06
DEC
Mazola Júnior e Fabrício Carioca são assuntos em debate

Vem aí o treinador Mazola Júnior para substituir Gilson Kleina, na Ponte Preta. E aí?

Confesso minha incompetência pra avaliação preliminar de Mazola Júnior. Logo, transfiro a atribuição a você.

Quando ao Guarani, fez muito bem a sua diretoria ao não atender às pretensões salariais do quarto-zagueiro Fabrício Carioca.

É mais um caso de jogador rigorosamente comum, apesar de ter recebido rasgados elogios por aí.

Parece que agora tem gente de olhos bem abertos no Departamento de Futebol do Guarani pra devida distinção das coisas. Ótimo assim.

  • ARIOVALDO ZANELLI (1)
    08/12/2018 10:26

    FUTURO TECNICO DA PONTE MAZOLA JÚNIOR ESTÁ FAZENDO UM CURSO E POR TELEFONE. ESTÁ ACEITANDO OS NOMES DOS JOGADORES QUE A DIREÇÂO DA PONTE ESTA CONTRATANDO, CASO NÃO GOSTE DO JOGADOR A SER CONTRATADO, NÃO SERÁ APROVADO PELO TECNICO..

  • ARIOVALDO ZANELLI (2)
    08/12/2018 10:26

    ... CASO REALMENTE FAÇA ISSO, JÁ SOBE NO MEU CONCEITO E APROVO SEU SERVIÇO. NO MOMENTO NÃO POSSO FALAR NADA COMO TREINADOR , POIS NÃO SEI DO SEU TRABALHO. VAMOS ESPERAR TOMAR POSSE E COMANDAR OS TREINOS E ACOMPANHAR A EVOLUÇÃO DO TIME

  • Marcelo
    07/12/2018 19:37

    fabricio um bom rebatedor , longe de ser um jogador de classe. gosto da seriedade como ele encara um jogo, diferente de um edson silva, jussani, que se acham craques. quanto aos tecnicos citados, todos sao nivel serie B pra baixo, alias tenho comigo que tecnico nao ganha jogo, mas, pode fazer o time perder o jogo. a finalidade principal dos tecnicos desse nivel, e nao perder o emprego, , se mantendo na faixa intermediaria da tabela, isso faz a gente perder o gosto pelo futebol. enganadores

  • marcelo
    07/12/2018 19:36

    sou Guarani mas,o time da linha do trem, vai pra um jogo decisivo, e nao da um chute no gol??? e piada? nao...aconteceu contra o lanus, lembram? primeiro jogo do paulistao com o corinthians, nenhum chute no gol adversario, precisando ganhar? acho que e muita confiança que o adversario vai fazer um gol contra pra favorecer..rsrs tem que sair fora desses tecnicos ruins., covardes? se bem que o DNA, do time da linha do trem nao credencia a ganhar nada.....

  • mar
    07/12/2018 19:34

    João da Teixeira, obrigado pela compreensão . Boas Férias!

  • Luiz Otto Heimpel
    07/12/2018 19:32

    O único jogador que o Bugre tinha que manter de qualquer maneira era o Ricardinho.E isso foi feito. Ricardinho não é um craque ,mas tem um nível bom,e joga respeitando a camisa que veste.

  • João da Teixeira
    07/12/2018 19:31

    Ari, qual é a chance, de 00 à 10, de comentarmos sobre alguma contratação de peso para times de Campinas, para a temporada 2019? Ao meu ver, são chances remotas. Para quem não tem dinheiro ou querem lapidar futuros talentos,talvez irem ver as finais dos Campeonatos Amadores de Paulínia, 1ª, 2ª e 3ª divisões, que ocorrerão nesse domingo, no campo do Morumbi, seria uma boa opção. Quem sabe acham alguém para por na vitrine de suas lojas de quintal. Só por Deus mesmo!

05
DEC
Caro João da Teixeira: não somos exigentes; somos realistas

O parceiro João da Teixeira me fez refletir profundamente quando colocou que deveríamos ser menos exigentes na avaliação de jogadores, ou parar de ver futebol.

Meditei, meditei e concluí, João: não dá pra engolir jogador que, com bola dominada, em seu campo de defesa, simplesmente opta por se desfazer dela e chutá-la à linha lateral, com receio de perdê-la para adversário colado no cangote.

Brinquei em clubes de futebol amadores até meus 63 anos de idade, e juro pela alma de meu pai que jamais fiz isso. Sentiria-me envergonhado se mostrasse aos espectadores dos campos varzeanos que não teria condições de usar o corpo para proteger a bola diante da aproximação do adversário. Não dá pra girar e recuar essa bola pro goleiro?

PABLO E FERRON

Pasmem: o quarto-zagueiro Pablo, que chegou à Seleção Brasileira pelas mãos do treinador Tite, fez isso incontáveis vezes quando vestiu a camisa da Ponte Preta. Ferron, outro ex-pontepretano, tinha tremenda paúra de perder a bola nessas circunstâncias, e não hesitava em rolá-la à lateral, a exemplo daquilo que hoje faz Fabrício Carioca, no Guarani.

