu o vice paulista da Ponte Preta de 1929, quando a competição estadual tinha caráter de amadorismo. Depois a Ponte foi vice em 1970, em Campeonato Paulista de pontos corridos. Posteriormente disputou finais de Paulistão em 1977, 79, 81, 2008 e 2017.

  • Eugenio
    08/05/2017 10:21

    Caro Ari, por favor esclareça de uma vez por todas qts vices tem a associação ? Seriam 5 Paulistas e 1 Sulamiranda ?

  • Eugenio para Moacir
    08/05/2017 10:21

    Perfeito Moacir, muito bem colocado, concordo 100%, de maneira imparcial e sem clubismos e rivalidade, essa é a realidade.

  • COMUNICADO GERAL (1)
    08/05/2017 10:20

    Antigos e novatos parceiros ainda insistem em identificar torcedores rivais como ELA, na tentativa de deboche com rotulação de feminino. Igualmente repetem citações como galinha, xita, chiqueirão, etc, porém todas modificadas para o palavreado normal. Informo que não vou mais me ater ao cuidado de edição. Vou censurar publicações com esses abusos.

« Anterior : [ 1 ] 2 3 4 : Próxima »
06
MAI
Que boleiros da Ponte Preta esfreguem na cara de incrédulos o título paulista

No fundo, bem no fundo mesmo, cerca de 90% dos torcedores pontepretanos já jogaram a toalha. Estão incrédulos de que o milagre possa ocorrer, e a Ponte Preta saia campeã paulista da Arena Itaquerão neste domingo, diante do Corinthians.

E se o milagre acontecer? De certo o sempre polido treinador Gilson Kleina habilmente compartilharia o feito com subordinados e equipe de trabalho.

Cartolas e boleiros? Claro que esfregariam o caneco na cara de incrédulos. Falariam gatos e lagartos. E caso esteja incluso entre os desaforados, não haveria o mínimo constrangimento.

No futebol, de vez em quando o aparentemente impossível acontece. Zebronas de cair o queixo fazem parte da história para perplexidade da comunidade esportiva.

NA RELVA

Fórmula nas quatro linhas para a Ponte Preta surpreender o Corinthians e meter três gols de diferença, para tentar vencer nos pênaltis?

Construção de vitória passa inicialmente por regularidade dos jogadores pontepretanos que tanto oscilaram na competição.

Difícil apostar no sucesso sem que o atacante Lucca faça uma jogada sequer ao longo da partida, como ocorreu domingo passado.

Apesar das inerentes dificuldades para complementação das jogadas, cobra-se de Potkker que descubra atalhos para transpô-las e possa marcar a despedida da Ponte Preta com gols.

O momento se apresenta de forma que o atacante Clayson não seja rotulado apenas de incansável batalhador. O registro precisa ser de artífice de jogadas fatais contra o adversário.

Esse trio ofensivo pontepretano atua mais próximo ao gol adversário. Logo, se não empurrar a bola pra dentro, vai ficar difícil depender de projeção de zagueiro ao ataque em jogadas aéreas de bola parada.

PERDAS

O Corinthians tem perdas consideráveis com as suspensões dos meio-campistas Gabriel e Rodriguinho.

Teria mais ainda se o TJD (Tribunal de Justiça Desportiva) da Federação Paulista de Futebol não reformasse decisão anterior de postergar pena imposta ao lateral-direito Facner de suspensão de uma partida, acolhendo efeito suspensivo requerido pelo Corinthians.

Imaginem que brutal diferença favorável à Ponte Preta se o escalado na lateral-direita do Timão fosse o instável Léo Príncipe!

A Ponte, igualmente, tem perda com a contusão do zagueiro Yago, visto que o substituto Kadu, semana passada em Campinas, mostrou que carece de ritmo de jogo.

Enfim, vamos pra ‘guerra’, já que um filósofo de botequim certo dia lembrou que jogo é jogado e lambari é pescado.

Vai, então, que a pontaria dos atacantes pontepretano esteja calibrada! Vai que o goleiro Cássio reviva seus momentos de mão de ‘alface’, rebatendo bola para o seu campo de jogo. Vai que toma frangaço como já ocorreu contra a própria Ponte Preta na fase inicial do Paulistão!

E que a beirada da Ponte Preta desminta incrédulos e esfregue na cara esse título!

Seria ótimo.

