19
JUN
Ponte convive com velhos problemas, enquanto dirigentes ‘roncam’

Em uma das colunas anteriores fiz citação de um bordão repetido em todas partidas pelo ex-treinador Jair Picerni: ‘Futebol é resultado’.

Se a Ponte Preta não sofresse gol nos acréscimos, diante do CSA, e saísse vitoriosa, as coisas naturalmente se acalmariam, diriam que o time foi voluntarioso, e que, com calma, o treinador João Brigatti vai ajeitando.

Como o placar acusou empate por 1 a 1, na noite desta terça-feira, no Estádio Moisés Lucarelli, não há como se escapar da realidade nua e crua: a Ponte não tem time pra brigar na ponta de cima desta Série B do Campeonato Brasileiro.

Portanto, se o objetivo é apenas participar, não correr risco de rebaixamento, deixem o barco correr neste perde, ganha e empata.

PENEIRA

Não dá pra tapar o sol com a peneira mesmo quando ganha, como ocorreu diante do Brasil, em Pelotas.

Naquela ocasião foi citado claramente que o goleiro Ivan fez a diferença, assim como inegavelmente o time já teria frequentado o Z4 se defesas milagrosas não fossem feitas na maioria das partidas.

O CSA seria um time plenamente batível se a Ponte estivesse ajustada.

Todavia, como se ajustar a equipe se o lateral-direito Igor é fraco? Se o treinador é forçado substituir o volante André Castro porque se cansa sem que se movimente desproporcionalmente? Se Lucas Mineiro entra totalmente desfocado? Se absurdamente jogadores como Paulinho e Orinho cavam expulsões?

A irresponsabilidade de Paulinho, expulso por reclamação, exige tomada de posição dura do departamento de futebol do clube, para manutenção da disciplina.

RESPEITO AO TORCEDOR

Como pensar em participação digna e respeito ao torcedor se os prometidos reforços não chegam?

Assim, o que se vê em campo significa o mesmo do mesmo. Diferem-se apenas alguns jogadores, mais conscientes, se que desdobram em campo.

Em comentários anteriores, um leitor alertou que o presidente da Ponte, Armando Abdalla, acompanha a Copa do Mundo na Rússia, e o diretor do portal FI, Élcio Paiola, confirmou a veracidade da informação.

Se aqui estivesse, Abdalla mudaria alguma coisa?

Tá ‘pagando pra ver’ aquilo que acontece desde o início da competição e repete que a Ponte Preta está no mercado, porém sem dinheiro.

Ora, cadê a criatividade? Quem se dispõe a dirigir clube da grandeza da Ponte Preta tem que ser do ramo, ter jogo de cintura, e saber se virar nos trinta.

JÚNIOR SANTOS

Não estranhem se uns e outros até elogiarem a performance do atacante Júnior Santos, pelo fato de ter feito o gol da Ponte, neste empate.

Ora, com o gol aberto, após o goleiro adversário espalmar a bola, só faltava não empurrá-la pra a rede.

Por sinal, ele teve outra chance e a desperdiçou, quando na prática poderia ter definido a partida.

E problemas se avolumam neste time da Ponte. Aqueles aplausos exagerados para o polivalente Danilo Barcelos precisam ser revistos.

Ora, quando aplaudiram se esqueceram que ele também caiu com o time à Série B do Campeonato Brasileiro, ano passado. E que só pegar bem na bola não significa única condição para ser intocável, como tem sido.

  • marcio
    20/06/2018 22:56

    A atual diretoria de Ponte quer e vai mudar o estatuto em benefício próprio, para se perpetuarem no poder frente a Ponte. Deve ser muito bom fazer parte da diretoria. Estes ordinários que lá estão tem o seguinte lema: TUDO DA PONTE E NADA PRA PONTE. São verdadeiros chupins.Até neguinho envolvido na laja jato lá esta. O que se esperar??? Saquearão o máximo a Ponte Hj, o melhor seria sermos rebaixados para C, pois certamente estes vermes sairiam

  • TIO LEI (1) - Há algo de estranho no ar
    20/06/2018 22:55

    Caros parceiros PONTE PRETANOS. Não vou comentar sobre o jogo, pois teria que reescrever as mesmas lamentações, os mesmos erros e as mesmas criticas ao plantel, que se repetem a cada jogo. Nada muda. Cada nova partida, parece video tape das partidas anteriores. Mas o jogo de ontem chamou minha atenção para OUTRO DETALHE. Não duvidarei nadica de nada se a BOMBA NÃO ESTOURAR NOVAMENTE, em relação a atrasos de salários. Causou me estranheza a forma como Paulinho e Orinho ...

