28
JUL
Público do jogo do Guarani vai superar os 5.123 diante do Goiás?

A tabela do Campeonato Brasileiro da Série B castigou o torcedor bugrino, que ao longo da primeira fase só pôde assistir jogos de sua equipe no Estádio Brinco de Ouro no período noturno, em inverno rigoroso como esse.

Enfim o Guarani vai jogar em casa num sábado à tarde, e a temperatura não será empecilho para o bugrino acompanhar o time no estádio, principalmente considerando-se a fase da equipe situada no G4 da competição, com chances de acesso à elite do futebol nacional.

No outro jogo disputado num sábado em Campinas, o Guarani enfrentou o Náutico a partir das 19h e o público no estádio foi de 3.797 pessoas.

GOIÁS

Nessa fase, o maior público foi registrado na partida contra o Goiás, uma terça-feira, com 5.123 torcedores.

Paradoxalmente houve redução de presentes na partida subsequente em Campinas, contra o Ceará, com 4.289.

O menor público ocorreu diante do Paysandu, também em terça-feira à noite, com 2.618 torcedores.

Vem aí o Londrina neste sábado a partir das 16h, no Estádio Brinco de Ouro. E aí, será jogo para recorde de público do clube em seu campo nesta Série B?

É pra conferir.

  • Marcio
    29/07/2017 20:42

    Engraçado esse Carlos bate tanto nessa tecla dos 3 %, que nem ele mesmo acredita nisso, deve estar tentando se convencer por repetição.

  • João da Teixeira
    29/07/2017 09:58

    Tanto o jogo da Ponte, como o jogo do Gfc, guardando-se as devidas proporções técnicas, o público que gosta de ir aos estádios deveria ir, já que serão dois bons jogos, com tempo agradável e em bom horário. A Ponte pegando um sério adversário e o bugre também. Vamos ver quem tem "garrafa para vender". Parece que a Ponte está fazendo uma promoção, para o TC10 levar um acompanhante de graça. O pessoal do Gfc deveria fazer o mesmo, mas não sei como anda suas finanças no momento.

  • João da Teixeira
    29/07/2017 09:58

    Qdo. alguém aqui no blog, questionou a volta do Felipe Melo na seleção, comentei que o cara era problemático para qualquer time que o tenha, inclusive a seleção. O Palmeiras não foi diferente e já está colhendo os frutos de não ter pensando antes de comprar, no lado psicológico desse jogador. O Cuca já o afastou e pelo jeito vai ser difícil de vender esse cidadão, que de cidadão não tem nada. Provavelmente vai sair por empréstimo para algum time que gosta de celeuma interna...

  • Carlos
    29/07/2017 09:57

    Infelizmente nossa torcida é pequena mesmo e ainda não acredita no time. Basta faltar dnheiro e tudo desanda....mas acho que vai dar 5000 pagantes - os 3% da Cidade.

  • João da Teixeira 1
    29/07/2017 09:56

    Juventude está mostrando abunda novamente. Igual ao ano passado, no começo do campeonato estava por cima da carne seca e chegou no final do mesmo de forma melancólica. Pelo jeito vai indo pelo mesmo caminho. Sorte do Gfc que, com a entrada do Internacional no G4, ninguém vai perder, por conta do Juventude Paraguaio. Em compensação o efeito sanfona do América, de um ano cair e o outro subir, parece que vai ocorrer de novo. cont.

  • João da Teixeira 2
    29/07/2017 09:55

    cont. Hoje, se o bugre não vier com plumagem de pavão, tem chance de deixar o Londrina no seu devido lugar e ainda não deixar o América-MG escapar. O Inter com certeza vai vir atropelando, então vai ter que jogar para não ceder o seu lugar, não cativo, a outros times que vem evoluindo no campeonato. Parece que o jogo do time de plumagem, vai passar na Rede TV, mas não sabemos se vai haver corte de sinal para a região.

  • Cabeça
    29/07/2017 01:48

    Chega a impressionar como o Ari é complacente com a torcida do Guarani, sempre passando a mão na cabeça. E o número de sócio torcedor com 1.600 adimplentes, não merece uma observação? Fecha os olhos ?

27
JUL
Se repetir o rendimento na Argentina, Sport não mete medo na Ponte Preta

Vem aí o Sport Recife como adversário da Ponte Preta nas oitavas-de-final da Copa Sul-Americana, dia 22 de agosto, apesar da derrota por 2 a 1 para o Arsenal, na Argentina, na noite desta quinta-feira.

Pra quem viu o jogo fica a interrogação: quem seria o adversário mais adequado ao time pontepretano na sequência da competição?

Aí você avalia que no Sport jogam o talentoso Diego Souza e o centroavante André, que conhece como poucos o caminho da rede adversária.

A rigor, o primeiro construiu a jogada e o segundo completou no gol salvador dos pernambucanos aos 37 minutos do segundo tempo.

Também ficou a constatação da vulnerabilidade do miolo de zaga do Sport formado por Durval e Henríquez, um convite apetitoso para adversários com sede de aproveitamento.

