31
MAR
Partidarizar paralisação do futebol é doído

Observem atentamente posturas de vários formadores de opinião que se posicionam favoráveis à paralisação do futebol no Estado de São Paulo.

Parte considerável diz se escorar na ciências, justifica estar amedrontada com o crescente índice de mortalidade por Covid-19 nas últimas semanas, mas vê-se também que alguns politizam a discussão, e não me venham dizer que estou vendo fantasma.

Certos formadores de opinião, esquerdistas de carteirinha, têm ódio mortal do presidente Bolsonaro.

O que tem a ver uma coisa com outra?

Tudo a ver.

A postura inicialmente equivocada de Bolsonaro ao dar de ombros à Covid-19 continua como combustível para ataques a tudo que ele seja favorável.

Se Bolsonaro ainda se manifesta contra o fecha-fecha, e o futebol insere-se neste contexto, aí uns e outros propositalmente misturam estação, não perdem a oportunidade de evocar a ciências, e até se alinham à postura do governador João Dória, mesmo torcendo o nariz para atos dele fora da pandemia.

NOVOS PROTOCOLOS

Esses mesmo formadores de opinião não recuaram um milímetro de suas posições, mesmo com indubitável reforço de segurança nos protocolos de saúde, que a Federação Paulista de Futebol apresentou ao Ministério Público estadual.

Se até então o atleta voltava à sua casa após os treinos, a proposta agora foi confinamento. Isolamento em hotéis ou centro de treinamentos.

Risco de contaminação inexiste?

Claro que não. Convenhamos que é infinitamente menor, comparável aos abusos por aí, que implicam em desenfreada propagação do vírus.

Qual o risco de contaminação se o deslocamento do atleta passaria a ser do gramado à concentração?

Se antes se submetiam a dois testes para diagnóstico do vírus, agora a testagem seria basicamente dia sim, dia não.

Aqueles penetras em dias de jogos receberam o 'cartão vermelho'. Logo, apenas os tidos como imprescindíveis seriam admitidos no gramado.

TURMA DO CONTRA

Mesmo assim, a turma do contra continuou insensível.

Pior: ainda contesta o pessoal favorável que a bola volte a rolar imediatamente. Criticam-nos de insensíveis e desumanos.

Tudo bem. Se metaforicamente o poste mija no cachorro, não se surpreenda com mais nada.

Está se cumprindo Apocalipse, a última carta da Bíblia.

INFORMACÃO

Coluna Informacão deixou de ter periodicidade semanal.

Todavia, quando atualizada, como agora, vem recheada de fotos que mostram o compartamento animal, por vezes mais receptível de que o humano.

Coluna continua acessada a partir do link Anda Campinas.

  • ANTONIO CARLOS
    01/04/2021 10:59

    Está CIENTIFICAMENTE comprovado que o futebol tem o ambiente de trabalho mais seguro do planeta. Atletas e todos os envolvidos são testados repetidamente, além de contarem com cuidados extremamente diferenciados. O mundo está errado, só o DITADOR DORIA e um bando de esquerdopatas, que nunca gostaram de trabalhar, estão certos. Hipócritas. Canalhas. A estória vai mostrar!

  • Antonio Carlos
    01/04/2021 00:32

    O Mito está certo! Protegendo o Brasil desses canalhas corruptos. A verdade virá!

  • marcio
    01/04/2021 00:32

    Ari, A saber: sou de vies para direita.Sem esquecer, jamais, dos desfavorecidos,mas...a matemática era simes: fechameto COM vacinação. Médicina não é ciências exatas, mas em muitas situações o...óbvio é o óbvio. Simples assim.

  • TIO LEI
    31/03/2021 20:09

    ... agora cobram que ele não teve "pulso firme". Qualquer atitude contrária por parte do Jair, caberia processo de impeachment, aliás, é isso que que a esquerdalha queria que ele fizesse, como ele se mantem firmes em seus propósitos de DEVOLVER A DIGNIDADE ao cidadão de bem desse nosso país, isso faz com que "os idiotas" continuem seu objetivo de não falar coisa com coisa. Realmente, errado estamos nós em dar-lhes atenção.

