10
MAI
Guerreira e aplicada, Ponte traz classificação da Argentina

Guerreira, a Ponte Preta trouxe da Argentina a classificação à segunda fase da Copa Sul-Americana, após empate por 1 a 1 com o Gimnasia La Plata na noite desta terça-feira. Ela foi favorecida pelo gol fora de casa, após ter empatado em Campinas sem abertura de contagem.

Todas as honras ao goleiro Aranha que praticou duas defesas difíceis, uma em cada tempo, principalmente o chute à queira roupa do lateral Oreja aos 36 minutos do segundo tempo.

Não erra quem diz que o time argentino é bem limitado tecnicamente, mas é necessário que se reconheça que ‘suou sangue’ na tentativa de alcançar a classificação. Correu demais.

Também bateu demais com complacência deste árbitro uruguaio Esteban Ostojich que permitiu claros lances de violência, e injustificadamente expulsou o treinador Gilson Kleina, da Ponte.

Considere as circunstâncias adversas enfrentadas pela Ponte Preta, vinda de cansaço natural de uma final de Paulistão contra o Corinthians, no domingo.

Leve em conta também o desmonte do esquema ofensivo sem Potkker - já no Inter (RS) - e Lucca, suspenso.

Foi válida a preferência pelo meia Ravanelli para se adotar o esquema 4-4-2, mas a escalação do atacante Yuri só se justiçaria como precaução defensiva na bola aérea adversária.

É natural que um garoto recém-saído dos juniores, como ele, não teria malícia para prender a bola no ataque com o distanciamento natural dos companheiros, mais retraídos.

Assim, afora a complementação de jogada dele depois de boa troca de passes aos onze minutos do segundo tempo, foi nulo ofensivamente.

Aí, quem ousou defender a escalação do atacante Lins desde o início teve que se curvar à realidade, pois ao substituir Yuri não acrescentou absolutamente nada.

RODAR A BOLA

Foi correta a planilha de jogo da Ponte em se precaver com duas linhas de quatro e rodar a bola na maioria das vezes sem pressa.

A estratégia era manter a posse e esperar um atalho para espetar.

Isso ocorreu em três ocasiões, duas delas quando Élton e Nino Paraíba preferiram arriscar equivocadamente finalizações ao passe para companheiros mais bem colocados

O gol da Ponte surgiu no desdobramento de cobrança de falta. Ravanelli levantou e Élton testou aos 26 minutos.

Até então, a Ponte tinha o domínio da partida e não havia sido ameaça. Aí, em rebote defensivo pontepretano no minuto seguinte, eis que o atacante Clayson não acompanhou Rinaudo, que finalizou bem e empatou.

A Ponte sentiu o gol e se desencontrou no restante do primeiro tempo, permitindo que o adversário rondasse a sua área e matasse no nascedouro a sua tentativa de organização ofensiva.

SEGUNDO TEMPO

Após o intervalo, a Ponte Preta havia retomado o ritmo inicial, passava a trabalhar a bola e controlava a partida.

Isso se arrastou até os 30 minutos do segundo tempo, quando o time argentino partiu para o tudo ou nada, lançando-se desesperadamente ao ataque.

Aí pesou o cansaço do time pontepretano, que obrigatoriamente teve que se resguardar para segurar o resultado.

Foi aí que apareceram com frequência as falhas do lateral-esquerdo Artur e zagueiro Kadu, porém compensadas com o aglomerado de jogadores pontepretanos defendendo.

No apito final do árbitro uruguaio, um alívio para o pontepretano.

  • Eugenio
    12/05/2017 15:40

    P. Sergio, saiu no GE, titulos importantes sao os de carater nacional e internacional, por clubes, e por seleções. Portanto titulos regionais, estaduais, não são titulos considerados importantes, mas nem isso vcs conseguem ... tbm saiu desde o inicio dos pontos corridos a associação tem quase a pior media de PP, a pior é o Atl-GO. Vcs são insignificantes e meros co-adjuvantes.

  • De Eugenio para P. Sergio
    12/05/2017 15:39

    Vez com s ... alem de masoquista é analfabeto ... te respondo qdo vc acabar o Mobral ...

  • Paulo Sergio
    11/05/2017 17:27

    Sinceramente Eugênio, cada vês que você escreve se mostra mais incoerente e descontrolado, estou até começando a pensar que você deve ser o Eduardo com o terceiro pseudônimo, não é possível!!! Portanto só vou responder a última frase do seu post com uma pergunta: Se nós torcedores da 5º força de SP que disputa todos campeonatos da ELITE do país Sulamericana temos problemas mentais ou somos masoquistas, que nome ou condição humana se dá a vocês???

