19
MAI
Projeto para retomada do pontepretano ao seu estádio poderia ser mais abrangente

O projeto da diretoria da Ponte Preta para alavancar o ‘Torcedor Camisa Dez’ é uma faca de dois legumes - diria o saudoso presidente corintiano Vicente Matheus -, ao colocar preços bem rasantes para quem aderir ao programa, e penalizar com valor nas alturas àqueles que ignoram o chamamento e comparecem eventualmente ao Estádio Moisés Lucarelli.

Inicialmente a tendência é de adesão maciça, sem que isso signifique necessariamente regularidade de pagamentos dos boletos mensais.

Como o torcedor é movido a emoção, seu comparecimento aos jogos da Ponte estará diretamente ligado à campanha da equipe no Campeonato Brasileiro.

Se corresponder, o estímulo será sintomático. Seguidos tropeços serão sinônimos de distância, com reflexo em inadimplência do compromisso Torcedor Camisa Dez.

Como a definição do preço de ingresso passou a ser de R$ 100 por jogo, não desconsidere o risco de o tiro sair pela culatra. Nesse contexto, não se surpreendam se a torcida adversária colocar mais torcedores no Majestoso.

MOTIVOS DA AUSÊNCIA

São vários os motivos que provocaram o afastamento do torcedor pontepretano em seu estádio.

Uma das alegações é a falta de ambição para conquista de títulos, mas dirigentes se defendem com justificativa de orçamento bem inferior aos concorrentes.

O argumento anterior de preço de ingresso acima das posses dos torcedores caiu por terra com a significativa redução durante o Campeonato Paulista, sem que a média de público aumentasse.

Agora, quem aderir ao programa Torcedor Camisa Dez vai desembolsar o acessível pagamento mensal de R$ 39,90, com garantia de acesso gratuito em todos os jogos em casa durante o mês.

TECNOLOGIA

Houve aceitação à adesão de novas tecnologias, que disponibilizam aplicativos favorecendo acesso imediato do torcedor nas catracas do estádio. Leitor óptico vai identificar código mostrado no aparelho celular, a fim de franquear a entrada.

Evidente que dirigentes da Ponte poderiam ter se aprofundado em outros aspectos que distanciam o torcedor do estádio.

Já elenquei alguns deles, os principais referentes a transporte e segurança.

Ônibus com Itinerários nas ruas Abolição, Washington Luís e Avenida Saudade, por exemplo, poderiam perfeitamente ter percursos alongados até o Estádio Moisés Lucarelli em dias de jogos.

Estacionar veículos nas cercanias do campo é um Deus no acuda, a começar por flanelinhas que cobram gordo 'cachê' quando o motorista mal estaciona. Avarias e riscos em veículos são registrados frequentementes. Isso quando o proprietário não lamenta o furto.

Após os jogos, é imprescindível que policiais continuem circulando no entorno do estádio, para que se tenha sensação de não estar desprotegido.

ALTERNATIVAS

Segurança é um assunto que merece singular atenção, ora melhorando-a, ora criando-se outras alternativas preventivas.

Sugeri convênio com estacionamentos, inclusive de hipers e supermercados com relativa proximidade ao estádio, de forma que o torcedor pudesse deixar o seu veículo - preferencialmente ocupado por quatro pessoas - em local seguro. Aí poderia ser organizado um esquema de transporte complementar do percurso ao estádio em micro-ônibus e van particulares.

Se o Estatuto do Torcedor ordena ao policiamento que impeça acesso ao estádio de pessoas alcoolizadas, por que a tolerância com torcedores que usam droga?

No campo da Ponte também pratica-se preços abusivos na venda de produtos alimentícios, a exemplo da maioria dos estádios.

Evidente que outras causas poderiam ser acrescentadas. Todavia, na hipótese de as citadas receberem a devida atenção, com certeza o retorno de público seria sintomático.