Sempre admirei o conceito do ex-treinador argentino Cesar Luiz Menotti de que o drible é dispensável aquém da intermediária adversária, mas não dispor na equipe de jogadores com capacidade de drible é atestado de incompetência para farejar boleiro neste estilo, no Brasil afora.

Claro que não cito os dribles convencionais em que o sujeito estica a bola e corre atrás dela. Cobro jogador que no balanço já deixa o adversário de ‘cata cavaco’. Aquele com capacidade de tocar a bola de um pé a outro, e assim enganar adversários.

FELIPE SARAIVA

Tenho pouco interlocutores para presencialmente discutir futebol, mas ainda na terça-feira comungamos da análise de que o atacante Felipe Saraiva, da Ponte Preta, é caso típico de jogador mal-acabado na transição dos juniores ao profissional.

Ele tinha o drible com a bola colada ao pé. Velocidade para o imprescindível arranque, e de repente sucumbiu. Por que?

Primeiro que não o corrigiram do inaceitável defeito de não saber finalizar, assim como melhorar a percepção para assistência a companheiros de ataque, visando complemento de jogada.

Depois não procuraram detectar motivos que o levaram a desmotivação. A falta de foco implicou em não convencimento nas raras oportunidades que teve durante o Campeonato Brasileiro da Série B.

Aí, meu caro João, não se trata de exigência. Quando surge um jogador para ser lapidado, falta competência no Departamento de Futebol para a execução.

Como sermos menos exigente se falta uma lupa pra enxergarem que o lateral-esquerdo Danilo Barcelos é jogador fraco, com rótulo apenas de pegar razoavelmente na bola?

Pois ele marca mal, não sabe driblar para limpar uma jogada, e são incontáveis os erros de passe dele. E tem gente que ainda o aplaude.

Bater palma para Nathan, Pará, Ferreira, Éverton Alemão, Philipe Maia, Marcão?

Não, João. Não dá.

Exceto algumas exceções no Guarani e Ponte Preta, você sabe que é plenamente possível montar time de igual condição técnica pela metade do preço. Logo, estão jogando dinheiro no ralo.

A rigor, precisam ralar por aí a procura de jovens com potencial bem escondidos neste Brasil afora. E não venha citar que todos indistintamente estão nas mãos de empresários do futebol.

Se profissionais de bom olho clínico procurarem tais promessas, de certo vão encontrar.

Tem que ser o ‘olho clínico’ com capacidade de projetar sequência de degraus que o jovem vai avançar.

  • Eugenio
    10/12/2018 10:57

    Tony, veja reportagem recente da ppria Globo, com ranking e publico em 2018 e pare de vomitar asneiras, a verdade doi, eu sei, nao adianta querer negar ... nao sou ingenuo, vc que é um imbecil.

  • Marcio
    09/12/2018 00:21

    Ficou a frente em tudo mesmo, principalmente na AMARELADA, ganhou o troféu ANCILOSTOMOSE....

  • ARIOVALDO ZANELLI (1)
    08/12/2018 10:31

    MARCIO, SOBRE PONTE PRETA, HOJE TEMOS DUAS SITUAÇÕES APENAS:- 1) CONSTRUIR UMA ARENA, 2) FAZER UMA PARCERIA URGENTE COM RED BULL, A DIREÇÃO DO RED BULL, DOS ESTADOS UNIDOS, QUER FAZER URGENTE NO BRASIL. OBJETIVO É FORMAR TIME FORTE, PORQUE ESTÃO GASTANDO MUITO E É DEMORADO OBTER RESULTADOS. ESSA É A RAZÃO. QUEREM FAZER URGENTE...

  • ARIOVALDO ZANELLI (2)
    08/12/2018 10:31

    ... ARMANDO ABDALLA FOI ELEITO NA HORA. NEM SABIA QUE NA ELEIÇÃO ELE SERIA CANDIDATO.PEGOU UM RABO DE FOGUETE, VOCÊ SABE, ACEITA QUE TODOS NÓS VAMOS AJUDA-LO, MAS NA REALIDADE TODOS SUMIRAM. FOI DEIXADA UMA DIVIDA VIOLENTA E 2019 COMEÇAM AS AÇÕES DA JUSTIÇA DO TRABALHO...

  • ARIOVALDO ZANELLI (3)
    08/12/2018 10:31

    ... NOSSO NOVO PRESIDENTE NÃO SABE AINDA DE UMA DIVIDA DE 3 BILHÕES DE DOLARES NA JUSTIÇA AMERICANA PARA PAGAR EM JANEIRO 2019, ACIONISTAS AMERICANOS ACIONARAM A JUSTIÇA. OUTRA SITUAÇÃO ATUAL É DO GUARANI, NÃO PODE CONSTRIUIR A NOVA ARENA, ANTES DE PAGAR AS AÇÕES TRABALHISTAS, FICARIA TUDO BLOQUEADO...