  • Paulo Sergio
    11/05/2017 17:27

    Fiquei sabendo que esse zagueiro que vem para a Ponte tinha assinado pré-contrato com o Ituano a 8 (Oito) meses atras, porém quando soube do interesse da Ponte não exitou e pediu seu empréstimo para defender a MACACA com o seguinte argumento: "Joguei no 2º time de Campinas (Red Bull) não posso perder a chance de jogar no 1º (Macaca) e quanto ao 3º (gfc) nem que me oferecesse um caminhão de dinheiro, só disputa VÁRZEA e não paga nem a luz!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...

  • Tito
    11/05/2017 13:20

    O jogo foi dramático mais pelo cansaço e desgaste do time do que pelo adversário. Um clube para ser potência de fato tem que ter força nos bastidores do futebol. É inadmissível um time disputar uma competição internacional e a CBF e FPF não se manifestar a favor do filiado.

  • Marcelo
    11/05/2017 13:19

    Alo, Alo, torcida inimiga!!! A Ponte classificou, agora vamos torcer por um sorteio ruim para definir o proximo oponente e depois ficar na frente da TV secando, afinal de contas, nao temos mais o que fazer nao e mesmo???Opa, tambem temos que torcer, e muito, para nao voltar rapidinho para a serie C!!! Pergunta; o forte Batataissss joga a serie C???

  • delei
    11/05/2017 13:16

    se inveja matase este eduardo esta morto bom eo gfc que disputou uma vaga com o batatais e perdeu tem 19 time pra vc ver no brasileirao serie A kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk so pennnaaaa que voaaaaaaaaaaaaaaaaa

  • marcelo
    11/05/2017 13:16

    eu, representante dos 3%, tenho que comentar... voces pensam que vao onde com esse esquema de 4 volantes e 5 zagueiros? o time do gimnasia, esta em 14 no camp. argentino....e voces, nao deram um chute a gol sequer.... pra variar o aranha salvou voces de novo. na verdade, com esses esquemas, voces deveriam mudar de mascote, chamar de cachorrinho de apartamento...so late. agora vao passar 38 rodadas se defendendo contra o rebaixamento... isso e vida??? rsrsrsrsrsrs

  • Eugenio
    11/05/2017 13:15

    P. Sergio, qdo alguem escreve asneiras como vc, é necessario uma correção pois nenhum camp estadual pode ser mais dificil q competições a nivel nacional. Concordo q entre os camps estaduais o de SP é o mais dificil. Portanto vc tem q comparar maças com maças, peras com peras. Mas tbm é verdade q não se pode esperar muito dos torcedores virgens, so de escolher torcer pra esse time ja mostra alguma deficiencia mental ou no minimo masoquismo.

  • TIO LEI
    11/05/2017 13:13

    Eugenio. Faça um favor...estou sem internet (???? kkkk) Voce pode me informar que horas será o jogo da NOSSA PONTE PRETA, em qual canal da PREMIERE irá passar...teremos as estreias do Xuxa e do Emerson? O jogo está confirmado para domingo mesmo, né? Qualquer coisa o tal de john pode também informar, até o eduardo (mas com o pseudônimo de betao do dic vi) aí ele às vezes até me engana. Aproveito para perguntar, vocês irão assistir pela TV ou irão ao NOSSO ESTÁDIO? Seus MISTOS.

  • Mar
    10/05/2017 23:59

    Nossa!!! Eduardo, voce falou do seu bugrao? Comentarios bem profundos!!!!

  • Paulo Sergio
    10/05/2017 18:28

    Eugenio, sem noção e sem educação é você que se acha o intelectual e inteligente ofendendo as pessoas chamando-as de burro, ignorante, idiota etc. Não fui eu quem disse que o camp. paulista ELITE é o mais difícil do país, TODA CRÔNICA ESPORTIVA do Brasil diz isso o tempo todo, quem sou eu para contestá-los? Eugenio, Educação e conhecimento não se impõe, adquiri-se do berço e ao longo da vida!! Mas eu entendo seu desespero, fique tranquilo!!

  • Carlos de Barão
    10/05/2017 18:27

    Não entendi a cobrança contra o garoto Yuri ! Ele fez bons passes no meio, tem toque diferenciado, ganhou algumas disputas pelo alto e não deixou de fazer nada que qualquer atacante faria quando é bem marcado. A Ponte já escalou dezenas de atacantes que ficavam isolados sem fazer absolutamente nada, mas o garoto não pode, né !

