26
MAR
Tanta coisa errada e o futebol é obrigado a pagar o pato!

Pais largam crianças soltas às ruas, para as tradicionais brincadeiras entre elas, naturalmente sem máscaras, e você vai esperar o quê?

Se um estiver contaminado com a Covid-19, mesmo que assintomático, é suficiente para o repasse no retorno ao lar.

Isso ninguém vê?

Transporte coletivo com lotação é um veneno, independentemente de cuidados que usuários adotem.

Pior é que geralmente um 'engraçadinho' deixa a máscara escorregar do nariz e gotículas espirradas voam e desgraçam quem não tem nada a ver com isso.

E quem ousa 'falar grosso' com o estúpido?

Mais Covid & Covid

Funcionários de mercadinhos e padarias de bairros deixam máscaras caírem propositalmente na garganta, e ai do cliente que ousar repreendê-los.

Claro que tem-se que reconhecer o combate feito às festas clandestinas e pesadas multas aplicados a organizadores.

E a clientela sem máscara? É apenas dispensada? E a multinha pra esses transgressores?

BARES DE BAIRROS

Donos de botecos na periferia, com a maior cara de pau deste mundo, empilham caixas de bebidas nas portas dos estabelecimentos, dando a entender que atendem apenas no sistema delivery

Delivery de que? De uma garrafa ou latinha de cerveja?

Faça-me o favor! No fundão, os 'pingaiadas' são bem acomodados'.

Já que perguntar não ofende: por que os homens da fiscalização não enxergam isso?

Ora, gestores anunciam aos quatro ventos que vão intensificar a fiscalização? Intensificar aonde?

Em decorrência dessas e outras buscam explicações por que as taxas de ocupação de leitos e de UTI batem recordes e cresce a cada dia o número de óbitos.

Aí o futebol paga o pato. Ele e incontáveis atividades comerciais que preservam todo protocolo de uso de máscaras, higiene e distanciamento social.

CINCO DATAS

A prorrogação de medidas restritivas no Estado de São Paulo até 11 de abril foi mais um 'golpe no fígado' do futebol.

Agora, com a perda de cinco datas programadas para rodadas, como a FPF (Federação Paulista de Futebol) vai se virar?

Considerando-se que o final da primeira fase terminaria em 25 de abril, como encaixar datas atrasadas até lá?

Se já haviam programado rodadas para 14 e 18 de abril, na sequência, a única folga de meio de semana seria no feriado do dia 21.

Uma data, e as outras quatro atrasadas?

COPA DO BRASIL

E a Copa do Brasil, com pré-agendamento de data no dia sete de abril, para a segunda fase?

Vai vendo o balaio de gato que arrumaram?

Aqueles que nos criticam de desumanos ou insensatos à pandemia sugerem que se empurre isso pra frente.

Como empurrar se a última semana de maio já foi reservada para largada do Brasileiro nas Séries A e B?

Segunda-feira vai ocorrer reunião da FPF com os seus filiados do Paulistão, para se decidir que rumo tomar.

JUDICIALIZAR

Diante do cenário, não estranhem se desta vez a maioria optar por judicializar a questão, visto que locais para agendamento de jogos em outros Estados não estão disponíveis.

Evidente que todos somos sensíveis ao tormento provocado pelo vírus maldito.

Todavia, recorremos ao velho bordão criado por Dadá Maravilha no período pré-Copa do Mundo de 1970: 'uma coisa é uma coisa; outra coisa é outra coisa'.

  • TIO LEI - Apenas coincidência?
    28/03/2021 11:26

    Seria "apenas coincidência" ou teria algo que não foi devidamente resolvido? Sim, por que apenas 3 jogadores estão "afastados e entregues ao DM". E quem são eles? Ednei, Renan, Mota e Paulo Sergio, justamente as três contratações nos quais os torcedores depositam maior confiança. Que coisa, não?

  • TIO LEI - I
    28/03/2021 11:26

    João. Eu não ia comentar sobre "o assunto", mas vendo sua postagem resolvi escrever para dizer o tanto de analfabeto funcional, temos por aí. Fica no "conforto" o aposentado que já contribuiu e muito para "os bolsos" dos corruptos que afundaram com a Previdência. Aliás, são esses, e eu estou incluso nesta lista, que devem ficar "no conforto" de suas casas. Já O NOSSO PRESIDENTE, defendo que O POVO PRECISA TRABALHAR para não passar necessidades, ...