  • Paulo Sergio p eduardo
    21/05/2017 00:17

    Veja como vocês acreditam no time do PINICÃO DA PRINCESA. Você foi quem escreveu " Joga hoje e QUEM SABE traz um empate" Sinal de que a derrota já era sabida na cabeças dos índios de bunda de fora! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Eric AAPP (para Ari)
    20/05/2017 21:37

    Essa sua frase "não se surpreendam se a torcida adversária colocar mais torcedores no Majestoso" mostra bem como cronistas gostam de criar polêmica para ganharem Ibope. Isso nunca aconteceu no Majestoso, nem vai acontecer, e você sabe disso.

  • Eric AAPP (ao Pateta da Tribo)
    20/05/2017 21:36

    Já errou na primeira, Pateta da Tribo, seu timinho insiGniFiCante perdeu do Santa Cruz rs rs rs. Suas profecias são do mesmo nível que seu time.

  • BARBA
    20/05/2017 19:41

    A vitrine da ponte funcionou - conseguiu se livrar do enceradeira, ainda trouxe R$ 3.5MM para os cofres. Agora o melhor jogador do plantel ameaçado de deixar o clube - Por míseros R$4MM. Então paga Diretoria! Ou o dinheiro foi para o bolso do Craniielli?

  • EDUARDO PARA ARI
    20/05/2017 18:07

    E DEPOIS VEM O TAL DO VANDERLEI , AMIGO DO CARNIERI DIZER QUE ESTAO COM UM NOVO PLANO DE SOCIO TORCEDOR....KKKKKKKK...SO RINDO , JA FIZERAM 50 PLANOS E NENHUM ENCHE O ESTADIO ....IMPOSSIVEL....NAO TEM TORCIDA TORCIDA MESMO.......MAS O MAIS ENGRAÇAODO FOI O TAL DO VANDERLEI CHAMAR OS SIMPATIZANTES DA aapp DE 3.000 "CARINHAS " NO JOGO CONTRA O TIME B DO SPORT ...ENGRAÇADO TB QUANDO DIZ QUE GASTA 500 "PAUS " EM IMPOSTOS

  • EDUARDO PARA ARI
    20/05/2017 18:06

    GASTEI ONTEM 500 "PAUS" ...ANTIGAMENTE NO SILVIO SANTOS HAVIA UMA JURADA QUE CHAMAVA ARACY DE ALMEIDA...DEPOIS DO SHOW DIZIA DOU 500 "PAUS"...MAS A SEMANA TB FOI ENGRAÇADA NO UOL DIZENDO QUE TIMES DA SERIE A QUE COLOCAM 3MIL "CARINHAS " NO ESTADIO NAO PODE DISPUTAR SERIE A DO BRASILEIRAO....NOSSA, PRA QUEM E SIMPATIZANTE DA aapp DEVE TER DOIDO . SO DANDO RISADA.......MEU BUGRAO JOFGA HOJE E QUEM SABE TRAZER UM EMPATE...

  • TIO LEI ao amigo CABEÇA (1)
    20/05/2017 17:36

    Valeu parceiro. A falta de transparência a que me referi, é quanto ao "destino" dos valores recebidos nas transações, e no caso RILDO citado pelo Ari, se receberam tudo o que lhes era devido, e por que "acreditam" em promessas de um presidente (corintiano) que não está pagando credor nenhum. Nos casos Clayson e Potker, eu questionei sobre a demora em se providenciar substituto a altura, uma vez que era INVITÁVEL as suas saídas. Já nos casos...

  • TIO LEI p/ o amigo CABEÇA (2)
    20/05/2017 17:36

    cont... Cajá e Emerson, não seria melhor ter investido em jogador de "menos" nome mas que estivesse se sobressaindo e que estivesse em franca atividade? A PONTE PRETA está pagando salários altíssimos para os nossos padrões, para que esses elementos venham a treinar e recuperar sua forma física, para só depois sabermos se terá valido a pena ou não. Claro que torço para que não só a forma física mas para que recuperem também o futebol que os consagraram. Um abraço, parceiro.