  • Antonio Carlos
    10/05/2017 13:39

    Tudo bem, a Ponte foi guerreira, mas eu acho que este esquema com três volantes do Gilson Kleina, com estes jogadores, não vai favorecer a Ponte ser competitiva no Brasileirão. O time pode até controlar a bola, mas não tem penetração nem agressividade. No final, toma sufoco, quando não precisaria. Creio que o melhor seria jogar com um armador e três atacantes, ou dois armadores e dois atacantes.

  • João da Teixeira
    10/05/2017 13:39

    Assisti uma matéria hoje no Globo Esporte sobre a harmonia entre times de futebol. Na matéria mostrou sobre o bom relacionamento entre times rivais no campeonato. Que o ônibus do Paissandu foi buscar o time do Santos no aeroporto. O Santos, por sua vez, no jogo de ida, emprestou o centro de treinamento para o Papão. O Santos, nesse quesito, é hor concour, já que em Santos, a rivalidade entre a torcida Peixeira e da Lusa praiana também é zero.

« Anterior : [ 1 ] 2 : Próxima »
08
MAI
Alô bugrinos: dê uma espiada na relação de jogadores contratáveis pelo seu clube

É um despropósito comentários sobre o jogador Richarlyson - contratado pelo Guarani - que não seja de aspecto técnico. E o passado do atleta recomenda a contratação. E ponto.

Dias atrás o parceiro Léo-PR, bugrinos de quatro costados, sugeriu que eu opinasse sobre os jogadores contratados pelo Guarani, visando a remontagem da equipe para o Campeonato Brasileiro da Série B, que bate às portas.

Da leva já incorporada ao elenco, dá pra carimbar dois jogadores: polivalente Richarlyson, que dispensa comentários, e o goleiro Vagner, com atuações convincentes nas passagens por Avaí (SC) e Mirassol.

Prefiro não opinar sobre os demais porque francamente não os avaliei criteriosamente. Posso, naturalmente, tê-los visto atuando, mas por alguma razão não despertaram curiosidade.

Dei uma rascunhada sobre jogadores que atuaram em clubes do interior paulista e despertaram atenção, sem que isso signifique indicação direta para que o Guarani os contratem.

Obrigatoriamente o clube precisa ter gente de bom olho clínico e com remuneração adequada para a atribuição.

Fosse dirigente do Guarani, há algum tempo estaria de olho em jogadores supostamente contratáveis, que precisariam um pouco mais de observação, para não se tirar conclusão em apenas uma partida.

GOLEIRO

Célio Gabriel, goleiro de 30 anos de idade, que defendeu o Taubaté, deixou impressão favorável contra o próprio Guarani. Ano passado ele atuou pelo São Caetano.

Vi duas vezes em ação o baiano de Itabuna William Cordeiro, lateral-direito da Ferroviária, que completa 24 anos de idade em junho. Em ambas ocasiões ele mostrou explosão para levar a bola ao ataque, bem ao estilo de Oziel, ex-Guarani.

Leve em conta, todavia, alguma deficiência defensiva e estatura de 1,72m de altura, o que dificultaria cobertura no miolo de área.

Impressão favorável também deixou o zagueiro Vinícius Gouveia da Portuguesa, 27 anos, quando enfrentou o Guarani recentemente no Estádio no Brinco de Ouro.

Atuação convincente teve o lateral-esquerdo Thallyson, do Red Bul, no jogo diante da Ponte Preta. Canhoto, 1,75m de altura, 25 anos, chega fácil com a bola ao fundo de campo. É de Alagoas.

DORIVA

Difícil entender esse negócio chamado futebol. Doriva, volante que dá qualidade na saída de bola, bom de desarme, foi um dos destaques do Novorizontino no Paulistão, e o treinador Silas, que se transferiu para o Red Bul, tratou de levá-lo.

Curioso é que Doriva, 30 anos de idade, foi revelado pelo Guarani.

Meia de qualidade não fica dando sopa no mercado. Rafael Bastos, 32 anos, habilidoso, cobrador de faltas, já deixou o Botafogo de Ribeirão Preto e assinou contrato com o Juventude (RS).

Será que ainda não contrataram Fernando Gabriel do Novorizontino, que ano passado jogou no Santa Cruz? Ele tem 29 anos e 1,79m de altura.

Morais, que disputou o Paulistão pelo São Bento, cai bem em qualquer equipe da Série B.

Sim, é aquele veterano Morais com passagens por Vasco, Corinthians, Bahia e Atlético Mineiro, 33 anos de idade. Ele ainda tem força para condução de bola.

Flávio, outro meia que jogou na Ferroviária e histórico em Palmeiras e Vitória, seria outra opção. Contra a Ponte ele jogou bem.