Bastou aquela voluntariedade inerente da escola argentina para que o Arsenal explorasse as falhas e marcasse dois gols, além de acertar bola na trave.

E mais: incontáveis foram as vezes que o Arsenal ganhou rebotes defensivos do Sport e teve generosos espaços para arriscar finalizações de fora da área, com defeito de pontaria.

ESPÍRITO GUERREIRO

O Arsenal é mais uma amostragem que um time tecnicamente limitado se multiplica em campo quando tenta compensação com espírito guerreiro, mesmo que por vezes inconsequente.

Quando abriu placar de 2 a 0, os argentinos achavam que a obsessão pelo terceiro gol os livrariam da definição através dos pênaltis e desconsideraram que têm defesa vulnerável. Assim, permitiram liberdade para que Diego Souza fosse incisivo.

Pelo visto, se o Sport repetir contra a Ponte aquilo mostrado contra o Arsenal, pode-se dizer que, em última análise, ela entra na próxima fase com chance de garantir vaga.

Por fim, o futebol prega algumas peças na gente.

THOMÁS

Lembram-se daquele meia-atacante Thomás que passou pelo Ponte Preta em 2015, emprestado pelo Flamengo?

Pois agora ele é reserva do Sport e entrou bem contra o Arsenal. De jogador 'sonolento' dos tempos de Ponte ele se transformou em driblador que parte em cima do adversário, ganha jogadas, e arrisca finalização. Quem te viu, quem te vê.

  • serjao
    31/07/2017 09:15

    A Ponte embalou. Esse é o melhor clube do interior, faz tempo!

  • João da Teixeira
    29/07/2017 09:57

    Tio Lei, melhor não lembrar nada, muitos de nossa torcida tem memória do famigerado alemão, aquele mesmo, o Alzheimer. Lembram de coisas do passado, igual aos bugrinos com o tal 1978, mas as coisas recentes, que são importantes, vão tudo para "cesto" arquivo. Não mete muito a boca no estado de coisas da Ponte, pois vão dar uma corneta para você também. Se forem dar, vê se pede uma da marca Júpiter, nós merecemos...

  • TIO LEI
    28/07/2017 23:02

    É por essas e outras que não me calo. Estávamos levando bordoadas, o desespero bateu a porta, colocaram seguranças até na chegada da delegação após mais uma derrota. No dia seguinte nos aparecem com Maranhão e o paraguaio (Luis Ali). Falavam também na chegado de um camisa 9. Bastaram duas vitórias, e ninguém mais se lembra quem é Luiz Ali, e o tão falado camisa 9 deve ficar POSSIVELMENTE p/ quando as coisas desandarem novamente. Aí irão correr atrás de um reserva da série B.

  • Pedro (Para Joao da Teixeira)
    28/07/2017 19:17

    A Ponte foi vice campea Paulista perdendo somente para o atual lider absoluto do Brasileiro, esta em 10 lugar no campeonato Brasileiro e classificada as oitavas da Sul Americana. Mas segundo voce ate sub 20 mete medo... kkkk. Corneteiro e pouco... acho que voce eh bugrino inflitrado isso sim

  • Antonio Carlos
    28/07/2017 11:31

    Não sei porque tanto pessimismo, a Ponte parece que acertou o meio campo na escalação contra o Sol de América, teve volume ofensivo, e deve comprovar esta eficiência contra o Fluminense. Não temos que ter medo de ninguém, e jogar da mesma forma sempre, contra o Fluminense prevejo outro grande jogo. E ainda temos a opção de colocar o Maranhão no ataque, caso seja necessário.

  • Antonio Carlos
    28/07/2017 11:30

    Eu manteria essa mesma escalação mesmo que o Bob esteja Ok para voltar, por incrível que pareça o Jadson e o Elton, neste esquema, foram mais efetivos no ataque, o Naldo mais efetivo na defesa. Com o Bob, o Elton não jogava nada, sem ganho para o setor defensivo

  • João da Teixeira
    28/07/2017 10:29

    Ari, com esse time, tudo mete medo na Ponte. Até o Sub 20 nosso! Estou para dizer que o time argentino do Arsenal de Sarandi fosse melhor adversário para a Ponte. Retrancaria aqui, mas sairia para o jogo lá e o ataque deles chutam muito de fora da área, não tem poder de penetração. O Sport tem um ataque, que na defesa da Ponte faz estragos, aqui e lá. Sai para cima para ver o que acontece. Volto a falar sobre o Flu, sai para cima para ver o que vai acontecer...

  • João da Teixeira
    28/07/2017 10:28

    Agora vcs. façam uma associação e uma oração para o que eu escrevi seja contrariado pela Ponte no domingo contra o Flu. Para que eu dê com meus burros n'água. Até eu ficaria contente se a Ponte me contrariasse. Mas como já falei, sou adepto da estatística matemática e ela não mente...Então, muita oração nossa nessa hora ou ....

Confiram as Postagens Anteriores:

1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14 
 

Jornalista esportivo há 40 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.

Fale comigo