08
NOV
País em ebulição quebra um pouco o impacto do dérbi

Em 1987 a Ponte Preta havia sido rebaixada do Paulistão, mas, de posse de uma liminar, ingressou na competição da temporada seguinte.

Aí clubes adversários provocavam boicote nos jogos, até que a liminar foi cassada, e isso evitou que o Guarani provocasse WO em dérbi.

Essa e outras partidas que marcaram dérbis são contadas na coluna Cadê Você, já no ar.

Dizem que o dérbi campineiro é um tema tão singular que não permite compartilhamento de outras pautas ligadas ao futebol ou assuntos relevantes.

STF

Era. Os tempos são outros. Com ingresso na carta bíblica Apocalipse, em que coisas inimagináveis passam a acontecer, não há como ignorar a crise institucional instalada no País, com a reprovável decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) de admitir recursos protelatórios para que condenado evite o cárcere após decisão judicial em segunda instância.

A benevolência do STF permitiu que o ex-presidente Lula troque o suor em esteira na sala da Polícia Federal de Curutiba pelas ruas, quando o suor escorre pela camisa em habituais comícios para convertidos.

Claro que entre os convertidos estão milhares de dependentes de partidos ligados à esquerda, como assessores, comissionados, sindicalistas, diretores de ongs, incautos, e por aí vai. E até se compreende a dependência.

Duro é saber que pessoas esclarecidas, que viram o tamanho da roubalheira, conferiram 'grana' alta devolvida aos cofres públicos, ladrões confessos e delatados, e ainda se finguem de cegos.

RUY BARBOSA

Nessas ocasiões o saudoso jurista, escritor e político brasileiro Ruy Barbosa (foto), nascido em 1849, é lembrado quando citou que 'de tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra; de tanto ver crescer a injustiça; de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto'.

Ebulição social parece iminente. Agora racharam de vez o país, e as consequências são iminagináveis.

Oxalá o Congresso Nacional tenha a prudência de corrigir o desserviço feito pelo STF e restaure a prisão em segunda instância, para que criminosos, de toda espécie, não tenham liberdade, principalmente aqueles abastados que podem pagar advogados caríssimos.

DÉRBI

Véspera do jogo no Estádio Brinco de Ouro, fogos aqui e acolá sinalizam que há um dérbi à vista.

Barulheira nos dois estádios é a clara constatação de gente desocupada ou desempregada ao longo do dia, com pretensão de transportar energia às suas respectivas equipes.

Se em outros tempos, quando Guarani e Ponte Preta montavam equipes qualificadas e renovavam esperança de vitória aos seus torcedores, agora arrisca-se quem transporta favoritismo para quaisquer dos lados.

O bordão 'dérbi é dérbi' está presente mais de que nunca no jogo da tarde deste sábado, no Estádio Brinco de Ouro, com torcida apenas do mandante.

Se há uma certeza no pós-jogo é que o treinador perdedor vai continuar com vínculo empregatício, diferentemente de outras ocasiões, quando a derrota representava caminho da rua.

Que por ora o treinador bugrino Thiago Carpini é imexível, ninguém duvida.

Se havia receio em relação a Gilson Kleina, o presidente pontepretano Sebastião Arcanjo fez questão de antecipar que ele continua no cargo.

  • Tito
    09/11/2019 12:22

    Virtude, Honra e Honestidade, princípios ausentes no nosso dia-a-dia...infelizmente. Reitero parte da sua cronica, quando vc diz que pessoas esclarecidas se fingem de cegos diante de tantos crimes e desmandos, e o que é pior pessoas que se fingem de celebridades intelectuais arrastam multidões com suas opiniões parciais e tendenciosas. Pobre povo brasileiro, que idolatram Lula e Bolsonaro mais do que amam a si mesmos e ao Brasil.

  • Paulo Sergio
    09/11/2019 12:21

    Prezado Tio Lei, que prazer ver e ler seus posts aqui novamente, sempre com muita coerência e inteligência. Queira ou não, tanto afetos quanto desafetos sabem que o blog com sua presença é outro, digo, com seus posts assertivos tanto na crítica quanto nas respostas aos ataques a quem quer que seja. Espero que nessa nova fase do blog os ataques fiquem de fora e tratemos apenas do futebol.