  • TIO LEI - II - ao amigo João da Teixeira
    28/03/2021 11:25

    ... então, onde está a lógica aí. Muitos sem trabalho, precisam sair para ver se consegue "trampo", muitos tem trabalho, mas são obrigados a ficar em casa, sem renda, não terão o que comer, e o sujeito defende a paralisação do futebol, sendo que o futebol movimenta uma grande logística de trabalhadores, como transportes, hotéis restaurantes isso só para atender "aos trabalhadores, profissionais do futebol", e os jogos em muito ajudariam à aqueles que PRECISAM ficar ...

  • TIO LEI - III - ao amigo João da Teixeira
    28/03/2021 11:24

    ... "no conforto de suas casas", evitando o stress e tornando um motivo a mais para que fique em casa, inibindo um pouco a vontade incontrolável em poder sair e "dar uma voltinha". Então, hipocrisia é desejar a saída DO ÚNICO que defende que o cidadão precisa trabalhar para "ter o que comer", ou eu estou errado? Valeu João ... receba um abraço, meu amigo.

  • Mabilia
    28/03/2021 11:22

    Marcos, a semana que vem tem grana pra vc que o Bozo vai depositar vai esquecer heimmm!!! kkk se tem nesta coluna um amigo do Zorro é vc! BOBINHO!!!

  • Mabilia
    28/03/2021 11:21

    Marcos, a vantagem de ser honesto é que a concorrëncia é pequena. Até 15/01 foram repassados aos estados 1 trilhão e 247 bilhões { isso mesmo} , não querem prestar contas e querem mais dinheiro!

  • Mabilia
    28/03/2021 11:20

    Marcos, quem nasceu para bater panela, e fumar maconha jamais cantará o Hino Nacional. Acorda amigo , amanha é segunda vai trabalhar!

  • Mabilia
    28/03/2021 11:20

    Povo chato! Agora deram pra reclamar da falta de leitos hospitalares. Deveriam agradecer que temos estádios de primeira qualidade. Né Marcos?

  • Mabilia
    28/03/2021 11:19

    Povo chato! Agora deram pra reclamar da falta de leitos hospitalares. Deveriam agradecer que temos estádios de primeira qualidade. Né Marcos?

  • Mabilia
    28/03/2021 11:19

    Quando a suprema corte de um pais se ajoelha para um bebado, semi analfabeto e facínora , é porque a moral da nação inteira acabou. Né Marcos?

  • Mabilia
    28/03/2021 11:18

    Se eu bem entendi nós é que roubamos o Lula?

  • João da Teixeira
    27/03/2021 23:47

    FPF definiu nova reunião com os clubes paulistas para definir estratégias de como continuar os campeonatos. São poucas as datas e pelo menos duas rodadas terão que ser repostas antes do início do Brasileirão A, B, C e D. Alguns falam aqui como se os profissionais do futebol não necessitasem trabalhar tbém e levar comida aos familiares. Todos tem que trabalhar, não tem jeito. Calça Apertada e complicada a coisa.

  • João da Teixeira
    27/03/2021 23:45

    Mais um dá velha guarda esportiva que sucumbe ao Corona Vírus Desease 19, agora morreu Paulo Stein por complicações decorrentes da doença. Carioca da gema, morreu com 73 anos e vai deixar um buraco na crônica esportiva do Brasil e principalmente na do Rio. A Covid 19 vem faz e nos cada vez mais estragos em ilustres e não ilustres. Tinha uma ligação direta com o Flu de Laranjeiras.

  • Marcio
    27/03/2021 23:43

    É obrigado a pagar o pato sim. Como bem disse o Marcos o futebol é menos importante neste momento. Não venha com a frase idiota: o futebol ajuda a deixar as pessoas em casa !!! No geral jogador vai para a balada(festa clandestina) sim ! O que deve deixar cada um em casa é a VIDA DE CADA UM DE NÓS ! Dane-se GFC AAPP FPF CBF E GLOBO....