  • TIO LEI - I
    31/03/2021 20:08

    É Ari. Pensei que esses caras apenas se faziam de idiotas tendo como único objetivo atacar o presidente. Cheguei a conclusão que não adianta "dar corda" pois "os caras" não se fazem de idiotas, eles o são na verdadeira concepção da palavra. Só idiota esquerdopata não vê o tanto de dinheiro que foi colocado nos estados, não veem que o Jair sempre brigou para que as empresas e seus trabalhadores não parassem, os caras esquecem que o STF deu toda autonomia aos governadores ...

  • Edson
    31/03/2021 13:39

    Se o Jair tivesse um interesse, competência, atitude genuína e compatível com o cargo que ocupa, CERTAMENTE, estaríamos em outro nível de discussão. Entretanto, alguns aí tratam o futebol como algo alheio a pandemia, alheio a política....(onde se lê alheio podemos substituir alienado). Só precisávamos de duas coisas do Jair: VACINA e DINHEIRO na economia (economia=pessoas empresas) uma pessoa que não entende isso não poderia chegar a presidente. Entretanto, NINGUÉM foi enganado!!!

  • Ric
    31/03/2021 13:31

    Bom saber que vc não subscreve a imbecilidade coletiva dos esquerdopatas que defendem controle social absoluto e lockdowns absolutamente ineficazes, Ari - já ficou confirmado, em vários estudos ao redor do mundo, e reconhecido pela criticada OMS, que tais medidas draconianas têm efeito quase nulo sobre a pandemia. Ao contrário: o fechamento generalizado da atividade econômica ACELERA os efeitos negativos dessa pandemia. Fechar jogos de futebol sem torcida é ridículo.

29
MAR
Generosidade sim, mas com chapéu alheio não, senhores diretores da Ponte Preta

Yuri, da Ponte Preta
Yuri, da Ponte Preta

É louvável atos de caridade da população neste momento difícil em que passa o País, com a pandemia da Covid-19.

Medidas restritivas de circulação de pessoas, tomadas por gestores públicos, que visam contenção da onda, também mostram o outro lado da moeda: desemprego e fome.

Felizmente tem crescido adesões às propostas de arrecadação de alimentos para saciar desfavorecidos nesta circunstância, o que mostra que nem tudo está perdido em tempos do prevalecimento da insensibilidade.

É sabido que a diretoria da Ponte Preta aplicou multa ao lateral-esquerdo Yuri, por descumprimento dos protocolos de saúde determinados pelo clube, ao programar festa entre familiares.

CESTAS BÁSICAS

Aí o site oficial do clube, na edição desta segunda-feira, informou que ao receber o valor da multa a diretoria optou por acrescentar importância equivalente e assim totalizar o equivalente a 140 cestas básicas.

Seria tamanha generosidade se o valor complementado saísse do bolso dos dirigentes ou se cotizassem grupos de empresários para doação.

Ponte Preta é uma instituição sem dono, ou melhor: os verdadeiros donos são os torcedores.

Logo, dirigentes não têm o direito de tomar decisão de doação como se interpretassem posição representada pela totalidade.

Pra evitar mal-entendido, não se trata de contestar doação em si, absolutamente.

CHAPÉU ALHEIO
A rigor, biblicamente aprendemos com Jesus a partilhar o nosso pão com o próximo, como ele nos ensinou em Mateus 14:16: “Eles não precisam ir embora. Dai-lhes vós mesmos de comer”

Portanto, nada é tão abençoado como dividir o que temos com o nosso próximo.

O discordante é praticar generosidade com chapéu alheio. O correto seria pessoas endinheiradas ou de sensibilidade mexerem nos próprios bolsos.

E isso tem de sobra nos meios pontepretanos.

  • Edson
    31/03/2021 13:43

    Engraçado... Não ouvi dizer que alguém seja político ou não precise sair divulgando se faz caridade ou não (Um dia Ele, que anda distante do coração de muitos disse: "que a sua mão esquerda não saiba o que faz sua mão direita", ou algo parecido. Um governo acerta e erra, e isso não é só aqui no Brasil. Vacina e dinheiro na economia (economia = pessoas empresas) uma pessoa que não entende isso não poderia chegar a presidente. Entretanto, NINGUÉM foi enganado!!!

