27
MAR
Cilinho, trabalho no pré-jogo e durante como poucos

Enfim, uma sexta-feira de nove horas voltadas aos gramados.

Como assim? O futebol não está em recesso? Não estamos em quarentena por causa do coronavírus?

Sim. Mas foram seis horas suando a camisa como jardineiro, arrancando pragas de gramado e adubando-o, durante a luz do dia.

À noite, troco a vida de 'peão' pela de jornalista.

Topo entrevista para alunos de jornalismo da Faculdade Gasper Líbero de São Paulo, que preparam TCC, espécie de documentário de conclusão do curso.

Evidente que está fora de cotação reprodução do longo texto de respostas, mas a entrevista me fez lembrar o quão o saudoso treinador Cilinho (foto) foi diferenciado, provavelmente inigualável, a começar pela coragem de recusar convite para dirigir a Seleção Brasileira.

Cilinho tinha capacidade para definir o melhor posicionamento do atleta em campo, convicto que teria ganho em rendimento. E tinha, por vezes, até com mudança de posição.

Ele trabalhava com excelência o pré-jogo. E quando a bola rolava, bastavam cinco minutos para que tivesse radiografia perfeita do cenário.

Como sabia trabalhar o emocional dos atletas, foi tido até como folclórico. Exemplo: em véspera de jogo, os levou para assistirem espetáculo circense.

Cilinho foi tão singular que aparentava nervosismo à beira do gramado, mas por saber que a capacidade de concentração era imprescindível, se controlava.

Hoje são raros os treinadores com pleno domínio às mexidas das peças do xadrez quando a bola rola, na maioria das vezes por causa do nervosismo,.

Aqueles flagrados a berros contínuos aos seus jogadores, preocupados excessivamente com cada decisão da arbitragem, certamente não têm capacidade adequada de concentração. Logo, se perdem ao longo de partidas.

Portanto, espera-se de treinadores algo além de trabalhar bem o pré-jogo, analisar detalhes do adversário, e definição do melhor esquema.

Como nem sempre as coisas ocorrerem conforme o previsto, é aí que se cobra perícia do profissional para recriar outras situações, até mesmo sem recorrer às substituições.

  • João da Teixeira
    31/03/2020 23:49

    Na minha postagem n°3 sobre o carnaval e lança perfumes, acrescente o ..."NÃO eram cheiradas em lenços de forma generalizadas como é hoje...". Eram usadas e curtidas com mais responsabilidade, tanto que a coisa tornou proibida para o uso. Mas que o cheiro do ambiente era mais gostoso, não tenham dúvida. Um cheiro de perfume acentuado no ar...

  • João da Teixeira 1
    31/03/2020 17:35

    Com relação a Escola de Samba do Colinho, realmente o nome da Escola é Acadêmicos de Ubirajara e não Unidos de Ubirajara. Achei um artigo no Correio Popular do ano de 1970. "O Rei Momo chegará ao palanque oficial às 19h45, seguindo-se apresentação do Bloco Nem Sangue Nem Areia às 20 h.; Escola de Samba Vila Rica às 20h30 h.; às 21h. "Escola de Samba Estação Primeira de Boa Vista"; 21h30, Escola "Império do Samba"; 22h. Escola de Samba "Unidos do Castelo Branco" ; 22h30, ...

  • João da Teixeira 2
    31/03/2020 17:34

    ...22,30, Escola de Samba "Acadêmicos de Ubirajara" ; 23, Escola de Samba "Estrêla D'Alva; 23,30, Escola de Samba "Acadêmicos de Madureira". As agremiações desfilavam na avenida Francisco Glicério, no trecho que vai do Largo do Pará até a avenida Orozimbo Maia e na Vila Industrial, na Rua Dr. Sales de Oliveira entre a Rua Catarina Iglesias Soares até a Praça João Milani, nessa época. O cheiro do ambiente do Carnaval, por conta das lanças perfumes, era uma delícia...

  • João da Teixeira 3
    31/03/2020 17:33

    O cheiro do ambiente do Carnaval, por conta das lanças perfumes, era uma delícia, mas era cheiradas em lenços etc de forma generalizada como é hoje. Era usada para espirrar no ambiente, no máximo nas costas das meninas bonitas, feito pelos rapazes interessados e isso odorizava o ar. Coisas que ficaram na memória...