  • João da Teixeira
    20/05/2017 17:35

    Nacional está mostrando que foi uma verdadeira zebra na A3. Olímpia vestiu aquele salto LuisXV e foi para o jogo contra o Naça e deixou o futebol no Resort Pq. dos Laranjais. Tai o Leão com a mão na taça da A3. Olímpia era melhor que o time da Comendador Souza, mas de salto agulha fica difícil. ...

  • eduardo para ari
    20/05/2017 17:34

    CARO AMIGO ARI , LA VEM VC DE NOVO COM UMA MATERIA SOBRE A AUSENCIA DO TORCEDOR DA aapp . JA SABEMOS QUE COR E SALTEADO QUE O ESTADIO NAO ENCHE PK NAO TEM GENTE PARA ENCHER , A NAO SER NOS DERBIS CONTRA O BUGRAO E CONTRA OS GRANDES QUE VEM MUITA GENTE INFILTRADA ENTRE OS SIMPATIZANTES DA aapp . COMO DISSE OUTRA VEZES , JA CANSOU ESSE ASSUNTO ARI . MUITOS FATORES CONTRIBUEM ...FALTA DE TITULOS .. CRIANÇAS TORCEDORAS ,ETC

  • Ruz
    20/05/2017 17:34

    Falou pouco, mas falou tudo, é por esses motivos que hoje sou torcedor "coxinha" fico em casa no sofá vendo pela tv. Você só se esqueceu um detalhe, agora pegaram a mania de assistir os jogos de pé, não entendo o por que, aqui ninguém é girafa.

  • TIO LEI (3)
    20/05/2017 17:33

    CONT ...usar o termo "SE", isso chama-se "achismo", e profetas desse naipe, Baal, eram mestres nisso. Creio que isso também era fruto de "pajelança", o que devido as circunstâncias, é o que de melhor se lhe apropria. Não me estranha sua atitude, é um termo a mais a ser usado por vocês, pois mães DINADA e ruimbérios de tingum, existem aos montes entre vocês, agora, alguém voltado à "pajelança" é exclusividade sua.

  • Monica Matos
    20/05/2017 17:32

    Hahahahahahhahahahahaha Profeta jogou a isca e a micaiada toda mordeu...

  • João da Teixeira
    20/05/2017 09:45

    Com relação a se aumentar o TC10 da Ponte é válido. E olha que a Globo está dando a maior ajuda para ela e dirigentes de times, pondo no SPORTV só jogos sem interesse nenhum para cada uma das regiões do Brasil. O que é um jogão para Recife eles colocam para Campinas e vice versa. O bugre hoje joga lá hoje e é jogo de Premiere. A Ponte amanhã joga com o Fogão e é Premiere. Vai passar para nós 2 jogos mequetrefes para a região. Ou compra Premiere e TC10 ou vai dormir a tarde...

  • TIO LEI (1)
    20/05/2017 09:44

    Caro profeta. Como a NOSSA PONTE PRETA te incomoda, não? Media de publico em jogos, NUNCA FOI e NUNCA SERÁ o termômetro para se medir o potencial de torcedores de uma agremiação. ou será que a torcida do parmitão superou a dos gambás e a da urubuzada? Não sei que tanto falam de nossa AMADA PONTE PRETA. PRESTA BEM ATENÇÃO: Eu NUNCA COMENTO JOGOS de seu falido time. Todas as vezes que falo de vocês, é SEMPRE EM RESPOSTA às asneiras que você e parte dessa torcidinha dos 3%...

« Anterior : [ 1 ] 2 : Próxima »
18
MAI
Controle de dinheiro também passa longe no futebol

Perplexidade. Propina ali, propina acolá, e assim enfiam a mão no dinheiro. É bufunfa gorda pra uso pessoal e partidário dos homens que você elegeu em todas esferas da política.

Haja vassoura pra varrer tanta corrupção! E como dizia meu saudoso pai, ‘barrê com bassoura de alecrim’. Aquela feita manualmente na roça, cinco vezes maior de que a convencional.

No futebol campeou corrupção na CBF, tanto que o ex-presidente José Maria Marin cumpre prisão domiciliar nos Estados Unidos.