  • Mabilia
    30/03/2021 20:35

    Caro Ariovaldo, data venia da forma mais respeitosa, a AAPP não é entidade filantrópica para sair por aí distribuindo cesta básica para os necessitados , ocorre que aproveitou a multa do atleta e fez essa doação. Isso deveria ser uma iniciativa dos empresários prefeito vereadores ( essa corja de canalhas de políticos assassinos da patria) deputados, senadores e governadores que não abre mãos de seus salários. Até hoje no auge da pandemia ...

  • Mabilia
    30/03/2021 20:33

    ... até hoje no auge da pandemia não ouviu falar que algum politico canalha tenha doado parte de seu salário para os mais necessitados . O unico culpado desta pandemia continua sendo o Bolsonaro, para esses covardes , ladrões sem vergonha na cara, que receberam milhões de reais e enfiaram no bolso . Pobre país, de um povo covarde totalmente sem iniciativa esperando cair do céu a cura da pandemia.

  • Edson 1
    30/03/2021 14:00

    DELEGAR = Atribuir poder a alguém para que esta pessoa o(a) represente; enviar um representante. Quando eleitos, ou indicados, ou de qualquer outro jeito que isso funcione, de alguma forma, a esses diretores foram DELEGADAS atribuições, seja: contratar jogadores, dispensar os mesmos; contratar treinador, dispensar o mesmo; aprovar orçamentos, reprovar os mesmos; aprovar reforma do gramado, reprovar tal reforma, aprovar....; autorizar DOAÇÕES, reprovar DOAÇÕES.

  • Edson 2
    30/03/2021 13:59

    Todas essas ações foram DELEGADAS à diretoria. Os verdadeiros donos, endossam os atos da mesma, pois a diretoria foi ELEITA. Esta, erra aqui, acerta acolá (ultimamente mais errando, diga-se de passagem). Entretanto, ao publicar a ação de generosidade, aparece no site oficial do clube que a DOAÇÃO foi feita em nome da instituição.

  • Edson 3
    30/03/2021 13:59

    Eu posso discordar, assim como posso discordar de qualquer ação da diretoria, mas nenhum diretor atribui para si a ação. Se a mesma constar na prestação de contas, onde estaria o “CHAPÉU ALHEIO”???

  • TIO LEI
    30/03/2021 13:58

    Isso é próprio desse dirigente partidário, fato muito comum "nos meios" que ele frequenta. É muito fácil fazer boas ações utilizando proventos QUE NÃO LHE PERTENCEM, e sair como "O Bom Samaritano" da história, isso sem contar que a instituição PONTE PRETA passa por sérias dificuldades financeiras, né? Mas, mudando de assunto, e o caso NILTINHO, ninguém fala mais nada? Vem ou não vem? Já "se acertaram" ou não? Levaremos mais QUANTOS MESES, para se ter uma posição definitiva?

  • Edson
    30/03/2021 13:58

    DELEGAR = Atribuir poder a alguém para que esta pessoa o(a) represente; enviar um representante. Quando eleitos, ou indicados, ou de qualquer outro jeito que isso funcione, de alguma forma, a esses diretores foram DELEGADAS atribuições, seja: contratar jogadores, dispensar os mesmos; contratar treinador, dispensar o mesmo; aprovar orçamentos, reprovar os mesmos; aprovar reforma do gramado, reprovar a reforma, aprovar....;autorizar DOAÇÕES, reprovar DOAÇÕES.

  • Edson
    30/03/2021 13:57

    Todas essas ações foram DELEGADAS à diretoria. Os verdadeiros donos, endossam os atos da mesma, pois a diretoria foi ELEITA. Esta, erra aqui, acerta acolá (ultimamente mais errando, diga-se de passagem). Entretanto, ao publicar a ação de generosidade, aparece no site oficial do clube que a DOAÇÃO foi feita em nome da instituição.

  • Edson
    30/03/2021 13:56

    Eu posso discordar, assim como posso discordar de qualquer ação da diretoria, mas nenhum diretor atribui para si a ação. Se a mesma constar na prestação de contas, onde estaria o “CHAPÉU ALHEIO”???

Confiram as Postagens Anteriores:

1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14 
 

Jornalista esportivo há 40 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.

Fale comigo