  • ARIOVALDO ZANELLI (4)
    08/12/2018 10:31

    ... MARCIO, A SITUAÇÃO DA PONTE PRETA ESTÁ HORRÍVEL. VAMOS SOFRER NOVAMENTE. A OPOSIÇÃO NÃO CONSEGUE MUDAR A REGRA DO JOGO. PORTANTO 2019, EM TERMOS DE FUTEBO COM A PONTE, FAZER FUTEBOL SOZINHA, SERÁ TERRÍVEL. ABRAÇOS.

  • nivaldo
    07/12/2018 19:34

    Ari, concordo plenamente com voce....nunca vi zagueiro empurrar bola pra lateral e sair comemorando como se fosse um gol.....pra mim, considero isso FALTA., isso mesmo, falta de recurso. e raro ver um zagueiro argentino, fazer isso, mesmo porque nao precisa ser muito habilidoso pra driblar um atacante. quanto ao saraiva, esse garoto nas maos de um treinador de verdade, vai vingar sim, e so explorar melhor ele em treinamento.

  • TONY para INgenuo
    07/12/2018 19:33

    Larga de ser bobo e enganar a si próprio EUgenio. Veja as estisticas em fontes confiáveis. A macaca ficou a frente em tudo, inclusive público. Não publique mentiras.

  • João da Teixeira 1
    07/12/2018 19:27

    No coração do Mar ele nos mostra que a coisa não está para peixe. Como anda Ribeirão? Dá-lhe calor. Saudade de tomar uma IPA na Cervejaria Invictus, na Av. do Café. Único lugar em que uma cerveja cai bem a qualquer hora. Falando em Coração do Mar, recomendo o filme homônimo, que fala sobre o navio baleeiro Essex, sua tripulação e a famosa baleia cachalote Moby Dick. O filme trata do escritor Herman Melville procurando assunto para o seu próximo livro e fica sabendo... cont.

  • João da Teixeira 2
    07/12/2018 19:26

    cont. ...e fica sabendo de uma possível lenda ocorrida com o navio baleeiro Essex e através de um traumatizado tripulante do Essex, ainda vivo, vai atrás da verdadeira história sobre o ocorrido. Então o filme retrata o fato na memória do tripulante, misturado com a coleta de dados para o livro. Estou falando de um filme de 2015, só que o nome veio a calhar...

  • Tito
    06/12/2018 22:58

    Ninguém faz mais isso! Hj os clubes estão nas mãos de empresários e dirigentes demasiadamente capitalistas, se é q vc me entendi. Enquanto isso os chamados técnicos de futebol, que de técnico só tem o nome, limitam-se a submissão desse tipo de gente. E o torcedor paga o preço, times ridículos, jogadores que não conhecem os fundamentos da profissão que escolheram, treinadores com alguma dialética e dirigentes políticos...

  • Eduardo para marcio
    06/12/2018 22:57

    Parabéns Márcio pela sua colocação sensata...os herdeiros do carnieri mais cedo ou mais tarde vão cobrar a dívida dos nunca serão... aí tchau,.já foi....falência geral,.não aguentam 10% do que o bugrao passou

  • Eugenio
    06/12/2018 19:44

    Ranking da CBF, aapp na frente, normal afinal estamos na m... ha anos, e temos mais renda e publico em 2018 do q a Ponte Preta, normal, sempre foi assim. A hora q o Bugrao engrenar de novo passamos a frente da aapp e dai fica como sempre foi, desde 1911.

  • mauricio
    06/12/2018 19:44

    Comentario do Marcio é a realidade da Ponte essa briga de Abdalla e Carnielli é cortina de fumaça nao existe .Essa maneira de tocar o futebol ja era ,gente a Ponte esteve 3 anos na serie A caiu como uma divida monstro com jogadores ,nao pagaram Kleina ,esse conselho nada fez com Wanderlei Pereira em 2017 sumiram com 45 milhões como um parceiro aqui ja disse será time de 1,99 nao tenham duvidas,vao trazer de volta Aranha para poder pagar oque deve a ele ,ninguém cobra nada na PONTE

  • marcio
    06/12/2018 18:02

    Ariovaldo Zanelli Criamos um grupo de oposição que , salvo exceções, só se manifestavam entre si. Ridículo. Fato é que a Ponte deve oficialmente ao SC 120 milhões, mesmo que não seja, é o que foi aprovado pelo conselho. Ele jamais se afastará sem antes recuperar ao menos o valor real (estimado em 60 mi). Pior, os herdeiros dele estão por vir e aí prevejo um futuro temerário a Ponte.

« Anterior : [ 1 ] 2 3 : Próxima »
Confiram as Postagens Anteriores:

1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14 
 

Jornalista esportivo há 40 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.

Fale comigo