24
JUN
Ficou ainda mais fácil para o Guarani quando o Náutico teve jogador expulso

Se era obrigação o Guarani vencer o lanterna Náutico, a cobrança foi mais intensificada a partir dos 40 minutos do segundo tempo, quando o adversário ficou com um homem a menos, devido à justa expulsão do lateral-direito Suelinton, que para evitar o gol interceptou a bola com o braço, quase na risca fatal.

Aquele pênalti claro convertido pelo meia Fumagalli facilitou a vida do Guarani, que venceu a partida por 2 a 1 na noite deste sábado no Estádio Brinco de Ouro, resultado que o colocou na liderança desta Série B do Campeonato Brasileiro, com 19 pontos.

Logo no início da partida o Bugre descobriu que a mina para se explorar do adversário seria no lado direito do ataque com Bruno Nazário em cima do fraco Feliphe Gabriel, zagueiro improvisado de lateral-esquerdo.

Sem velocidade, o grandalhão do Náutico era batido com facilidade, mas faltava ao Guarani lucidez na sequência daquelas jogadas.

De qualquer forma, como o Guarani teve mais volume ofensivo, o Náutico tinha proposta básica de se defender. Logo, com a bola rondando a área do adversário, era questão de esperar falhas para o Bugre chegar ao gol.

PRIMEIRO PÊNALTI

Foi assim quando Feliphe Gabriel derrubou Lenon dentro da área aos 17 minutos, em pênalti convertido por Fumagalli.

Evidente que o torcedor bugrino não contava com aquele pênalti desnecessário cometido pelo volante Auremir sobre Gilmar, dez minutos depois, convertido pelo meio-campista Giovanni, até que o segundo pênalti recolocou o Guarani em vantagem.

A partir disso, o Guarani teve percepção que o Náutico até fisicamente não teria forças para tentar esboçar reação. Por isso tratou de administrar a vantagem no segundo tempo, tanto que só ameaçou a meta adversária com chutes de longa distância do meia Luiz Fernando, que havia substituído Fumagalli.

Convenhamos que era jogo típico para o treinador Oswaldo Alvarez, o Vadão, ousar no time bugrino, sacando um dos volantes para a entrada de Caíque. Todavia ele preferiu o trivial ao tirar outro atacante, caso de Bryan Samudio.

Seria prudente que o Guarani continuasse acionando mais o lado direito, até porque Lenon descia seguidamente e Auremir se projetava pelo setor.

No segundo tempo, inexplicavelmente o Guarani preferiu centralizar jogadas ofensivas pelo lado esquerdo, mesmo sabendo das indefinições do lateral Salomão no apoio.

  • Thom
    26/06/2017 15:32

    "Centralizar as jogadas pelo lado esquerdo"...mandou tão mal quanto o Auremir no penalti, hein professor.

  • João da Teixeira
    26/06/2017 11:37

    Talvez, uma das explicações para que os militares tenham fechado os olhos para a bagunça que se encontra o país, seja o que aponta o Relatório do TCU em 2016. O Tesouro Nacional teve um gasto com aposentadoria de militares inativos e ou pensionistas, de 17 vezes maior do que gastou com os beneficiários da Previdência Social (INSS), que atende aos trabalhadores do setor privado. Militares estão fora do projeto de reforma da Previdência e muda isso para ver o que acontece?

  • Tito
    26/06/2017 11:36

    Como é bom ver o prata da casa melhorando a cada jogo. O jovem Salomão tem demonstrado personalidade. Em uma jogada, no sábado, em que ele perdeu a bola próximo à linha de fundo, os cornetas já começavam a se manifestar, o jovem jogador não se abateu, insistiu e não deixou o adversário armar contra-ataque. Sem dúvida, ele vai se firmar e encher os olhos de muitos cornetas.