ATACANTES

Atacantes com faro de gols contratáveis são difíceis.

Henan, que em 2013 já esteve no Guarani, marcou oito gols em 16 jogos pelo Santo André no último Paulistão.

Rápido no ‘gatilho’, o Figueirense já o contratou.

Se o goiano Thiago Marques, da Ferroviária, fosse jogador de mais mobilidade, poderia até ser mais bem observado.

Ele tem bom domínio de bola e estatura de 1,92m para ser explorado no cabeceio. Só que é excessivamente lento, aceita a marcação e acaba absorvido.

Valeria avaliação sobre o histórico do jogador, para se certificar se melhora fisicamente.

Atacante de beirada de campo que, em última análise poderia ser opção, é Luizinho da Portuguesa.

Enfim, prezado Léo, eis aí algumas sugestões de atletas que carecem de mais informações. Servem apenas de lembrete para o treinador Oswaldo Alvarez, o Vadão, e o gerente de futebol Nei Pandolfo avaliarem.

  • João da Teixeira
    11/05/2017 13:21

    Será que eles sabem do jogo deles lá na "Orelha" (que perdeu o Brinco de Ouro na penhora), amanhã?? Ou vão ser Mistos e torcer mesmo para o Leão da Ilha no domingo? Eles vão vir "se achando", se conseguirem suplantar o time lá do sul dos Xavantes. Haja pajelança na frente do estádio antes do jogo, pedindo proteção a Tupã. O problema que os Xavantes também tem seu Pajé. Como eu disse, haja pajelança na 6ª feira...

  • Eugenio
    11/05/2017 13:14

    Tio Lei, so ia ao ML qdo tinha derbi, e depois tomava 3 banhos pra me desinfetar daquele nojo. Apos anos assisti a final, pra secar. Nao assisto jogo da associacao, nao me interessa, so quero q perca sempre, e nisso a aapp nunca me decepcionou. Aproveitem a boa fase, mas vcs serao sempre co-adjuvantes. Mesmo melhores, vcs sao incapazes de conquistar algo a mais q mais um vice, é muita incompetencia. Virgens masoquistas.

  • TIO LEI
    10/05/2017 20:16

    Eugenio. Faça um favor...estou sem internet (???? kkkk) Voce pode me informar que horas será o jogo da NOSSA PONTE PRETA, em qual canal da PREMIERE irá passar...teremos as estreias do Xuxa e do Emerson? O jogo está confirmado para domingo mesmo, né? Qualquer coisa o tal de john pode também informar, até o eduardo (mas com o pseudônimo de betao do dic vi) aí ele às vezes até me engana. Aproveito para perguntar, vocês irão assistir pela TV ou irão ao NOSSO ESTÁDIO? Seus MISTOS.

  • João da Teixeira
    10/05/2017 14:57

    Peraí, o CA rachou, o Palmeron se picou e o HS teve que retornar e assumir a Presidência? A coisa ficou polêmica dentro do "queijo". Sabe aquele samba do compositor Elton Medeiros? Eternizado na voz de Clara Nunes "Meu sapato já furou, Minha roupa já rasgou, E eu não tenho onde morar. Meu dinheiro acabou, Eu não sei pra onde vou, Como é que eu vou ficar? Eu não sei nem mais sorrir, Meu povo me abandonou, Sem motivo e sem razão..." O negócio é cantar, para não chorar!

  • Eugenio para Tio Lei
    10/05/2017 14:45

    Tio Lei vc é muito burro, não vai entender nunca nada, não da mesmo pra trocar posts com vc, va terminar o primario primeiro.

  • TIO LEI
    10/05/2017 13:37

    Cara. Veja se você mesmo consegue entender o que você escreveu. Primeiro você vem dizer sobre mais publico em jogos importantes...Não perde um jogo sequer nosso, e até deve ter ido ao NOSSO ESTADIO por isso conferiu as lacunas entre a torcida. Assumiu que NÓS TEMOS MUITO MAIS TORCIDA a partir do momento que você diz que isso não ganha campeonato. Afinal você mesmo se contradiz. Essa negócio de ser MISTO esta mexendo muito com sua cabeça.

  • RMaia
    10/05/2017 13:36

    Richarlyson foi contratado no apagar das luzes da gestão do ex-presidente Horley, consta que houve uma discussão ríspida lá no "queijo", o CA rachou e prevaleceu a vontade de Horley. Palmeron, que não aprova o jogador, se mandou do Brinco não ficando para a apresentação do jogador. Gostaria de saber por qual(is) motivo(s) o presidente Palmeron não quer Richarlyson no Bugre? Seria por questão técnica??? Financeira?? Ou teria outro motivo para ele não aprovar a contratação??