  • TIO LEI (2) - há algo de estranho no ar ...
    20/06/2018 19:54

    ... "CAVARAM" suas expulsões. Aquilo não foi IMATURIDADE, aquilo foi "caso pensado" ou "premeditado". Vejam o caso do Paulinho. Fez a falta, "tomou" o amarelo, depois só não chamou o arbitro de santo, tanto é que a atitude do juiz foi imediata. O que vemos a seguir é o Paulinho saindo de campo, ACEITANDO PASSIVAMENTE sua expulsão, coisa que TODO JOGADOR quando é expulso, vai até o arbitro reclamar fazer uma pressão, e a equipe vai junto nessa pressão, e não foi nada disso ..

  • TIO LEI (3) - há algo de estranho no ar ...
    20/06/2018 19:53

    ... o que vimos. Na verdade vimos um Paulinho saindo de campo, e "seus companheiros" de equipe parece que não estavam "nem aí" para o que acabara de acontecer. Como se isso "JÁ FOSSE ESPERADO" por eles. Já no caso Orinho, aquela agressão é caso de polícia. Um absurdo como um jogador que se diz PROFISSIONAL bate descaradamente em um adversário, e mais uma vez o que vimos? O restante do time novamente na base do "tô nem aí". ...

  • TIO LEI (4) - finalizando
    20/06/2018 19:53

    ... Enquanto isso, a DIRETORIA faz e desfaz as coisas como bem entender, pois além de ter o CD em suas mãos, sabe que os torcedores NADA FARÃO, pois estamos vendo jogos sem torcida no estádio, justamente por causa deles, e é natural que qualquer atitude, digamos, MAIS PESADA que eles tomarem, poderemos sofrer sansões ainda maiores. Portanto, agora é só com muitas orações, para que não venhamos a ser rebaixados para a série C.

  • Barba
    20/06/2018 17:18

    Plantel da Ponte é ridiculo. Com pouquissimas excessões, é plantel para brigar para não cair. Sem nenhuma motivação, vaidades pessoais, um bando de jogador grosso. Salvam-se o Ivan, Danilo Barcelos e... Mais nada! Virou bumba-meu-boi.

  • Carlos para Diretoria da Ponte
    20/06/2018 17:17

    Diretoria - Até quando este tipo de atitude será respeitada? Está virando casa da mãe Joana, sem dizer que Paulinho NUNCA jogou nada, é sua 3a passagem na Ponte e está andando em campo - Displicente! está gozando com a cara do Torcedor!!!

  • mauricio
    20/06/2018 17:17

    O discurso interno é a manutenção na serie B ,nao tem grana tem um técnico abaixo do valor de mercado ,nao tem jogadores no mercado para contratar ,vao deixar o LUIS Fabiano numa saia justa pois a torcida vai cobrar uns dos ídolos que resta ,nao vai fazer nada sozinho torcedores o ano para acesso acabou tem que fazer campanha de CAMPEÃO impossível direção nao tem interesse em subir em fim é o que temos para ate o fim de ano lamentável !!!

  • mauricio[2]
    20/06/2018 17:16

    Estou lendo aqui cobrando Abadalla nao faz nada na Ponte sem a ordem do Ex afastado Carnielli sem chance dele mudar alguma coisa na Ponte . Estamos falando a tempo isso ,nas reuniões de conselho a Ponte nao tem oposicionista todos sao EX afastado Carnielli tudo é dele presidente ,vice e o mais importante diretor financeiro esta a 4 anos na Ponte ,vamos acordar estamos da Mao desse SR Carnieli de 20 anos ,ja encheu o saco ,nao larga o osso porque tem interesse na Ponte.

  • Rodrigo U.
    20/06/2018 17:11

    Sempre será improvável um resultado positivo nos jogos, seja porque a defesa entrega ou o ataque perde oportunidades incríveis e agora voltou o descontrole emocional com inúmeras expulsões. Então a questão vai além de reforços e muito por postura dos jogadores, que basta abrir o placar e começa com toques de calcanhar e inúmeras firulas, em qualquer provocação já revidam e oscilações absurdas de desempenho por exemplo o Ivan ontem que esteve muito mal. E o sofrimento continua

  • Profeta da Tribo
    20/06/2018 09:28

    Empate normal em Campinas. A AAPP está fazendo uma boa campanha. Nos últimos 5 jogos, foram 2V 2E 1D. Campanha para chegar na reta final com tranquilidade, quem sabe, até, dando um sprint para beliscar uma vaga no G4. Muitos torcedores acharam que a AAPP ia nadar de braçadas no campeonato. Diziam que eram time grande e, portanto, subiriam de imediato. Muita arrogância, né? AAPP não cai, mas dificilmente sobe. Sua posição, 10, é o fiel retrato de sua qualidade técnica.