  • Paulo Sergio ll
    09/11/2019 12:20

    Quanto ao derbi, que vença o que jogar melhor e merecer! sem guerra física nem quebra-quebra!

  • Rodrigo U.
    09/11/2019 10:45

    Ano medíocre para a Ponte em todos os sentidos, tanto em campo como na esfera administrativa. Fazendo uma retrospectiva, não houve nada relevante para ser lembrado, reflexo disso é o estádio cada vez mais vazio. O que se vê é uma disputa ridícula por poder, onde a oposição no clube é fraquíssima, sem representatividade nenhuma e serviu apenas para jogar mais um ano no lixo.

  • DE ARI PARA TIO LEI
    09/11/2019 10:44

    Seja bem-vindo novamente, Tio Lei. Suas postagens em muito contribuem ao debate propositivo da Ponte Preta, e, por extensão, ao futebol de Campinas. Que tenhamos um dérbi de paz.

  • TIO LEI - PAZ NO DERBI -I
    09/11/2019 10:38

    Olá meu caro Ari. é um prazer voltar a falar contigo. Havia me proposto, manifestar-me em seu blog, apenas após o tão falado DERBI. Mas algo me impulsiona a quebrar esse propósito. De a muito me preocupo não somente com a NOSSA AMADA PONTE PRETA, isso porque, muito me entristece o que alguns imbecis podem protagonizar em caso de derrota de seu time. Não estou dizendo do torcedor especificamente desta ou daquela equipe, pois imbecil tem de ambos os lados ...

  • TIO LEI - PAZ NO DERBI -II
    09/11/2019 10:38

    ... espero de coração, independente do resultado, que o vencedor saiba comemorar sem extrapolar e que o torcedor da equipe que sair derrotada, não faça besteiras, lembrando de que nada adiantara sair aprontando com atos de vandalismo ou agressões. Se levarmos em conta, qual diretoria fez por merecer sequer a presença do torcedor no estádio. Não houve o mínimo respeito com o torcedor tanto de uma como da outra equipe. Nada ira justificar atitudes descabidas contra seu semelhante...

  • TIO LEI - PAZ NO DERBI -III
    09/11/2019 10:38

    ... portanto, caberá ao vencedor TODO O DIREITO de "zuar" o perdedor, e caberá ao torcedor derrotado o direito de protestar contra seus time e principalmente contra seus dirigentes, mas isso não lhes dá o direito a agredir fisicamente a quem quer que seja. Aos torcedores "de plantão", lembrem-se que qualquer ato mais hostil, poderá acarretar em SEVERA PUNIÇÃO contra o clube. Imaginem ter que ver seu time perdendo cerca de 10 (dez) mandos de campo, como já ocorreu em um passado ...

  • TIO LEI - PAZ NO DERBI -IV
    09/11/2019 10:38

    ... recente com a nossa GLORIOSA PONTE PRETA, ou seja, se você estiver esbravejando contra erros da administração de seu clube, derrepente, você mesmo poderá trazer muito mais problemas e estar colaborando para que sua equipe tenha muito mais prejuízo tanto técnico como financeiro na próxima temporada. BOM DERBI A TODOS, e é claro, eu espero que A NOSSA AMADA PONTE PRETA seja a vencedora. Que Deus os abençoe.

07
NOV
Diferentemente de outros dérbis, agora o técnico perdedor não vai cair

Diante de tantas incertezas provocadas por ocasião de um dérbi, parece que uma coisa é certa, a partir da noite de sábado, quando se fecharem as cortinas do espetáculo: treinadores Thiago Carpini e Gilson Kleina, de Guarani e Ponte Preta respectivamente, vão continuar nos cargos, diferentemente de outras ocasiões em que o destino reservava ao perdedor o caminho da rua.

Gilson Kleina: Ponte Preta
Gilson Kleina: Ponte Preta
Se havia dúvidas em relação a Kleina balançar ou se transfomar em suposta vítima na hipótese de derrota da Ponte Preta, o novo presidente do clube, Sebastião Arcanjo, o Tiãozinho, tratou de desfazê-la, ao antecipar a permanência do treinador.