  • Roberto
    08/05/2017 09:54

    PARABÉNS TIO AY, SEU TIME É COMPETENTE MESMO KKKKKKKKKKKKKKKK, PRECISA DE MUITA COMPETÊNCIA PARA CONSEGUIR PERDER SETE FINAIS KKKKKKKKKKKKKKKK, ISSO NÃO É PARA MUITOS, ALÍAIS, O NOVO HAMBURGO MOSTROU SER MENOS COMPETENTE E VENCEU O INTERNACIONAL NAS FINAIS. ENQUANTO ISSO, O CARA VEM FALAR EM COMPETENCIA, UM TIME QUE TREME SÓ DE OUVIR A FRASE " FINAIS "

  • TIO LEI
    07/05/2017 23:53

    É Paulo Sergio...É ELE mesmo, com novo pseudônimo...você acha que ELE tem coragem de assumir que é corintiano?...

  • Paulo Sergio
    07/05/2017 19:04

    Será que ele mudou de nome de novo?? Ou é o Cro-Bozó usando pseudônimo??

  • João da Teixeira
    07/05/2017 17:05

    Tudo seguindo seu rumo, São Caetano campeão da A2 e VOCEM e Brasilis mantendo os 100% da 2° Divisão. Real e a Juventus vendo quem leva a Orelhuma. ..

  • Lyon
    07/05/2017 13:37

    Daqui a pouco mais um titulo espera pelo coringão. VAI CORINTHIANNNNNNSSSSSS...

  • Paulo Sergio 1
    07/05/2017 10:57

    Nem que seja 1.000 vezes vice, meu coração será sempre PONTE PRETA. E enquanto alguns corneteiros descem a lenha na diretoria, a minha Ponte só cresce, basta ver os patrocínios e verba de TV crescendo pelas últimas campanhas, jogadores revelados, número de sócios-torcedor e exposição na mídia, me digam qual time do interior do Brasil usa ADIDAS? Me digam qual time do Brasil mandou 6 jogadores da base para a seleção? cont..

  • Paulo Sergio 2
    07/05/2017 10:56

    Qual time do Brasil fechou os dois últimos anos com superavit de $ 470.000 e 660.000 respectivamente? Qual time do interior não deve um tostão a ninguém, fornecedores, município, estado e união? só a Ponte!! Portanto, não me importa caso venha mais um vice, o que me importa é o crescimento ABSURDO e INQUESTIONÁVEL que estamos tendo!! Eu sou um TORCEDOR QUE TEM UM TIME!!

  • Tony
    07/05/2017 10:55

    Semana começa a toda em Campinas. Na 3a feira viagem internacional; no domingo estreia no Brasileirão Serie A; enquanto isso na 2a Divisão......

  • BARBA
    07/05/2017 10:55

    A final é Corinthians X Ponte Preta! o resto, senta, e torce....Macaca querida, amor da minha vida.....

  • João da Teixeira
    07/05/2017 10:55

    Mar, essa possibilidade ainda assusta os bugrinos. Em sã consciência, ainda não comentam nada com medo que ocorra o imponderável na cabeça deles, mas que morrem de medo, se morrem. Depois que o juiz apitar, é que virão aqui encher o saco, já que o time deles ainda não fez nada em 2017. Então, hoje, os Cúrinthianos de verde de Campinas, só tem isso para fazer. Deus queira que fiquem mudos a partir da noite de hoje...

  • João da Teixeira
    07/05/2017 10:54

    Citei no meu post anterior, uma das frases mais usadas qdo. se quer que ocorra alguma coisa favorável, "SE DEUS QUISER". Em se tratando do jogo de hoje, só por Deus, para ela ser campeã. Só a torcida da Ponte junto com mais 167 milhões de brasileiros que torcerão, porque os outros 32.970.000 são curinthianos e o restante são os 3% da população metropitana de Campinas que não vai torcer, por motivos óbvios, não tem para quem torcer, ou melhor, tem muitos times para torcer...

  • TIO LEI - ORGULHO EM SER PONTE PRETANO
    07/05/2017 00:30

    Sim. É verdade. Estamos a ponto de sermos vice-campeão Paulista pela sétima vez. Se atingimos essa marca, é por que tivemos competência para disputar de igual para igual com quem quer que fosse. Se chegamos à essas condições, foram por méritos, por mostrar que somos uma equipe competitiva. Parabéns PONTE PRETA, MACACA QUERIDA. Temos ORGULHO de você PONTE PRETA. Tenho ORGULHO EM SER PONTE PRETANO.

  • Mar
    06/05/2017 23:34

    Nossa! Aonde estao os comentarios dp Eduardo, sao tao profundos!!!

Confiram as Postagens Anteriores:

1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14 
 

Jornalista esportivo há 40 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.

Fale comigo