  • Marcos
    27/03/2021 18:45

    O futebol não é nada importante neste momento e nem tem que pagar o pato !! Muitos sem trabalho, sem tem o que comer , ao passo que outros querem ficar no conforto de suas casas , assistindo futebol !!! Medíocres, hipócritas !!! E para concluir :: FORA BOZO !!!

25
MAR
Com novas regras da Série B, seria temerário a Ponte apostar em Fábio Moreno

Fábio Moreno, técnico da Ponte Preta
Fábio Moreno, técnico da Ponte Preta

Também para a Série B do Campeonato Brasileiro, o Conselho Técnico definiu apenas uma troca de treinadores na hipótese de que sejam demitidos.

Eta decisão perigosa tomada pelos clubes e avalizada pela CBF!

A cultura do futebol brasileiro é diferente de outros países. Quando o clube vai mal, peso maior da culpa recai sobre o treinador. É aí que se intensificam pressões de torcedores.

E todos sabem como pressionam, até que a cartolada não aguenta o 'tranco' e opta por mudança.

Enfim, já que a proposta de dois treinadores por equipe no Brasileiro está embutida no regulamento, é prudente que os dirigentes de Campinas avaliem criteriosamente se vale a pena apostar nos seus respectivos comandantes.

Allan Aal, do Guarani, tem mais rodagem de que Fábio Moreno, da Ponte Preta, na função de treinador.

Aal está vacinado às críticas e pressões externas, assim como vivenciou mais experiências para tomadas de decisões em grupos heterogêneos.

FÁBIO MORENO

Dirigentes da Ponte Preta têm pouco menos de dois meses para avaliação do trabalho de Moreno, após fixá-lo como treinador para o Paulistão.

Sim, a vida é feita de oportunidades, dirão.

Igualmente quem não as têm fica privado de mostrar o real valor, seria o outro argumento.

Só que agora estamos diante de novo cenário. Logo, é preciso saber aquilo que os dirigentes pontepretanos almejam pra valer nesta Série B.

Permanência sem flertar com risco de rebaixamento?

Sonham na briga pelo acesso ao Brasileirão?

CONCORRÊNCIA

Lembrem-se que com o rebaixamento de clubes tradicionais como Botafogo (RJ), Vasco, Coritiba e Goiás na edição 2020, agora o buraco é mais embaixo.

E não esqueçam que o Cruzeiro vem galopando, para retomada de seu espaço na elite.

E daí: a Ponte vai ter 'bala na agulha' pra reforçar o elenco e se rotular como protagonista?

Claro que não.

Então, meu caro, pra tirar 'leite de pedra' de um time limitado, convenhamos que isso não é façanha para o treinador Fábio Moreno, novato na função.

Calma, não se está propondo que seja demitido. Poderia voltar à função de auxiliar-técnico, e aí o clube poderia apostar num treinador rodado e capaz de extrair o limite da equipe no plano individual e coletivo.

SUBSTITUIÇÕES

Moreno tem mostrado discernimento no trabalho pré-jogo, mas quando a bola rola ainda não domina as variantes, por vezes só enxergadas por profissional rodado na função.

Na maioria das vezes demora pra fazer substituições, e nem sempre acompanha as esperadas mexidas no 'tabuleiro'.

A Ponte sofreu sufoco desnecessário diante do modestíssimo Botafogo, em Ribeirão Preto, durante o segundo tempo, porque Moreno deixou de fazer o óbvio.

Em desvantagem no placar, o adversário se atirou ao ataque e, em consequência, coube à Ponte Preta o contra-ataque.

Ora, o natural, naquela circunstância, seria Moreno sacar um dos atacantes e reforçar o meio de campo com jogador de contenção.

Esse bê-a-bá seria feito por qualquer treinador rodado, num claro indício de que Moreno ainda não está pronto para um grande desafio.

Lógico que todos têm direito a evolução, e nem se descarta que isso possa ocorrer até rapidamente com Moreno.

Todavia, entre o certo e o duvidoso, que os senhores dirigentes congelem a aposta e recorram a um profissional capaz de fazer muito com pouco na competição nacional.

Isso se tiverem ambição.

Ainda não existem comentários.

Confiram as Postagens Anteriores:

1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14 
 

Jornalista esportivo há 40 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.

Fale comigo