17
FEB
Dá pra apostar sobre quem fará companhia ao Botafogo e Coritiba?

Imaginem se já estivéssemos livre da pandemia da Covid-19?

Teria gente até pelo ladrão no jogo decisivo do próximo domingo, no Estádio do Maracanã, entre Flamengo e Inter (RS), na penúltima rodada do Brasileirão.

Inter 69, Flamengo 68. Pode-se dizer que quem ganhar vai colocar uma das mãos no caneco, ou a última rodada tem peso significante?

Aí, enquanto o Inter vai recepcionar o Corinthians, o Flamengo visitará o São Paulo.

RETRANCA DO TIMÃO

Quem diria que o então destemido Corinthians incorporasse literalmente o espírito retranqueiro do saudoso treinador Milton Buzzetto, nos tempos de Juventus, década de 60?

Pois foi assim diante do Flamengo que, diferentemente dos tempos do técnico português Jorge Jesus, encontrou terrível dificuldade para furar o cerco.

Tão retrancado quanto foi o Sport, que desprezou a condição de mandante diante do Bragantino, para sustentar um empate sem gols na noite desta segunda-feira.

É provável que os 42 pontos já conquistados o encaminhem para se livrar do rebaixamento, nos jogos em que receberá o Galo mineiro e atuará fora de casa contra o Athletico Paranaense.

REBAIXAMENTO

Pra bugrinos e pontepretanos, o interesse maior na reta de chegada do Brasileirão prende-se àqueles que vão se juntar a Botafogo e Coritiba já rebaixados à Série B.

Então, façam as suas apostas.

O confronto direto de Vasco e Goiás, na última rodada, pode ser determinante para a queda de um deles, pois conquistaram até agora 37 e 36 pontos, respectivamente.

Antes disso, será que o Goiás vai conseguir pontuar ao recepcionar o Bragantino?

Bahia, com 38 pontos, igualmente ameaçado, terá confronto direto com o Fortaleza, que com três pontos a mais ainda corre risco.

Caia quem cair, o certo é que as missões de Ponte Preta e Guarani ficaram complicadas para a próxima Série B do Brasileiro, até porque o Cruzeiro começou o processo de remontagem da equipe visando retorno à elite nacional.

  • Herald
    17/02/2021 00:06

    Espantosa a inércia e incapacidade dos responsáveis pela montagem do elenco bugrino. Até agora, o clube está longe de conseguir repor as baixas, tanto em quantidade como em qualidade. O time, que já tinha carências, hoje está mais fraco, principalmente em relação a meias e atacantes. Desse jeito, vai correr sérios riscos no Paulistão. Os bons olheiros de outrora já teriam trazido boas revelações, do interior de SP, PR, RS ou da Série C. Mas hoje o esquema é com os agentes.

  • Marcos
    16/02/2021 23:58

    Tem outro time , que se não me falha a memória , só não disputou a série C por desistência de outro , assim sendo, permaneceu na B. Lembra - se ? Taí , mais um caso da partícula " se " né .

  • Profeta da Tribo
    16/02/2021 17:45

    Esse Allan Aal vai ter que mostrar que é bom. Acabamos de perder um titular na zaga. Não tivemos nenhum reforço no ataque. No meio de campo, perdemos Rangel e Crispim, aliás, os dois melhores jogadores do nosso time. Vai ser complicado. Precisamos de contratações de qualidade com urgência. A não ser que o time dê uma liga fantástica, se sairmos do campeonato sem rebaixamento e com vitória no dérby, já será de bom tamanho.

  • Profeta da Tribo
    16/02/2021 17:45

    Curioso para ver o esquema do Bugre. Com o que tem hoje, como armar o time? Acho que vai ser um 4-3-3 com 3 volantes no meio: Índio na cabeça de área, Marcelo pela esquerda e Tony, mesmo sendo meia, jogando como volante pela direita, qualificando a saída de bola. Na frente, Pablo pela direita, Sávio pela esquerda e Costa centralizado. Laterais Ludke e Bilu com liberdade para avançar e tabelar com os pontas. Costa será mais explorado como pivô e finalizador. É uma ideia.

  • João da Teixeira
    16/02/2021 17:44

    A partícula “se” assume várias funções na Língua Portuguesa: 1- Conjunção: a) Conjunção subordinativa integrante: a conjunção introduz orações subordinadas substantivas. Ex: Quero saber se o Gfc será campeão. b) Conjunção subordinativa condicional: introduz orações subordinadas adverbiais condicionais. Ex: Deixe um recado ao Marcos, se o Gfc não for campeão. Nossa, esse "se" faz um estrago danado na mente de pessoas que vivem do passado...

  • João da Teixeira
    16/02/2021 17:42

    Era comum time grande cair para a Série B e no ano seguinte já subir de novo para a Série A. Com a queda da qualidade de nosso futebol, aumentará a queda de times grandes para a Série B é não retornar logo em seguida. Já estamos sentindo isso, teremos uns 6 times grandes e ou relativamente grandes nesse ano, disputando 4 vagas e cairão mais da Série A, acumulando times considerados grandes na B. Em 10 anos teremos uma seleção natural de times na A e na B, sem ter muita lógica...

