03
SET
Agiu corretamente a diretoria da Ponte Preta ao trocar o comando técnico

Se em outras ocasiões sobraram críticas ao presidente pontepretano Armando Abdalla e seus pares de diretoria da Ponte Preta, por erros e omissões no futebol, digo com todas as letras que acertaram em cheio na troca de comando técnico.

Um atento observador do futebol pode até projetar que o treinador João Brigatti possa trilhar aceitável carreira solo em outro clube - que deve ser o Paysandu -, após espontânea iniciativa de se desligar da Ponte Preta, com a contratação de Marcelo Chamusca para substitui-lo.

Esse período de interinidade na Ponte Preta, de certo lhe servirá para desgarrar de coisa típica na escalada de auxiliares: ‘boleirão’.

Laços de amizade nem sempre colocam as coisas nos devidos lugares hierarquicamente. Assim, os próprios boleiros por vezes confundem a necessária distância que deva ocorrer do comandante em relação a comandados.

CONCEITOS

Afora isso, provavelmente Brigatti vai reavaliar conceitos de que bola ‘quebrada’ insistentemente da defesa é uma gratuidade ao adversário.

De certo não cometerá a imprudência de escalar quatro laterais, três volantes e apenas um atacante jogando em seus domínios, e com necessidade de vitória.

Muito provavelmente vai se impor sobre reservas, exigindo condicionamento físico adequado quando escalados. Na Ponte, a experiência mostra que as rédeas correram solta.

CHAMUSCA

Como convém a treinador recém-chegado a uma equipe, Marcelo Chamusca deu uma valorizada nos jogadores sob o seu comando.

Chamusca é bem experiente
Chamusca é bem experiente
Ficou mais descontraído na entrevista quando brincou: “De vez em quando eu minto pra você sobre escalação”.

A partir daí trocou aquelas palavras medidas e burocráticas pela revelação de seu estilo.

Depois de diplomática resposta de que o ‘time da Ponte já tem organização’, foi realista ao assinalar que ‘o estilo de jogo é previsível’.

Logo, justifica que na sequência pretende alterar a forma de jogo, provavelmente tornando-o mais ofensivo, como tem sido o seu estilo.

Prefere dois meias que se recompõem à marcação a três volantes.

Dele observa-se claro indício de desagrado com a postura da equipe que não criou uma oportunidade sequer no empate com o Vila Nova, em Campinas.

LATERAIS

A compensação para que os laterais tenham liberdade de apoio ao ataque é ajustar a cobertura dos volantes, característica não adotada com a devida frequência no time pontepretano.

Citar limitações técnicas do elenco é chover no molhado. Todavia, numa Série B do Campeonato Brasileiro novelada por baixo, tudo é possível.

Se Chamusca terá ou não condições de levar a equipe às primeiras posições, só o tempo pode responder.

Independentemente de que possa ocorrer, tem-se que dar um crédito à diretoria da Ponte Preta por proceder a troca enquanto ainda é possível ter esperança.

Pior se fosse conivente com a desesperança então instalada no Departamento de Futebol.

  • RMaia
    05/09/2018 10:19

    Brigatti ficou sem os reforços, com jogadores fracos vieram os maus resultados aí aproveitaram para demiti-lo. O real problema da Ponte é administrativo, enquanto não for extinto o apodrecido reinado do Carnielli, nada mudará. Só assume o cargo de diretor de futebol quem obedece cegamente as ordens do rei. Os interesses do rei são comerciais e não esportivos, aí o cara ou se rebela e sai ou entra no esquema de contratar jogador pra ter currículo esquentado e dividir comi$$ões.

  • João da Teixeira
    04/09/2018 20:14

    Para vcs. verem que Lula está pensando somente nele, o mesmo vendo uma oportunidade de sair da prisão e ainda participar das eleições, mesmo contrariando a decisão do TSE, está insistindo em adiar a mudança da candidatura para Haddad, que tomou um "banho gelado" ao sair da visita ao Lula em Curitiba. Com essa sua insistência de só pensar nele, de que está preso injustamente, poderá causar problemas para a chapa com o STF, assim pensam os advogados do partido. "Não sou tatu!"

  • mauricio
    04/09/2018 20:13

    A venda do jogador Felipe Cardoso de 19 anos para o Santos valor de 3 milhões de reais a Ponte tem 60% mostra que a Ponte se apequenou nesses anos através do Sr afastado Carnielli ,nao existe coisa mais broxante para o torcedor essas medidas estranha que acontece na Ponte fim de linha nao seremos nunca mesmo com essa mentalidade ,um artilheiro de 19 anos por 3 milhoes é colocar em nos um tremendo nariz de palhaço ainda bem que existe coisas mais importante que futebol !!!

  • Valmir Cruz
    04/09/2018 20:11

    Realmente fez certo. Me lembro um ano que a Ponte estava na mesma situação com o Pardal e o então presidente da epoca Sergio Carnielli o substituiu pelo Pepe e conquistamos o acesso. Pior era ficar assistindo de braços cruzados. Brigatti vai crescer muito na profissão.