  • RMaia
    20/06/2018 09:24

    Time água de salsicha. A única alegria do pontepretano se resume a comemorar vitória no dérbi. Em relação aos reforços, Abdalla admitiu sua incompetência ao pedir "auxílio" à imprensa para que indicassem nomes à ele, já que estava encontrando dificuldades. Abdalla está tão preocupado com a Ponte que foi fazer turismo e assistir a Copa na Rússia tudo pago pela CBF, uma retribuição ao voto que a Ponte deu para eleger atual presidente da CBF.

  • João da Teixeira
    20/06/2018 09:23

    Como chamar a atenção do elenco, como cobrar alguma coisa, se o presidente Abdalla está vendo a Copa do Mundo lá na Rússia. Está se lixando com o time, o pau comendo aqui, ele curtindo o país vermelho enquanto a torcida também está no país vermelho, mas vermelho de raiva, raiva dos governantes e raiva desse time. Sem brio, a Ponte vai participando como um moribundo a caminho da morte na Série B. Ô Carnielli, como dono da Ponte, acho! Vê se põe ordem na várzea que virou o time...

  • TONY
    20/06/2018 01:52

    O time eh um lixo. O técnico é estúpido. Com 1 jogador a menos é ganhando o jogo, entra com 2 amebas na frente. Saraiva e Aaron. E o tal Paulinho é RUAaaaa!

  • Barba
    20/06/2018 01:51

    Algo tem que ser feito urgente pela diretoria. Não é possível tamanha displicência do Paulnho e nan rescindir o contrato. Jogou 3 pontos ganhos no lixão.

18
JUN
Futebol pragmático da Copa sugere estímulo para a volta do driblador

Abaixo um comentário sobre a atuação de Neymar.

Se você tem motivos para elogiar o futebol na primeira rodada desta Copa do Mundo na Rússia, convido-o para refrescar a memória com um só exemplo de como se trata a bola na intimidade.

Entre no You Tube e acesse vídeos de jogadas do ex-meia-atacante Ronaldinho Gaúcho.

Contemple chapéus em sequência quando marcado por dois ou três adversários. Dribles elásticos de deixar adversários ‘catando cavaco’ eram uma constante. O chute forte ou colocado era indiferente com a direita ou canhota.

Gabriel Jesus: poucos dribles
Gabriel Jesus: poucos dribles
Treinadores adeptos das chamadas duas linhas de quatro já andavam espalhados pelos quatro cantos do planeta no biênio 2004-05, quando Ronaldinho foi eleito o melhor jogador do mundo. E conseguiam barrá-lo com dupla marcação individual? Claro que não.

Ora, nós que vimos Ronaldinho Gaúcho, Ronaldo Fenômeno, Maradona, Dener e tantos outros malabaristas da bola, agora engolimos o futebol apenas pragmático de seleções integrantes desta Copa do Mundo.

COREIA DO SUL X SUÉCIA

Seleções mais fraquinhas - os bagrinhos - se defendem com duas linhas de quatro, ou uma linha de cinco e outra de quatro, deixando apenas um atacante ao ‘deus dará’. Coreia do Sul e Suécia, por exemplo, foram protagonista de jogo tipicamente de Série B do Campeonato Brasileiro.

Bagrões procuram se compactar e rodam a bola a espera da brecha para o ‘bote’ fatal. E penam para vazar a meta adversária porque carecem do driblador talhado a romper ‘muralhas’.

Falaram mil maravilhas de Bélgica e Inglaterra, mas na prática o que se viu foi o mesmo futebol burocrático da maioria.

Se os ‘gringos’ querem manter esse estilo tosco, problema deles.

Dirigentes brasileiros precisam refletir sobre fórmulas para reinventar o futebol, que pode até passar pela revisão na chamada Lei Pelé, devolvendo autonomia aos clubes e restringindo participação do empresário nos negócios.

  • DE ARI PARA PROFETA
    19/06/2018 18:21

    Profeta, jornalismo investigativo? ‘C’ tá de brincadeira. Só é informado aquilo que cai no colo do repórter. Paulo Moraes e Renato Silva morreram, Roberto Diego e Vagner Ferreira já não reportaram. E hoje e molecadinha é brinquedo nas mãos de cartolas, boleiros e treinadores. Essa é a realidade.

