04
JAN
Até o derrotado no dérbi ainda pode se apegar na matemática

Qualquer cálculo real de possibilidades de acesso quer para o Guarani, quer para a Ponte Preta, passa por vitória no dérbi campineiro na noite desta terça-feira, no Estádio Brinco de Ouro.

Logo, fica reservado o espaço abaixo para avaliação de montagens das equipes rivais campineiras, visto que, além dos garantidos América Mineiro e Chapecoense, seis equipes ainda são postulantes ao acesso neste Campeonato Brasileiro da Série B.

SAMPAIO CORRÊA

Guarani perdeu do América-MG
Guarani perdeu do América-MG

Matematicamente, até o Sampaio Corrêa não está descartado. Com 45 pontos conquistados, seu limite passa a ser de 63 pontos na hipótese de vencer todas as partidas.

Entraria no páreo em caso de arrancada diante de Cruzeiro e Paraná em casa e Botafogo fora.

Chapecoense e América Mineiro, com 63 pontos, praticamente garantiram acesso ao Brasileirão 2021.

JUVENTUDE

Tendência natural é do quadro clarear após as três próximas rodadas. Por isso cabe situar os jogos dos citados postulantes.

Hoje com 52 pontos, na terceira colocação, o Juventude realiza os dois próximos jogos fora de casa: Cuiabá e Brasil, para na sequência recepcionar o Cruzeiro.

Quem garante que vai sustentar a posição?

Ponte Preta perdeu do Juventude
Ponte Preta perdeu do Juventude

CSA

Aparentemente a situação menos complicada seria do CSA, com 51 pontos. Embora coloca-se na condição de visitante nos jogos contra Figueirense e Paraná Clube, esses adversários têm mostrado irregularidade e brigam pra fugir do rebaixamento. Posteriormente vai receber o Avaí.

CUIABÁ

Com a mesma pontuação está o Cuiabá, porém tendo que enfrentar três concorrentes diretos. São eles, pela ordem, Juventude (casa), Ponte Preta (fora) e Guarani (casa).

Desses confrontos diretos, certamente alguém vai ficar no meio do caminho.

GUARANI E PONTE

Mesmo o perdedor do dérbi matematicamente não estará descartado, embora teoricamente as chances passam a ser menores.

Aí, o derrotado terá que vencer vencer os cinco jogos restantes e contar com tropeços de concorrentes.

Na hipótese de vitória, o Guarani entra decisivamente no páreo pelo acesso.

Caso seja derrotado pela Ponte, terá que vencer obrigatoriamente CRB e Cuiabá, fora de casa, para tentar consolidação diante de Vitória e Juventude em Campinas e Avaí em Florianópolis.

Situação da Ponte Preta passa por vitória no dérbi. Assim fica robustecida para recepcionar o Cuiabá na sequência, para, ainda em Campinas, enfrentar o Náutico.

Aí, no complemento, terá apenas o jogo contra o CRB em Campinas, enquanto na condição de visitantes vai enfrentar Chapecoense e Figueirense.

  • João da Teixeira
    05/01/2021 23:38

    Sao quinze minutos de jogo e a Ponte sendo uma títere em campo, bugre fazendo de gato e sapato a Macaquinha coitada. O Igor já salvou um gol, mas nao dura muito. Bugre veio mais com vontade de jogar... só por deus dos estádios mesmo...

  • João da Teixeira
    05/01/2021 23:37

    Por enquanto o rabo balançando o cachorro. Os deuses dos estádios parece que vai se intrometer sim. O bugre é mais consistente em campo e por contingências da defesa ruim do bugre, a Ponte na frente...mas...

  • Profeta da Tribo sobre parte da mídia 1
    05/01/2021 13:13

    Ari, você merece nota 10 pela lisura e isenção nos textos. Mas, cada vez mais, percebo setores da mídia campineira com claras tendências para a AAPP. O pessoal sempre falava, mas eu achava que era coisa de torcedor passional. Então, comecei a acompanhar certo programa televisivo diário e fica claro como sempre puxam para a AAPP, e quando fazem enquetes entre Guarani e AAPP e o Bugre vence, eles ficam desconcertados e tentam amenizar.

  • Profeta da Tribo sobre parte da mídia 2
    05/01/2021 13:12

    Uma vez, a enquete foi sobre quem é melhor ou mais importante, Crispim do Bugre ou Apodi da AAPP. Crispim ganhou a enquete, o apresentador ficou todo desconcertado, aí criaram outra enquete com uma comparação que certamente daria vitória à AAPP (acho que foi no gol, não lembro). Ontem fizeram enquete de quem ganharia o dérbi, deu Guarani com boa diferença, o apresentador de novo ficou com graça, chamou a enquete de novo, ficou mais equilibrado e disse: "Agora sim".