  • Roberto
    26/06/2017 11:34

    VÍ EQUIPES DO GUARANI QUE TINHAM QUALIDADE TÉCNICA, VÍ JORGE MENDONÇA, ZENON, CARECA, E DELES EU ESPERAVA TÉCNICA, JOGOS BONITOS . DESSES ULTIMOS TIMES QUE O GUARANI MONTOU, NÃO ESPERO VER ISSO, ESPERO SIM QUE A EQUIPE VENÇA , QUE A DIRETORIA SE ESTRUTURE, E QUE A TORCIDA RECONHEÇA ISSO.

  • Eugenio
    26/06/2017 11:26

    O time é limitado tecnicamente mas tem garra, determinacao e esta bem dirigido pelo Vadao. Agora vamos precisar de banco para manter o nivel pois vao comecar contusoes, cartoes, etc e acho que estamos bem nesse criterio. Problema é que contra o ultimo colocado o goleiro deles nao fez uma defesa e isso preocupa. Eliandro tem q voltar a fazer gols.

  • Paulo Sergio p/ Denilton
    25/06/2017 20:34

    Calma Denilton, tem muito chão ainda pela frente, seu time está indo muito bem, mas não se esqueça, Vadão é aquele treinador que vai até um ponto e depois começa cair, Elias Aredes falou muito bem disso dias atrás. Portanto, não comemore nada por enquanto a não ser as vitórias.

  • Marcio
    25/06/2017 20:34

    Ari meu camarada o que vc acha dessa dessa insistência do Vadão no Caíque ?

  • Marcio
    25/06/2017 18:58

    Denilton gostei sua sua postagem. apenas sua última frase foi desnecessária. Meu sonho é o dia em que Guarani e Ponte Preta disputarão os dois derbis na série A, para ver quem será o CAMPEÃO BRASILEIRO....

  • Marcio
    25/06/2017 18:58

    Guarani vence mas não convence, mas vamos que vamos meu bugre....

  • Denilton GFC
    25/06/2017 14:33

    Ari: VITÓRIA e LIDERANÇA. 19 pontos e o time mais próximo dos 46 pontos necessários para se MANTER na série B. Primeiro OBJETIVO: se MANTER na série B e ESTRUTURAR o GFC. Estamos saindo da FALENCIA e FECHAMENTO com MUITA COMPETÊNCIA. Se conseguir o OBJETIVO principal poderemos cantar novamente no BRINCO: VAMU SUBI BUGREEE.... xupa nega véia!!!!!!!

  • Marcio
    25/06/2017 14:32

    É...Tá bom ! mas BOM BOM BOM não está ? entenderam ?

  • Marcio
    25/06/2017 14:32

    Verdade João, assim como são 5 pontos que separam o rebaixamento da libertadores. Vejamos as cenas dos próximos capítulos...

  • DE ARI PARA PAULO SÉRGIO (1)
    25/06/2017 14:32

    Prezado Paulo Sérgio, há uma diferença fundamental entre ingenuidade e grossura. No caso do primeiro pênalti favorável ao Guarani, disse textualmente sobre a grossura do desengonçado Feliphe Gabriel, um zagueiro improvisado na lateral-esquerda que estava levando um vareio de bola...

  • DE ARI PARA PAULO SÉRGIO (2)
    25/06/2017 14:30

    ... Erro crasso do treinador do Náutico, Beto Campos, ao escalar um jogador sem a mínima condição naquele setor. No segundo pênalti a bola tinha endereço do gol, o lateral Suelinton tentou interceptar com o braço, mas não conseguiu ludibriar o juizão. Aí você pode até colocar na conta da ingenuidade, mas prefiro citar malandragem malsucedida.

  • Paulo Sergio p/ Ari
    25/06/2017 14:29

    Caro Ari: Quer dizer então que os dois penaltis a favor do Guarani não foram ingenuidade do adversário?? O primeiro penalti foi idêntico ao sofrido por Lucca no jogo da Ponte. Essa história de é, é, não é, não é, você vai contar pra outro, meu amigo!!! O Guarani mereceu sim a vitória por que teve méritos e foi bem melhor, mais aplicado e fim de papo! Entendeu agora a minha cobrança??