Marin está preso em Nova York
Marin está preso em Nova York
Não ouso acusar diretamente corrupção em clubes, até porque não posso provar.

Convenhamos, todavia, que o controle sobre dinheiro que entra e dinheiro que sai em clubes é coisa bem relativa.

Nem tudo é devidamente registrado. A incidência de dinheiro não contabilizado é regra na maioria das agremiações, sem que isso signifique necessariamente propina.

Historicamente jogador de futebol recebe um tanto por dentro - em carteira - e outro por fora. Aí o ‘leão’ leva drible estonteantes, lembrando zagueiros a procura da bola escondida por hábeis atacantes.

Queima-se dinheiro em clubes de futebol tanto quanto queima-se gravetos e lenha em festas juninas.

EMPRÉSTIMO DE DINHEIRO

‘Generosos’ dirigentes ou torcedores emprestam dinheiro a clubes, e sabe-se lá como é feita a contabilidade para o ressarcimento.

Dá pra acreditar que a amostragem na contabilidade corresponde fielmente à realidade?

A falta de transparência é tal que dirigente evita citações do custo das coisas, quanto gastou em empreendimentos, desconsiderando que deve satisfação à sua coletividade.

Como conselhos deliberativos de clubes são parceiros de chapas eleitas de diretorias executivas, esqueça a atribuição de fiscalizar do conselheiro. Quando um ou outro ousa suspeitar de qualquer coisa, um rolo compressor sufoca tudo.

Apressam-se em aprovações de relatórios financeiros sem a devida verificação, ou são impedidos porque malandramente os formatam em letras do tamanho de bulas de remédios. Assim, prevalece a cega confiança no amigo.

Nesse cenário, fanáticos torcedores não perdem o hábito de colocar o pronome do caso reto sempre na primeira pessoa do plural, quando se referem ao seu clube: nós perdemos, nós ganhamos...

Ouve-se frequentemente, quando se destemperam nas discussões com adversários, coisas do tipo ‘nós temos mais torcida’, ou ‘nós temos equipe mais categorizada’.

Enquanto isso...

  • Paulo Sergio p/ Tio Lei
    20/05/2017 09:41

    Pois é Tio Lei, isso é histórico nos 3% ou seja, é só apertar que eles fogem da raia, estamos acostumados!!

  • TIO LEI ao amigo Paulo Sergio
    20/05/2017 01:21

    Parece que o Ilustre Professor absteu-se em nos reportar a grafia correta dos meus questionamentos.

  • Cabeça
    20/05/2017 01:20

    Grande Tio LEI!, nçao entendi quando vc fala em falta de transparência, no caso do Clayson, tínhamos 40% do passe, 60% era do Ituano, Corintians pagou 3,5 milhões para Ponte e cedeu percentuais de 2 jogadores. Potker não tínhamos 100% do passe, a transferência era inevitável, já tinha escapado os Gambás, nessa ele tinha que ir para ganhar, ele e empresário. Tio LEI, estamos fazendo milagre, não podemos competir com pelo menos uns 15 clubes

  • Cabeça
    20/05/2017 01:20

    Infelizmente temos que investir em apostas ou jogadores mais famosos mas em declínio, ou você acha que teríamos bala para contratar o Sheik em 2010 ou o manter o Cajá em seu auge? Temos que aos poucos ir subindo nosso patamar financeiro com cotas e patrocínios, infelizmente essa é a realidade, realmente não entendo como vc e alguns não conseguem enxergar isso, entendo que a paixão cega

  • Paulo Sergio p/ Tio Lei e PROFESSOR.
    20/05/2017 01:19

    Tio Lei: Quanto à correção do PROFESSOR, tô nem aí, é mais uma tática dele de desviar o foco!! Não fosse assim, ele não teria escrito tantas palavras com erros ortográficos como você bem descreveu. À você PROFESSOR digo o que disse aqui a cerca de um ano atrás. Sou formado em engenharia naval, capitão de embarcação até 120 pés com especialização em navegação até pela lua ou pelas estrelas em situação de deriva. Assim, não é um erro ortográfico que iguala a você.