  • Profeta da Tribo
    19/06/2018 18:15

    Mas, para mim, mais do que seleção, eu quero o bem é do Guarani. O que dizer de Rondinely e Ramon? O primeiro estava em todas, de repente foi poupado com desconforto, e agora nunca mais jogou. O que que está acontecendo com esse rapaz? Cadê o jornalismo esportivo investigativo? Tem mutreta aí? E o Ramon, bom jogador, mas parece que veio bixado. Só se machuca. Mendes, vamos render? Eric, por que caiu tanto? Que que tá acontecendo no Bugre?

  • Profeta da Tribo
    19/06/2018 18:14

    Por outro lado, tenho que ser sensato. A campanha do Bugre não é ruim. É mediana. Se não fosse o começo terrível com 1V 3D, estaríamos na beira do G4. Após o derby, conquistamos 3V 3E 1D. Campanha de acesso, 57 por centro de aproveitamento. Apenas 1 derrota em 7 jogos. Então, vamos com calma. Uma vitória hoje seria maravilhosa. Raça e tradição. Humildade sempre. Vai, Bugre guerreiro!

  • RMaia
    19/06/2018 18:12

    Ari, quantos atletas dessa seleção passaram pelas seleções sub-17 e sub-20?? Muitos deles amadureceram seu futebol jogando na Europa, cujo estilo é esse que você citou. Essa molecada nem chega a jogar nos principais gramados brasileiros e já é vendida ao exterior, os exemplos mais recentes são o Rodrygo do Santos e Vinícius Junior do Flamengo. Depois cheios da grana e com idade avançada voltam como atletas bengalinhas pra queimar a última lenha por aqui enganando muitos clubes.

  • RMaia
    19/06/2018 18:11

    Falando de Ponte, o turista Abdalla tá lá na Rússia curtindo a Copa às custas da CBF, que vive de sugar dinheiro dos clubes e depois distribui essas migalhas aos dirigentes.... Alguém aí se lembra que a Ponte ficou encarregada de ser observadora do time da Espanha pro Tite???

  • Profeta da Tribo
    19/06/2018 13:40

    Esse time do Brasil é indiscutivelmente talentoso. Neymar, Coutinho, Marcelo e outros são bons de bola. O que está faltando? Um 9 de respeito. Mais intensidade. Um psicológico mais forte, para manter a estrutura tática, jogar com tranquilidade. E, claro, bastante humildade e espírito de equipe. Acho que esse empate veio no momento certo. O Tite vai dar um chacoalhão nesse time e vão jogar mais bola no próximo jogo.

  • ARIOVALDO ZANELLI (1)
    19/06/2018 13:40

    MEU AMIGO CHARÁ, ESTÁ COMPLICADO FALAR DA PONTE PRETA ATUALMENTE, TODOS QUE ESTÃO ESCREVENDO JP, CABEÇA, TITO, WANDERLEI, BARBA, ESTÃO ESCREVENDO TODA A VERDADE DO FUTEBOL DA PONTE PRETA, TEMOS QUE FALAR DO GOLEIRO IVAN, ESTÁ SALVANDO A PONTE DE VERDADEIRAS GOLEADAS, ESTAMOS COM VERGONHA, ESTAMOS SENDO ENGADOS...

  • ARIOVALDO ZANELLI (2)
    19/06/2018 13:39

    ... ESTAMOS COM O SACO CHEIO, ISSO NÃO É FUTEBOL, NÃO PODEMOS CHAMAR DE TIME, ISSO É UM CIRCO DOS HORRORES, REALMENTE NÃO TEMOS O QUE FALAR. JÁ FALARAM TUDO SOBRE A PONTE PRETA. ERA UMA VEZ

  • João da Teixeira
    19/06/2018 11:43

    Já tinha comentado sobre isso, o futebol europeu é o melhor do mundo e foi criado para eles, os jogadores "cinturas duras" de sempre. Perdemos o status de melhor do mundo qdo. perdemos a intimidade com a bola. Hoje a V. Excia. Bola, outrora, a Puta Bola! E sem intimidade igual a uma puta com a mesma, fica difícil para furar bloqueios. Enquanto CR7, não tem intimidade, mas joga a danada onde quer, os brasileiros perderam uma pá de gols por ansiedade, por despreparo ou desespero.

  • Eugenio
    19/06/2018 11:41

    O mais preocupante é a Globo q por interesses comerciais se nega a criticar o Neymarketing, so ficam falando das 537 faltas q ele sofreu, o VAR q devia ter sido usado no gol, etc ... sempre desculpas, a culpa é sempre dos outros, nao ha uma critica construtiva, so paternalismo, esse é o problema do nosso pais, a culpa é do imperialismo americano, das elites dominantes, bla bla ... e no futebol tbm, a culpa é do juiz, das faltas, do VAR, bla bla ...

Confiram as Postagens Anteriores:

1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14 
 

Jornalista esportivo há 40 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.

Fale comigo