  • Marco da Macaca
    30/03/2020 18:41

    Mais três rápidas do Otacílio Pires de Camargo: . Cilinho escrevia frases de incentivo, hoje chamadas de auto-ajuda aos seus jogadores especialmente em dias de jogos. . Cilinho tinha uma pequena fazenda onde criava vacas leiteiras. E vendia leite na sua casa da rua Senador Saraiva, no centro velho de Campinas. . Nos Carnavais, era presidente da escola de samba Unidos do Ubirajara, nas cores vermelho e branco, que desfilava na av. Francisco Glicério e na Vila Industrial

  • João da Teixeira
    29/03/2020 23:35

    https://www.ouvirmusica.com.br/mireille-mathieu/49699/ La Dernière Valse, muito boa música, de Mireille Mathieu, melhor que Le Dernier Tango à Paris, tema do filme homônimo, com Marlon Brando e Maria Schneider, um escândalo de filme para a época, direção de Bernardo Bertolucci. Voltando ao assunto tema, se nao conseguimos alterar as idéias e rumos dos 2 times de Campinas, implorando aqui, qual será a nossa chance de ouvir-nos, com relação à CBF? Nossos protestos aqui.

  • Marco da Macaca
    29/03/2020 20:26

    Os 68 clubes da série D pedem ajuda financeira à CBF (atenção facção verde!). E querem manter o formato de disputa do torneio.

  • Marco da Macaca
    29/03/2020 20:25

    O contrato da Globo no Paulistão prevê o pagamento de R$ 184 milhões aos clubes, pelos direitos de transmissão. Os 4 clubes 'grandes' têm direito a R$ 25 milhões cada. Para os outros 12 clubes, incluindo a Macaca, sobrariam R$84 milhões (R$7 milhões para cada clube, na média). A Globo já pagou 2/3 desses valores. Se for assim, a Macaca ainda teria direito a receber, ao menos, R$ 2,3 milhões. A ver.

  • Marco da Macaca
    29/03/2020 14:28

    Ministro da Saúde da França, sobre a epidemia: ""A 1.a quinzena de abril será muito mais difícil do que esta 2.a quinzena de março que se encerra"". Será 'a última valsa', como na letra de uma famosa canção francesa? Só nos resta rezar.

  • Marco da Macaca
    29/03/2020 10:12

    Transmissão dos cultos nas suntuosas igrejas de Silas Malafaia apresentam conta-corrente em 3 diferentes bancos para tirar dinheiro dos.... fiéis. Colaborações expontaneas, registre-se. Salvei a figura da TV, mas a resolução é ruim, alguns números só são legíveis na própria tela da TV.

  • Paulo Sergio p/ João da Teixeira
    29/03/2020 10:11

    Caro João, é verdade sim, Cilinho amava antiguidade e tinha uma loja no cambui que sua esposa Pricila cuidava, especializada em móveis e imagens de santo estilo barroco que inclusive era o nome da loja Barroco Antiguidades. nunca teve carro 0km, só carro antigo, o mais novo que teve foi uma Ranger 4 anos de uso.

  • Paulo Sergio p/ João da Teixeira 2
    29/03/2020 10:11

    Quando foi treinar o SP, comprou uma F.1000 semi-nova e todo ano fazia amistoso contra os presos do carandirú perto do natal. Um dia saindo do joquei em SP (adorava corrida de cavalo) viu sua caminhonete com a porta aberta, achou estranho mas entrou nela e foi embora, faltava uns 3 meses para o natal.

  • Paulo Sergio p/ João da Teixeira 3
    29/03/2020 10:10

    Quando foi fazer o amistoso contra os presos, um preso chefão do presídio o chamou e lhe disse: " Mestre, tentaram roubar sua caminhonete, não foi?" Cilinho espantado responde: "Foi sim, uns 3 meses atrás" O preso então diz " Ela estava encomendada, só não levaram por que eu não deixei" Quando soube que era sua proibi!

  • Paulo Sergio P/ Cadepa
    29/03/2020 10:09

    Cadepa, nosso coração ficou igualzinho aos seus, só que por um ou dois dias e não por 8 anos!! Aliás, quem vai ficar 8 anos se lambuzando disso são vocês, né?? Aproveitem, a festa acabou!! kkkkkkkkkkkk

  • Luiz Otto Heimpel
    29/03/2020 10:09

    Infelizmente o coronavirus esta durando muito tempo e fazendo muita gente sofrer. Por outro lado a coroavirgem ja dura 120 anos mas so faz sofrer os 2,4% de saguis abnegados que ja deveriam estar acostumados.110 ano ja e mazoquismo!!!!!

« Anterior : [ 1 ] 2 : Próxima »
26
MAR
Bolsos dos boleiros ninguém mexe, é o recado de seus representantes

Já que os corporativistas Conselho Nacional de Clubes e Federação Nacional dos Atletas Profissionais de Futebol recusaram redução de 25% nos salários dos jogadores e suspensão dos direitos de imagens, que cada dirigente de clube negocie diretamente com o seu respectivo elenco.