  • Paulo Sergio p/ PROFESSOR.
    20/05/2017 01:18

    Em tempo: Nunca fui bom em português, não é o meu forte!! kkkkkkkkkkkk..

  • João da Teixeira
    19/05/2017 18:07

    Desculpe, Ari, hoje não deu para falar de futebol. Sei que o Fogão, através do gol de Rodrigo Pimpão, se classificou na Libertadores. Esse Pimpão, qdo esteve na Macaca, fez muito pouca coisa e o Roger nem se fale. Por isso que digo que o esquema tático da Ponte Preta trucida quase sempre jogadores atacantes. Se o cara for bom e goleador na Ponte, é seleção na certa. Mas como falei, hoje foi dia de olhar para o nosso Brasil, ele não merece ter filhos "bananas".

  • TIO LEI ao amigo CABEÇA
    19/05/2017 18:06

    Caro parceiro. São esses tipos de coisas que fazem de mim um "corneteiro". A falta de transparência, que a tempos estamos alardeando aqui no blog; depois a demora em se tomar decisões, tendo em vista que as saídas do Potker e do Clayson já eram sabidas faz tempo; Outro ponto, contratações como as do Cajá e do Emerson, jogadores "FORA" da condições físicas ideais, que são contratados e ficam 30, 40 dias para entrar em forma. Infelizmente essa é a realidade de nossa diretoria.

  • Roberto
    19/05/2017 18:05

    É ESSE TIO GA. NÃO SE EMENDA, OUTRO DIA ESTAVA CHORANDO QUE É PERSEGUIDO, TIPICO MULHER DE MALANDRO , GOSTA DE APANHAR

  • João da Teixeira 1
    19/05/2017 18:05

    As desculpas da JBS:"Erramos e pedimos desculpas. Não honramos nossos valores quando tivemos que interagir, com o Poder Público. E não nos orgulhamos disso. Nosso espírito empreendedor e a vontade de realizar, quando deparados com um sistema que muitas vezes cria dificuldades para vender facilidades, nos levaram a optar por propinas a agentes públicos. Ainda que nós possamos ter explicações para o que fizemos, não temos justificativas. Em outros países, fomos capazes ... cont

  • João da Teixeira 2
    19/05/2017 18:04

    cont. ...fomos capazes de expandir nossos negócios sem transgredir valores éticos. Assim construímos uma empresa geradora de mais de 270 mil empregos diretos, em 300 fábricas, nos cinco continentes fazendo produtos de qualidade. O Brasil mudou e nós mudamos com ele. Por isso estamos indo além do pedido de desculpas. Assumimos aqui um Compromisso Público de sermos intolerantes e intransigentes com a corrupção. Fizemos acordos com MP para expor, com clareza, a corrupção no Brasil.

  • João da Teixeira 3
    19/05/2017 18:04

    cont. ... Enfim, está aí o pedido de desculpas da JBS aos cidadãos de bem do Brasil. Muito bom, muito bonito! ... mas para tudo se acabar na 4ª feira... Muito circo, mas acontece que a população está "sem pão". Somos a República das Bananas ou melhor dos Bananas!

  • JHON
    19/05/2017 13:08

    Corrigindo, MAIS***.

  • JHON
    19/05/2017 13:07

    Mia um comentário infeliz do AMEBA !!!! Talvez ele nem da gema tenha vindo, né ?

  • Ttito
    19/05/2017 12:22

    É Ari, infelizmente o brasileiro não aprende na escola o princípio da legalidade. O pior e que muitas crianças aprendem burlar as leis em casa, quando crescem se tornam isso que a gente está vendo. A Lei deve ser respeitada porque ela preserva direitos de outrem. Aprendi na vida que se evitarmos os pequenos erros, jamais cometeremos os grandes. Infelizmente no Brasil o povo só se preocupa com os grandes detalhes, assim os pequenos são ignorados, carros nas calçadas por exemplo.

« Anterior : [ 1 ] 2 : Próxima »
Confiram as Postagens Anteriores:

1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14 
 

Jornalista esportivo há 40 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.

Fale comigo