  • LÉO - PR
    04/09/2018 20:10

    não estou entendendo essa diretoria do guarani, um dia chega um jogador do graziani, depois chega outro do nenê zini,os dois são adversário na parceria com o clube,vai chegar semana que vem Matheus Anjo do atlético paranaense,jogador do nenê zini e são jogador meia boca,é tudo muito escuro será mesmo que esse ano sai essa tal parceria.

02
SET
Marcelo Chamusca chega à Ponte com missão de acertar desajustes da era Brigatti

Na coluna abaixo, o adeus à torcedora símbolo da Ponte Preta, Maria Conceição Rodrigues.

Na coluna Informacão, vídeo de um cachorro manhoso, que faz lembrar a catimba do PT e ex-presidente Lula em relação do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Ex-zagueiro Gomes, de Guarani e Corinthians, é assunto no áudio Memórias do Futebol e coluna Cadê Você.

MUDANÇA

Enfim, os homens que comandam a Ponte Preta tentam a última cartada visando reversão da situação desconfortável em que ficou a equipe no Campeonato Brasileiro da Série B, após o empate de sexta-feira diante Vila Nova, em Campinas.

Na nona colocação e distante cinco pontos do Avaí, que fecha o G4, a Ponte Preta precisava de uma medida de choque, e foi feita enquanto ainda é possível, matematicamente, tirar a diferença.

Vem aí o treinador Marcelo Chamusca com a árdua incumbência de dar esperanças ao desalentado pontepretano.

Vai conseguir? É um desafio e tanto, considerando-se as limitações do elenco e curto tempo.

Se lhe derem com a devida urgência um meia e centroavante qualificados, quem sabe a história possa ser escrita de outra maneira até novembro.

BRIGATTI

Bajuladores do treinador interino João Brigatti precisam se convencer que o profissional ainda precisa se ‘canchar’ para postular vôos mais altos.

Time em que goleiro e zagueiros ‘quebram’ a bola até quando a circunstância permite que se saia jogando, é claro que há algo errado.

Jogar com três volantes, sem que laterais tenham plena liberdade para apoiar decisivamente ao ataque, a lógica indica outro erro.

Escalar quatro laterais, três volantes e apenas um atacante em casa contra o Vila Nova, só foi possível porque falta comando no Departamento de Futebol do clube, que teria que interferir nessa aberração quando ainda estava no esboço.

De certo o treinador Chamusca vai observar esses e outros tantos defeitos e desajustes, e na conversa alguma coisa ser corrigida diante do Atlético Goianiense, próximo adversário, em Goiânia.

  • João da Teixeira
    04/09/2018 20:12

    Espero que o Chamusca não sai chamuscado da primeira apresentação da Ponte sobre sua batuta. Uma vitória daria moral e ele e ao time, mas não sei não, depois da lavada tomada pelo Atlético-GO contra o Londrina na última rodada, é bem provável que o Dragão vai acender sua tocha bucal e tostar e torrar o Chamusca logo de cara! Pode começar a rezar para São Jorge ajudar, quem sabe o Dragão respeite mais por ser São Jorge...

  • LÉO - PR
    03/09/2018 21:24

    a torcida da ponte pode esperar melhora Ari,chamusca não joga com 3 volantes esse time vai melhorar a criação no meio campo quando chamusca escalar 2 meia,eu acho que vai ser outro time,só espero que ele não consiga chegar onde ele deseja.

  • TIO LEI - DOIS TOQUES
    03/09/2018 19:57

    1) - Faltam 14 jogos para que se encerre a Série B, alguém acredita que com esse CATADÃO que está aí, o Chamusca ficará até o final? ... 2)- O sub-20 YURI ao que consta, "desligou-se" da PONTE PRETA, então eu pergunto: Se ele tinha contrato até 2020, como se deu esse "desligamento"? TCHAUUUU, simples assim? O garoto é um dos artilheiros do campeonato Sub-20, e simplesmente sai e ninguém fala nada? alguma coisa tem que ser BEM explicada, né?

  • TIO LEI
    03/09/2018 19:55

    Não temos time para subir, o problema da PONTE PRETA não é o COMANDO TÉCNICO, os problemas da PONTE PRETA são: o inoperante e desqualificado COMANDO ADMINISTRATIVO, e a BAIXÍSSIMA qualidade técnica do "elenco"(?) que montaram. Torcedor PONTE PRETANO pode esperar ... terminaremos a Série B nas mãos do filho do Marco Aurélio. Tudo está sendo feito de forma premeditada. É ver para crer.

  • TIO LEI (1)
    03/09/2018 19:54

    Alô torcedor PONTE PRETANO. Não se iludam com essa troca no comando técnico. NÃO TEMOS TIME PARA SUBIR. A despeito que no futebol, até o imponderável é possível acontecer, mesmo assim eu digo que NÃO TEMOS TIME PARA SUBIR. Não foi a diretoria que propôs a troca não. DEVE ter sido o próprio Brigatti que viu que sua carreira como treinador NÃO DESLANCHARIA comandando um time de nível técnico TÃO BAIXO. Lembram-se quando essa PSEUDO DIRETORIA trocou o comando do sub 20 ...