« Anterior : [ 1 ] 2 : Próxima »
23
JUN
Ponte Preta carece de jogadas trabalhadas pelos lados do campo, no ataque

O parceiro Paulo Sérgio, pontepretano que do litoral norte acompanha diariamente a coluna, me repreendeu ao citar que a manchete sobre a vitória da Ponte Preta diante do Cruzeiro teve tom irônico, tudo porque citei que ‘a Ponte aproveitou a ingenuidade do lateral Lenon para ganhar o jogo, com gol de pênalti’.

Houve época em que a mídia campineira pautava a sua atuação pelo ‘puxa-saquismo’ incontrolável aos clubes de Campinas.

Na vitória, elogios; na derrota, culpava-se a arbitragem por não inventar pênaltis que favorecessem Ponte Preta e Guarani.

Felizmente os tempos são outros. Já não se fala ou se escreve pra agradar torcedor. Conta-se o fato. Aqui é assim que a banda toca. E isso tem-se repetido em outros segmentos da mídia local.

BEIRADAS DE CAMPO

No caso específico desse jogo com o Cruzeiro, faltou aprofundamento em meu comentário de que o time pontepretano carece de treinamentos para bem explorar os lados do campo.

Se está claro que o lateral-direito Nino Paraíba tem facilidade para transição ao ataque, é indesmentível que jogadas precisam ser trabalhadas para o time chegar com a bola no fundo de campo.

Raramente se vê triangulações por ali, com chegada de alguém que opte pelo passe em vez do cruzamento.

De que adiantam aquelas bolas alçadas à área adversária por Nino da intermediária, se a Ponte não tem o cabeceador? Cabem os tais cruzamentos apenas em lances de bola parada, com a projeção natural dos zagueiros.

JOÃO LUCAS

O quadro é pior do lado esquerdo pela timidez ofensiva do lateral João Lucas, e a tendência natural de o atacante Lucca optar pela diagonal, em vez de alternar com o fundo de campo.

Contra equipes que redobram a marcação, como fez o Cruzeiro na quinta-feira, é imprescindível que a Ponte saiba trabalhar bem os lados do campo.

Sendo assim, que o treinador Gílson Kleina trate de tomar as devidas providências e dê mais opções ofensivas ao time pontepretano.

  • João da Teixeira
    24/06/2017 14:52

    Quem vem fazendo bonito é o sub-17 da Ponte. Está com 36 pontos, invicta, líder de todos os grupos do estadual. Quem disse que não temos time de base? Ter nós temos, precisa saber o que acontece com eles no futuro, num passe de mágica viram fumaça!!! E falando em fumaça, o Parmitão vem aí querendo botar fogo no time da Ponte. Vem de uma vitória magra sobre o Dragão, mas não podemos falar nada de que foi uma vitória magra, afinal, perdemos de goleada desse mesmo time.

  • Antonio
    24/06/2017 14:52

    Que tal reintegrar o Matheus Jesus e ser feliz, hein Diretoria burra e Kleyna inventor!

  • Tony
    24/06/2017 14:51

    Jogar com Rodrigo, Cajá e Sheike é pedir para tomar uma sapatada! Alem disso, o lateral esquerdo é GROSSO demais.....

  • João da Teixeira
    24/06/2017 12:06

    A OAB F.C. disse que ao arquivar a representação contra o senador Aécio Neves, o fanfarrão presidente do Conselho de Ética do Senado, João Alberto, consegue debochar da sociedade, que esperava esclarecimentos para as gravíssimas acusações e ao mesmo tempo agredir a democracia. Dentro do contexto atual, é imprescindível que o processo tenha curso no Conselho de Ética e que o senador Aécio possa prestar os esclarecimentos necessários, no seu direito de defesa. Ética? Que ética?