Parece que essa gente irredutível mora em Marte e está alheia ao que está ocorrendo no planeta Terra.

Se falarem da infiltração global de uma praga chamada coronavírus, não se surpreendam se um ou outro desentendido perguntar se é contrato de marketing.

Já passou da hora de alguma liderança combativa dar um basta nessa irrealidade.

Clubes já extrapolam suas receitas ao contratarem jogadores 'meia colher' a preço de ouro.

Até quando vamos presenciar essa inversão de valores?

Já se questiona a validade dessa paixão desenfreada do torcedor pelo seu clube.

Vale a pena? E você ainda aplica o pronome pessoal no plural, com citação de nós, como se tivesse poder de decisão das barbaridades que a cartolada comete.

Chega de 'nós ganhamos', 'nós contratamos', 'nós lutamos', e por aí vai.

Se o seu clube ainda fosse representado por jogadores de expressão, capazes de fazer coisas bem diferentes daqueles espalhados por aí na várzea, vai lá.

Portanto, meu caro: desapego. Pegue mais leve.

Caso tenha bom relacionamento em seu bairro, que tal se associar ao pessoal que faz o futebol amador em diferentes categorias?

Ali, partícipe, você pode sim falar 'nós', porque de uma forma ou de outra está ajudando a decidir.

  • TIO LEI - I
    28/03/2020 19:05

    Amem. João e Agostinis. Só para complementar, João, o crente vai à igreja para OUVIR A PALAVRA e por isso ele leva consigo a BIBLIA SAGRADA, e acompanha passo a passo do que está sendo proferido. Se algo sai do contexto ou está em desacordo com o que diz as escrituras, isso é logo rebatido e até posteriormente debatido entre os fiéis, daí a importância em se ter a BÍBLIA EM MÃOS nas hora do sermão/pregação. Volto a dizer, o crente não é bobo não ...

  • TIO LEI - II
    28/03/2020 19:05

    ... ele procura analisar quem estrá dentro do contexto bíblico, quem prega pelo espírito e quem prega pela "carne". Não fosse assim, as câmaras de deputados e vereadores,estariam forradas de "evangélicos", você não concorda? Mas tudo bem, é vida que segue. Valeu mesmo este diálogo, valeu meu amigo Agostinis por seu aporte. abraços e que Deus os abençoe.

  • João da Teixeira
    28/03/2020 19:03

    Agostini, quem sabe um dia, chegamos a isso que vc acredita. Como disse, aceito a opinião de todos, afinal, futebol, política e religião, todos falam, discutem, brigam e ninguém tem razão, ou seja, ninguem é acertivo em 100%...

  • Carlos Agostinis
    28/03/2020 10:14

    O João, você um cara que parece ser culto e educado, inteligente, pisou na bola, falou besteira de novo, quer dizer que os fiéis então são cordeirinhos direcionados por cachorro. Para João, ninguém e bobo, isso é uma questão de fé, acreditar em Jesus e seguir seus ensinamentos, aqueles que os direcionam podem não ser os melhores, mas 99,9% tem muito boas intenções. Levar a fé a palavra e justiça aos seus fieis.

  • João da Teixeira
    28/03/2020 10:11

    Tio Lei, desculpe se fui mal entendido, não costumo generalizar porque sei que há fiéis com uma força e fé inabalável em suas orações. Quis dar a entender exatamente o que vc escreveu e que transcrevo: ..."Não estou aqui dizendo que não há LOBOS EM MEIO AOS CORDEIROS. Infelizmente essa "raça" EXISTE EM TODOS OS SEGMENTOS DE NOSSA SOCIEDADE, e no meio evangélico não é diferente,...". Pois é, o "poleiro" é ocupado exatamente por essa "raça" e as igrejas evangélicas são vítimas

  • João da Teixeira
    28/03/2020 10:11

    Ari, não chegou um post anterior a esse postado? Onde peço desculpas por não ser bem claro, falando sobre a penetração de "lobos em pele de cordeiro" nas igrejas evangélicas, aproveitando a humildade e a aceitação desses por acreditar que os "homens são bons até que provem em contrário". Vamos dizer que, contrapondo a não crença de santos da doutrina evangélica, precisavam ser igual São Tomé, "ver para crer!". Infelizmente teria que ser assim.

  • João da Teixeira
    28/03/2020 00:44

    Evangélicos são as maiores vítimas, mais que todo mundo, pois são humildes e acreditam naquilo que o "lobo na pele de cordeiro" pregam, porque seguem a palavra de Deus ao pé da letra e uma das bases é que "todos os homens são bons e honestos, até que provem em contrário", assim enganam os fiéis. Acredito que seja isso, mas respeito outras hipóteses.