  • mauricio
    03/09/2018 19:53

    Chamusca esse cara é o artilheiro da serie B ,bate bem de perna direita ,seu forte é o cabeceio gente essa direção da Ponte brinca mais faz isso a anos sempre coloca a culpa no treinador ,direção antiga nao tem modernidade em nada ,falei do meia Gedor que foi para o Goias ao presidente disse que ganhava 200 e nao podia pagar entao vai ficar vários anos na serie B e tem mais subir para que ouvir desse caras que nao tem dinheiro vai fazer campeonato para nao cair ja encheu o saco !!!

  • TIO LEI (2)
    03/09/2018 19:52

    ... colocando o FILHO DO MARCO AURÉLIO para comandar a rapaziada? Eu aqui, no meu cantinho, escrevi que estavam esquematizando o seu retorno para os profissionais? Pois bem, alguém acredita que o Chamusca terá exito à frente desse AMONTOADO de mentirosos que se "JULGAM" ser jogadores de futebol? É claro que NÃO. Então, irão segurar o Chamusca por umas 7 ou 8 partidas, aí entregarão o time nas mãos desse "cara" que estão "inventando" como treinador de futebol ...

  • TIO LEI (3)
    03/09/2018 19:51

    ... então "esse cara" irá terminar a Série B no comando, automaticamente o manterão para o início da próxima temporada, e sendo ele "cria da diretoria", sujeitinho que não deve ter voz de comando nem em sua casa, estará lá, à frente dos trabalhos, "recepcionando" tudo aquilo que inventarem de contratar para a próxima temporada, que cá para nós, já bem sabemos QUE TIPO DE CONTRATAÇÕES IRÃO NOS "PRESENTEAR", e ele? Bem ele estará para dizer AMÉM.

  • nivaldo
    03/09/2018 15:28

    parabens a direçao do time da linha do trem... chamusca e um bom tecnico, sempre sera respeitado pelos bugrinos, porque fez historia no clube, nao sei se nesse time ruim, ele consegue dar jeito. o engraçado, e quando ele veio ao brinco, os pontepretanos tiraram sarro, achando que tinhamos contratado o chamusca errado. agora ele ta ai.. boa sorte chamusca, nao poderemos te apoiar, mas voce e competente....subir com lennon, elielton, pipico, foi coisa de heroi....esqueci do gilton..rsrs

  • João da Teixeira
    03/09/2018 15:24

    Quem é melhor o Péricles Chamusca ou o Marcelo Chamusca? São irmãos, ambos técnicos. É que o Marcelo era o auxiliar técnico do Péricles, que hoje também está sem emprego, então quem seria melhor para a Ponte. No Gfc, o Marcelo fez milagres, mas será que fará na Ponte com esse time horroroso. Bom, se André Luís, o guia dos cegos jogar, já terá mais chances no jogo de amanhã. Vamos ver. Só faltava termos trocado seis por meia dúzia...

  • Profeta da Tribo
    03/09/2018 15:23

    É uma tentativa válida da AAPP. É bom treinador. AAPP perdendo terça, ficará muito difícil buscar o acesso. E os processos trabalhista, hein, AAPP? Cadê o modelo de gestão? A administração moderna? A suposta competência? A prepotência ao chamar o Bugre de falido e amador? Pois é, AAPP. O mundo dá voltas. Sua arrogância é o motivo de seu fracasso. O Bugre, por outro lado, trilha o caminho da humildade e trabalho duro. Vamos com força, Bugre guerreiro!

  • MARCIAO P/ RMAIA
    03/09/2018 15:21

    Amigo, falou tudo e mais um pouco.

  • João da Teixeira
    03/09/2018 09:55

    Para fechar com chave de ouro o governo republicano de 1889 até 2018, ontem o Brasil perdeu sua identidade histórica com o incêndio no museu de história do Brasil. O Brasil precisava fechar para balanço, mas não de forma tão melancólica e desastrosa. Os cuidados de manutenção com as coisas públicas começa já há algum tempo, sem comprometimento, sem interesse. D.João VI e D.Pedro II devem estar revirando em seus túmulos.

  • Eugenio
    03/09/2018 09:55

    Nao acompanho muito a aapp, mas de fora e como Bugrino, acho q muitos torcedores estao exagerando, o time é bom e tem todas as condicoes de subir, bastam 2 vitorias q ja estara colada no G4.

  • RMaia
    03/09/2018 09:53

    Afirmo que Chamusca não vai resolver por*a nenhuma, não vai fazer nada de diferente daquilo que o Brigatti estava fazendo. E por que afirmo que isso? Porque a raiz do problema está no apodrecido reinado do Sr. Carnielli. Enquanto este senhor reinar na Ponte, gente séria que entende minimamente de futebol nunca ocupará cargo de diretor de futebol e presidente. Gente um pouco mais competente teria montado um time mediano e não um grupo de jogadores que apenas tapam buracos aqui e ali.

« Anterior : [ 1 ] 2 : Próxima »
Confiram as Postagens Anteriores:

1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14 
 

Jornalista esportivo há 40 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.

Fale comigo