  • João da Teixeira 2
    16/02/2021 17:42

    Qdo alguns não forem parar na Série C. Isso já aconteceu com o Flu, que foi parar na série C, e só não descambou mais, porque a CBF anistiou, ou seja, deu uma de País das Arábias, criou um tapete voador e trouxe o Flu de volta a Série A. Se fosse um coitado de um time sem nome, ...aaah, coitado! A Ponte e o Guarani estão roubados com esse monte de times de capitais com representação dentro da CBF na Série B. Sai de baixo!

  • Luiz Otto Heimpel
    16/02/2021 14:54

    Parece que o Walber vai para o Cuiabá. Não acho uma grande perda pois teve falhas durante a serie B inteira principalmente em bolas aéreas. Precisamos contratar um central com estatura para acabar com esse problema. Além disso precisamos de um centroavante e de um camisa 10.

  • Marcos
    16/02/2021 14:54

    Não existiu final entre Flamengo x Sport, nem tinha pq existir . Antes de iniciar o campeonato a regra ficou clara para todos. Aliás , o verdadeiro campeão deveria ser discutido entre Guarani x Sport, visto que o juiz daquela partida disputada em Recife, Ilha do retiro, errou feio na contagem dos pênaltis... Ah se tivesse VAR...

  • Léo - Pr
    16/02/2021 10:16

    Ari o campeonato paulista tá batendo na porta o que nos achávamos que era ruim piorou, nós vamos ser a piada do campeonato pode escrever,os amadores dos nossos dirigentes só contratam volantes, agora Karl ex Paraná deve ser o próximo,seus animal nós precisamos de jogador que faça gols vcs vai rebaixar o Guarani esse ano seja no Paulista ou no Brasileiro,bando de parasita incompetente.

  • João da Teixeira
    16/02/2021 10:10

    Se já estava duro para Ponte e Gfc subirem só com o Cruzeiro, imaginem agora com mais o Botafogo, Coritiba e os prováveis Goiás, Vasco, Bahia e o improvável Fortaleza. Como diria Chicó, personagem do filme O Auto da Compadecida, "não sei! Só sei que foi assim!". Como disse um bugrino, são campeões de tudo que é jeito inclusive aleatório e ou até que caiu no colo. Tem uma final Bangú x Coritiba e outra que não houve, entre o Mengo e o Sport, que brigavam até outro dia pela taça.

« Anterior : 1 2 [ 3 ] : Próxima »
16
FEB
Enquanto Ponte e Guarani atrasam, clubes da Série B já buscam reforços

Comumentemente Guarani e Ponte Preta usam o Campeonato Paulista como laboratório, para posterior contratações pontuais de jogadores visando a Série B do Campeonato Brasileiro.

E mais uma vez cartolas das equipes campineiras assim agiram, só que agora desconsiderando algumas variantes, se é que cobiçam verdadeiramente acesso ao Brasileirão de 2022.

O próximo Paulistão será curtíssimo, coisa de 85 dias, a partir do próximo dia 27 de fevereiro.

Igualmente desconsideram que grandes equipes da segunda divisão nacional já estão se reforçando.

CRUZEIRO

Apesar das intermináveis dívidas, o Cruzeiro começa alicerçar a equipe já para o Campeonato Mineiro, visando atingir o apogeu na Série B.

Marcinho troca Sampaio Corrêa pelo Cruzeiro
Marcinho troca Sampaio Corrêa pelo Cruzeiro

Contratou o lateral-esquerdo Alan Ruschel da Chapecoense, meia Marcinho do Sampaio Corrêa e zagueiro Eduardo Brock, do Ceará. Logo, é candidato.

Se recentemente o Vitória fez campanha decepcionante, agora já mira remontagem da equipe, dispensando jogadores como o volante Gerson Magrão, mas se esforçando para renovar o empréstimo do meio-campista Matheus Frizzo e apostando em novidades.

Será que o volante João Pedro, 21 anos, buscado na Portuguesa Santista, teria sido um 'achado' que clubes paulistas não viram?

Já que o Sampaio Corrêa desmanchou o seu time, o Vitória disputa com o Coritiba a contratação do lateral-esquerdo Marlon.

BOTAFOGO (RJ)

Após magoar a sua torcida com o rebaixamento, o Botafogo (RJ) quer se reorganizar buscando o atacante de beirada Ronald, do Botafogo de Ribeirão Preto, e só saiu da disputa pelo atacante Reis, do Confiança, porque o destino dele será o futebol sul-coreano.

Isso fora outros dois rebaixados da Série A, que serão conhecidos até o final do mês, que estão entre Vasco, Goiás, Bahia e Fortaleza.

Não bastasse tudo isso, o argumento de Ponte Preta e Guarani para busca de reforços em clubes interiorano perto do término do Paulistão, supostamente sem calendário no segundo semestre, cai por terra com participações de Botafogo, Ituano, Mirassol, Oeste e Novorizontino na Série C; enquanto Portuguesa, Ferroviária, Santo André e Inter de Limeira estão na Série D.

NOVORIZONTINO

A rigor, o Novorizontino, primeiro adversário da Ponte Preta, em Novo Horizonte, no próximo dia 27, continua reforçando.

Com o desmanche do Sampaio Corrêa, seu ex-treinador Léo Condé levou para o Novorizontino o rápido atacante de beirada Roni, 29 anos, 48 jogos e oito gols no clube maranhense.

Ele se junta a outros contratados como o centroavante Jenison, emprestado pelo Cuiabá, e meia Murilo Rangel.

Ainda não existem comentários.

Confiram as Postagens Anteriores:

1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14 
 

Jornalista esportivo há 40 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.

Fale comigo