  • Profeta da Tribo sobre parte da mídia 3
    05/01/2021 13:12

    Até me lembrei, que muitos anos atrás, ouvindo um derbi pela rádio associada a esse programa televisivo, o narrador gritava o gol da AAPP com muito mais força que o do Bugre. Achei que fosse algo pontual, mas não. Olha, não assisto mais a esse programa. Mas, se o Bugre vencer hoje, com certeza assisto amanhã, só para ver a cara desse apresentador que, cada vez mais, deixa claro suas preferências clubísticas.

  • João da Teixeira
    05/01/2021 13:11

    Tupã, com ou sem humildade, se não ganharem da Ponte como está, moribunda, vão ganhar qdo? Gostaria que fosse um jogo parelho, mas como, se fazer um passe de 1 m. é uma dificuldade, um parto, como fazer um jogo valorizado. Pior que essa cambada nao sabem que jogar bem é valorizar seus "curriculum", seus contratos futuros. Uma pena pensarem assim, nao se dedicarem mais, nao importando o time. Falo isso porque sei que contra times de mais visibilidade, eles até dao mais o sangue.

  • Jose Ricardo
    05/01/2021 13:10

    Só vejo entusiasmo nesse dérbi por parte da imprensa que não pode desvalorizar o produto, entre as torcidas marasmo total. Mas se tiver de apostar num resultado vou de 0 x 0. Em relação ao Guarani a sensação é de dever cumprido, o objetivo era não ser rebaixado e o cenário que se desenhava era de rebaixamento, se safou. Já em relação à Ponte a sensação é de tanto faz, time sem vontade, sem objetivo, perder ou ganhar o dérbi pros jogadores não fará diferença alguma.

  • Profeta da Tribo
    05/01/2021 10:56

    Queria ver o Guarani com o trio de ataque Renanzinho, Todinho e Waguininho, com os dois últimos se revezando entre falso 9 e ponta direita, confundindo a marcação. Seria interessante. Vejo que Renanzinho tem crescido de produção. Está amadurecendo. Tem tudo para nos dar muitas alegrias nesse ano. Vai, Bugrão!

  • João da Teixeira 1
    05/01/2021 10:56

    Na programação de hoje do futebol, além do derby no Premiere, teremos Libertadores, no jogo entre River Plate x Palmeiras. O que me chamou a atenção foi o SBT e a Globo: 21:30 Copa Libertadores da América : River Plate x Palmeiras no SBT; CONMEBOL TV e 21:30 Brasileirão Série B : Cuiabá x Juventude no SPORTV (menos MT); PREMIERE Quem te viu e quem TV, hein, Globo! Por isso da campanha defamatória ao Governo, hoje meteram o pau na aquisição das seringas, falaram em confisco...

  • João da Teixeira 2
    05/01/2021 10:55

    ...falaram em confisco, mas esqueceram que estamos numa pandemia e que isso era possível, mas os empresários fizeram com prazer, pois sabem que será revertido e não roubado, como eles eram em governos anteriores. Picaretas...

  • Profeta da Tribo
    05/01/2021 10:54

    A perda do Sávio é preocupante. Ele tem limitações técnicas, mas é um autêntico falso 9, com movimentação e consequente abertura de espaços. O Pablo se encontrou como ponta direita. Tem velocidade e entrosamento nas triangulações com Crispim e Cristóvam. É uma perda considerável também. Matheus Souza tem futuro, mas precisa de um tempo para melhorar. O jogo será difícil hoje. Vamos com humildade! Vai, Bugre, vamos ganhar!

  • João da Teixeira 1
    05/01/2021 10:53

    Como Tio Lei disse, o jogo vai servir para expor as entranhas do sub mundo que ocorre dentro do Majestoso. Perdendo de pouco, acharão que foi um resultado normal, como sempre acharam. Perdendo de muito, aí sim vão sentir o drama, o qto de besteiras foram feitas durante esse ano. Para a torcida, em quaisquer dessas duas circunstâncias, serão desastres. Precisamos de gente competente no Moisés e não um cabide de empregos para "bonequinhos das lojas Ezequiel" sempre dizendo

  • João da Teixeira 2
    05/01/2021 10:53

    ... e não um cabide de empregos para "bonequinhos das lojas Ezequiel" sempre dizendo que sim com a cabeça para os desmandos e pior, para a perpetuação do clã dentro da Ponte. Ou esse clã vem com trabalho sério e competente e honesto ou caiam fora. Faz tempo que estamos nesse chove e nao molha, nunca aparecendo um trabalho descente. E o gerente novo? Será que sabe o que é disputar um derby, ou foi mais um que veio para encher o bolso e satisfazer o clã! Veremos hoje, cambada!