  • João da Teixeira
    10/05/2017 10:00

    Pois é Ari, não falei que com essas suas ideias de novos jogadores para o elenco bugrino poderia quebrar financeiramente o bugre? Não precisou nem passar 24 horas para vc. sentir que o din-din está curtíssimo pelos lados dos "irmãos". Então Ari, devagar com suas vontades, pois o planejamento financeiro tem que ser seguido. Na 6ª feira é jogo de flecha e tacape, não vai ter um tiro com armamento moderno, tudo pela falta de dinheiro. Se bobear o hino será tocado com um "bolachão".

  • João da Teixeira
    10/05/2017 09:58

    Agora os mistos são internacionais também, torceram desesperadamente para o Gimnásia Y Esgrima de La Plata. Os mistos internacionais viram a Ponte passar as duras penas pelo time argentino, por conta de não ter feito um resultado melhor aqui. Agora os dirigentes tem que observar que o nosso time ficou capenga, "órfão de pai e mãe" com a saída de alguns jogadores. Será que vão acordar mais cedo para o Brasileiro ou só qdo. o sol bater na cara? Afinal, Deus ajuda quem cedo madruga

  • João da Teixeira
    10/05/2017 09:57

    E falando em acordar com o sol batendo na cara, será que na "Orelha" só terão jogos durante o dia, começando as 15 h.? Igual na Rua Javarí, no Distrital de Diadema etc? É que a conta de luz está ficando cara para o Gfc e nesses tempos de vacas magérrimas, a "economia de guerra" é bem vinda pelos lados do bugre. O HS já falou, ou reduz os gastos ou vão tomar banho frio daqui para frente. Não dá para fazer umas propagadas na camisa para a CPFL? Como diz o Datena, "Me ajuda aí, pô?"

  • Eugenio
    10/05/2017 09:56

    Tio Lei, mesmo em divisoes inferiores e com varios rebaixamentos nos ultimos anos, temos mais publico nos jogos mais importantes q vcs, como vc explica isso ? E nao vem dizer q o estadio é maior pois mesmo na final com o Corinthians tinha muito vazio no ML. Ter maior ou menor torcida nao ganha campeonatos, na Alemanha o time de maior torcida é o Schalke 04, q nunca ganha nada de importante. O Santa Cruz tem uma torcida enorme mas nao ganha nada.

  • TIO LEI (1)
    10/05/2017 00:38

    Não Marcelo. É bem visível a situação.Time que nos últimos anos amargou 11 rebaixamentos, que só ouve lamentações do pai sobre as vergonhosas pendencias jurídicas, sabem que nem estádio possuem mais, e que por inúmeras vezes cortaram a energia, ficam vendo os pais torcer para que um dos quatro times da capital seja o campeão da temporada, chegam à escola e e ficam vendo a "mulecadinha" PONTE PRETANA comentarem os CLÁSSICOS que frequentemente disputamos. Neste exato momento

  • TIO LEI (2)
    10/05/2017 00:37

    CONT... em estou escrevendo, estão vendo iniciar a segunda etapa de MAIS UM JOGO DA PONTE PRETA, agora de caráter INTERNACIONAL, com certeza, esses filhos de bugrinos, só não se tornam PONTE PRETANOS para não trazer mais tristeza alem das quais seus pais já estão passando com a falência bugrina. Se a PONTE PRETA vais se classificar ou não, é outra história, mas o certo é que os ex-bugrininhos irão ver que Campinas fala, vive e respira PONTE PRETA, nem se lembram mais do gfc.

  • LÉO - PR
    10/05/2017 00:37

    Ari pra falar sério eu não acompanhei a série a1 do paulista acho o Fernando Gabriel um ótimo jogador para uma série b o tal Luizinho fez uma fumaça danada contra o guarani o Rafael Bastos 32 anos não me lembro dele em outro time.

  • Tito
    09/05/2017 20:22

    Caro Ari, também vejo sua relação de atletas como bons nomes para a série B, assim como vejo com bons olhos as contratações que o Guarani tem apresentado, mesclando alguns jovens jogadores com alguns experientes cujas carreiras vitoriosas são indiscutíveis. Vi os dois jogos que o Alex participou contra o Palmeiras, acho que seria uma boa contratação para a série B. O Richarlyson, se estiver em boa forma física dispensa comentários.

« Anterior : [ 1 ] 2 3 : Próxima »
Confiram as Postagens Anteriores:

1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14 
 

Jornalista esportivo há 40 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.

Fale comigo