  • Barba
    24/06/2017 11:15

    Alem da lateral esquerda HORRIVEL (os 2 que vieram são fracos), nosso meio de campo não cria nada. Apenas Bob tem jogado, O resto, bom, o resto é realmente resto,....Calma, está chegando mais 1 volante BICHADO... marquem pra ver... Nunca jogou que 5 partidas em 1 ano....

  • Paulo Sergio p/ Ari
    24/06/2017 11:15

    Prezado Ari: O que eu quis dizer foi que mesmo quando a Ponte ganha você prefere enfatizar sorte, falha do adversário, pênalti duvidoso etc..para mim o futebol é um jogo de erro, ganha quem erra menos e como todo torcedor consciente, quando a Ponte perde eu sei perfeitamente reconhecer e atá critico mas, quando ganha tem que enaltecer sim! Se o lateral foi ingênuo, problema dele! No jogo contra o Flamengo o gol LEGÍTIMO de Lucca foi anulado, você colocou o FATO aqui??

  • João da Teixeira
    24/06/2017 11:14

    Somos ou não somos time que incomoda? A hora que abrir a janela da contratações do brasileiro, vamos buscar de volta o Reinaldo lá na Chape. Qual o problema, fizeram uma cagada ao deixa-lo ir, reconheçam a diarreia feita e lavem o a sujeira ocasionada. Tem outro lateral esquerdo no mercado dando sopa? Ou nem isso vcs. sabem? Ô João Lucas. vc. já tá com um pé na cova mesmo, então mude esse panorama, porque eu achava vc. um bom lateral lá no Novorizontino, o vai o racha!

  • João da Teixeira 1
    24/06/2017 11:14

    Cinco pontos separam o 11º do 1º colocado na série B. "Quem vai para o trono? Como diria o Chacrinha nos velhos tempos de TV. Alguém se arrisca a cravar 4 que subirão? no começo eu contava com o Inter em 1º de binóculo sobre o vice, qdo jogou contra o Londrina fora de casa e ganhou fácil de um time que se mostrava competitivo anteriormente. Depois veio o marasmo Colorado e nem esse eu arrisco a dizer que já está na série A. Todos nivelados de medianamente para baixo. Ó céus, ...

  • João da Teixeira 2
    24/06/2017 11:14

    cont. Ó céus, ó dor, ó azar!!! Como diria o Hardy Har Har do desenho animado da Hanna Barbera de 1962, que contava com um Leão otimista e uma Hiena pessimista nos episódios. E aí bugrinos? Vcs. estão mais para o Lippy the lion ou para o Hardy Har Har? Estão mais para "Vamos subir bugre, vamos subir bugre... ou para Ó céus, ó vida, ó azar!!! rs. rs. ...

  • João da Teixeira 3
    24/06/2017 11:14

    cont. ...e a parte triste da coisa, bugrinos! Da cova com a pá de cal e tudo (12) para o 1º colocado da série B (18), somente 6 pontos separam. Acreditando que o Náutico já caiu, sobram 3 vagas ainda para a "briga de foice no escuro". Tem que contar com os 3 pontos hoje, apesar de todos falarem que devem ter respeito ao lanterna com 2 pontos na tabela. Respeito somente da boca para fora, todos sabem que a vitória vem e que o moribundo já era. Ou vcs. vão duvidar também disso?

  • Moacir
    23/06/2017 23:30

    1. Seu titulo nao foi irônico. Foi frio e racional. Foi exatamwnte o que aconteceu no jogo. Eu só acrescentaria uma observaçao: a partir dos 30 do 1o tempo a Ponte passou a dominar territorialmente e o gol acabou nascendo em consequencia disso. Assim, de certa forma, o gol foi conquistado. 2. Creio que a total falta de criaçao de jogadas pelos lados se deve à falta lateral, pela esquerda, e do atacante de beirada, pela direita. Talvez Negueba ajude nisso. 3. Lateral esquerdo URGENTE!

Confiram as Postagens Anteriores:

1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14 
 

Jornalista esportivo há 40 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.

Fale comigo