Por ene razões o novato Thiago Carpini é imexível na atual conjuntura, seja qual for o desfecho do Guarani no sábado.

Dirigentes bugrinos já deram mostra de gratidão ao interino pela arrancada da equipe neste segundo turno da Série B do Campeonato Brasileiro, e não espantem se já tiverem em negociação pra que seja efetivado no cargo.

Será que já não estão em curso os primeiros passos de planejamento do elenco para 2020?

Carpini está no lucro depois das caneladas daqueles que o antecederam, casos de Vinícius Eutrópio e Roberto Fonseca.

Thiago Carpini: Guarani
Thiago Carpini: Guarani
FAVORITISMO

Vulgarizaram a palavra favoritismo, que traduzida metaforicamente na linguagem do futebol significa atribuir vantagem ao adversário.

Não bastasse o zagueiro Renan Fonseca ter feito uso indevido da palavra, ao atribuir favoritismo ao Guarani, o também zagueiro bugrino Luís Gustavo copia o mau exemplo ao destinar suposta vantagem à Ponte Preta.

Alô 'becaiada': de certo os seus torcedores não gostaram nem um pouco desta vulgarização da palavra favoritismo. Eles preferiam ironias do saudoso lateral-direito bugrino Mauro Cabeção, quando falava em vencer o rival com facilidade, assim como o então zagueiro pontepretano Juninho Fonseca devolvia a provocação.

Prestem atenção Renan Fonseca e Luís Guilherme: dérbi é coisa sagrada para os respectivos torcedores rivais. Logo, nem instintivamente vocês devem atribuir favoritismo ao adversário.

Aprenderam?

  • Tito
    09/11/2019 12:22

    Pra cima deles Bugrão, jogo vai ser decidido no tapetão...tapetão do Brinco de Ouro...kkk Aqui o STF é Suor, Torcida e Fibra...o chão vai tremer...

  • Wanderlei
    09/11/2019 10:36

    Em campinas tá tudo normal ! já ganhamos o "Campeonato a parte", o derby em questão é Se o gfc vai "quebrar" o tabu de 10 anos da série B ou os 7 anos da última vitória do gfc... o resto é blá blá blá.... EU TE AMO PONTE PRETA!

  • Barba
    09/11/2019 10:34

    São mais de 7 anos sem perder ! O time do GFC é fraquinho. Basta Cajá e roger estarem inspirados. Mas dérbi é dérbi.

  • João da Teixeira
    08/11/2019 17:47

    Boa tarde fiéis torcedores dos times de Campinas. Lembro dos derbys da outrora Campinas, Capital do Futebol, hoje, um arremedo de derby, estamos se contentando com tão pouco. Espero que os dirigentes tomem devidamente ciência que, se a categoria nao é mais aquela de outrora, mas a raça e o suor tem que ser iguais ou até maior para compensar o fraco futebol de ambos e que vença o melhor. Parabéns Ari, por ter voltado. Estava meio longe disso que hoje chamamos de futebol.

  • Mabilia
    08/11/2019 15:13

    Dar favoritismo ao adversario, é antecipar ao jogo, ou preparar a torcida para a derrota.Renan Fonseca, prepare-se esse vai ser uns dos ultimos jogos na Ponte!

  • Jose Ricardo
    08/11/2019 15:13

    Dérbi??? Vai ter dérbi???? Melhor eu voltar a assistir os elefantes e suricatos na National Geografic....

  • Profeta da Tribo
    08/11/2019 15:11

    Ari, acho que existe uma possibilidade de queda do Kleina, caso o Bugre aplique uma goleada. Mas isso é improvável. Acredito na vitória bugrina, mas não de goleada. O Bugre chega com um time bem organizado, que tem muita raça e um misto de humildade e confiança. Acredito que as partidas contra Atlético-GO e Sport devam ser uma inspiração para o Guarani. Tem que entrar da mesma forma. A chuva me preocupa, o Bugre não foi bem quando chove muito.

Confiram as Postagens Anteriores:

1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14 
 

Jornalista esportivo há 40 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.

Fale comigo