  • TIO LEI ao amigo João da Teixeira - I
    27/03/2020 19:26

    Caro João da Teixeira. Vejo que você foi infeliz em sua abordagem querendo traçar um paralelo entre clubes de futebol e igrejas evangélicas. Dizer que são "poleiros"para elementos que procuram se firmar na política? Não imaginei que seria de seu feitio generalizar toda uma coletividade que se baseia na crença religiosa, como se todos fizessem parte de uma trama maquiavélica. Veja na Câmara de Vereadores de Campinas, quantos evangélicos ocupam uma cadeira. Se assim fosse ...

  • TIO LEI para João da Teixeira - II
    27/03/2020 19:26

    ... com toda certeza A MAIORIA desses edis seriam membros de alguma designação religiosa. Não estou aqui dizendo que não há LOBOS EM MEIO AOS CORDEIROS. Infelizmente essa "raça" EXISTE EM TODOS OS SEGMENTOS DE NOSSA SOCIEDADE, e no meio evangélico não é diferente, assim como nunca digo que TODO TORCEDOR seja uma marginal que só vai ao estadio para procurar confusão. Igrejas vivem sim de ofertas alçadas e dízimos, mas ninguem é obrigado a ofertar ou dizimar, ...

  • TIO LEI para João da Teixeira - III
    27/03/2020 19:26

    ... assim como nenhum torcedor é obrigado a associar-ae ao seu time de coração. Ninguem vai forçado à igreja, bem como nenhum torcedor vai forçado ao estádio. A grande diferença, meu caro, está que no estadio, o torcedor chora, se emociona e até faz as suas preces em favor de seu clube, coisa que só fazem em favor DE SEUS FAMILIARES, nas horas que passam por lutas e tribulações. Já o povo evangélico, ao menos em TODAS AS NOITES, se dobra e volta suas orações em favor ...

  • TIO LEI para João da Teixeira - IV
    27/03/2020 19:26

    ... não somente aos de sua casa, de seus parentes, dos mais necessitados e por toda a humanidade. Se ele é torcedor de um time, ele não mistura uma coisa com a outra. O evengélico também é um ser humano, que sente dor, tristezas, alegrias, tem as mesmas emoções como qualquer outra pessoa. I Co. 6:12 "Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas me convêm". ou seja, somos livres e libertos e sabemos discernir o que pode ou não pode, o que é permissivo ...

  • TIO LEI para João da Teixeira - V
    27/03/2020 19:26

    ... e o que não é. O evangélico só procura fazer o bem. Apenas queremos um pouco de respeito, nos respeitem aprendendo separar o joio do trigo, através de nossa crença, muitas famílias são refeitas, muitos jovens deixam as drogas para viver uma vida limpa e em sociedade, muitos necessitados recebem ajuda, portanto meu caro, por favor, não generalize as coisas, você sempre se mostrou ser uma pessoa inteligente e coerente, por isso creio ter sido infeliz naquela colocação.

  • Marco da Macaca
    27/03/2020 19:21

    Os principais clubes do Brasil participam da campanha "Fique em casa" , para concientizar os brasileiros a se protegerem, a si e a sua família, dos males do terrível e mortal Coronavírus. Ocorre que um clube sem casa própria (homeless) ameaça criar uma campanha na contra-mão: "Se você não tem casa própria, use a casa do vizinho mais próximo". Vizinho mais próximo? Tem certeza? Funcionará? Ou a campanha deve mudar: "Cada Macaco no seu galho"? Enfim, papagaio come milho. E o Macaco?

  • Eric AAPP
    27/03/2020 19:20

    Como o calendário vai ser muito afetado pelo caos coronavirus, os clubes e a CBF deveriam esquecer as "férias coletivas" de Dez/Jan, dando férias individualizadas a cada jogador durante os campeonatos mesmo. Que se danem as ausências de uns em alguns jogos, os reservas darão conta do recado, são pagos pra isso. Que cumpram férias em épocas que estiverem suspensos por cartões amarelos/vermelhos. E que se condicionem fisicamente nas férias, pra não perderem a chance de titularidade

  • LÉO - PR
    27/03/2020 19:18

    no guarani é bom aceitar redução do salario que dói menos se não eles vai sair sem nada vamos ser realista metade do salario estaria ótimo.

« Anterior : [ 1 ] 2 : Próxima »
Confiram as Postagens Anteriores:

1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14 
 

Jornalista esportivo há 40 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.

Fale comigo