  • TIO LEI - P/ ARI I
    04/01/2021 23:33

    Olá Ari. Como tem passado?Desejo a você e aos parceiros "decentes" do blog um ano de paz, saúde e harmonia em seus lares (aqueles que possuem, certo?) Muito embora, desnecessário se faz explicar minha ausência do blog, ao certo mesmo é que retornarei em 3 ou 4 dias, apenas hoje, usando o computador de um de meus filhos, estou "dando as caras". O motivo desse "sumiço"? É que eu estava morando em uma cidade próxima, onde fui a dois anos e oito meses, dar "um apoio" ...

  • TIO LEI - P/ ARI II
    04/01/2021 23:32

    ... à minha filha e meu genro, que por circunstancias profissionais, precisavam de nossa presença. Agora eles se mudaram para Barueri e eu estou retornando à cidade onde fixei residencia já a 32 anos. Mudança não só de residencia, mas de cidade demanda muitos contra tempos, e a religação de internet é uma delas, e isso só irá se regularizar provavelmente em 3 ou 4 dias, Ok? De você, Ari, estou ciente da compreensão, o mesmo não poderei dizer de parte de meu séquito.

« Anterior : [ 1 ] 2 : Próxima »
04
JAN
Dérbi é dérbi; logo, não façam as suas apostas

Quem ousa prognosticar favoritismo em dérbi campineiro geralmente quebra a cara, até porque o esconde-esconde de treinadores não permite elucubrações.

Pela terceira vez no ano o jogo será disputado sem torcida, e novamente no transcorrer da semana - nesta terça-feira à noite -, no Estádio Brinco de Ouro.

Com a confirmação do retorno do lateral-direito Apodi no time pontepretano, o que se prevê é que ele seja a válvula de escape para jogadas ofensivas de sua equipe, o que vai requerer atenção do lateral-esquerdo bugrino Bidu na marcação.

Como o Guarani inicia triangulações pelos lados do campo a partir de seu campo defensivo, é provável que o treinador da Ponte Preta, Fábio Moreno, congestione o setor com quatro jogadores: dois volantes coadjuvados por um meia com características de marcação, caso de Zanocelo, além de Camilo e Bruno Rodrigues que flutuam pelo setor.

JOGO AÉREO

Apostaria a Ponte Preta no jogo aéreo ofensivo em jogadas de bola parada?

Caso seja uma alternativa considerável pelo treinador Moreno, a opção como centroavante seria Matheus Peixoto.

Caso imagine atacante de mais mobilidade, a camisa pode ficar com João Veras ou Orobó.

ZAGA INSTÁVEL

A Ponte Preta vai para mais um dérbi com um miolo de zaga instável, responsável pela maioria dos gols sofridos pela equipe, seja quem acabe escalado à função no elenco.

Em decorrência disso, não se descarta a escalação da equipe com dois volantes, para que Barreto, por vezes, se transforme num terceiro zagueiro.

LEVEZA BUGRINA

Técnico Felipe Conceição
Técnico Felipe Conceição
Treinador Felipe Conceição conseguiu restabelecer a confiança aos jogadores bugrinos, o suficiente para recuperar condição técnica daqueles então desacreditados.

Colocou em prática um estilo de valorização de posse de bola, porém em progressão, para que a equipe se aproxime da meta adversária o mais rápido possível, a procura do atalho a ser explorado.

Na hipótese de o adversário fechar bem os espaços e impedir infiltração por dentro, usa-se os lados do campo para cruzamentos.

É aí que tem faltado o definidor de jogadas, e esse deve um dos aspectos da preleção pré-jogo de Conceição, que pode até sugerir a escalação do centroavante Rafael Costa que, embora de pouca mobilidade, é jogador de área.

EXPULSÕES

Geralmente os dérbis são picotados, marcados por excesso de faltas, e por extensão com expulsões.

Quem eventualmente perder jogador nesta situação passa a ter mais dificuldades, e isso precisa ser considerado.

Ainda não existem comentários.

Confiram as Postagens Anteriores:

1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14 
 

Jornalista esportivo há 40 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.

Fale comigo