29
DEC
Alô pontepretanos e bugrinos: que tal responderem algumas questões?

Dos incontáveis provérbios populares, a gente escorrega sempre e não aprende naquele em que 'o peixe morre pela boca'.

Incontáveis vezes disse que abomino o pré-jogo pela imprevisibilidade, mas por teimosia prognostiquei que o Juventude pudesse sair de Ponta Grossa (PR), semana passada, com vitória sobre o apenas esforçado Operário, mas me enquadrei no pretério perfeito do verbo tropicar e assim tropiquei. Foi goleada do time da casa.

Por isso, agora que a Ponte Preta vai enfrentar esse instável Juventude, não me atrevo a palpitar, até porque sabe-se lá como vai se comportar o seu imprevisível sistema defensivo.

Então, deixemos a bola rolar entre esses postulantes ao acesso desta Série B do Campeonato Brasileiro, e quem se dispuser pode participar do questionário da retrospectiva do ano de Ponte Preta e Guarani de 2020.

Comecemos pela Ponte Preta:

1º) - Qual a melhor partida que ela disputou no ano? E a pior?

2º) - Você se lembra do gol mais bonito da Ponte no ano?

3º) - Dos jogadores que integram o elenco pontepretano, quem foi o melhor e qual seria aquele que você daria a nota mais baixa?

GUARANI

1º) - Qual a melhor partida que o Guarani disputou no ano? E a pior?

2º) - Você se lembra do gol mais bonito do Guarani no ano?

3º) - Dos jogadores que integram o elenco bugrino, quem foi o melhor e qual seria aquele que você daria a nota mais baixa?

  • Léo - Pr
    30/12/2020 22:23

    Ari até concordo com os parceiros bugrino que Daltro não jogou nada, mais Rafael Pin comprometeu errou em todas partida quase afundou nosso time,todo final de jogo ele dava um gol de presente pro adversário.

  • Léo - Pr
    30/12/2020 21:18

    Só corrigindo América contra Palmeiras não tem prorrogação me equivoquei na postagem anterior.

  • Marcio
    30/12/2020 21:18

    Melhor partida: Guarani x Chapecoense, Gol mais bonito: Thallyson 3 x 2 Bugre no dérbi. Erick Daltro pior e o melhor: Murilo Rangel, ajudou pra caramba o Felipe Conceição nessa recuperação !!!

  • Marcio
    30/12/2020 21:17

    Faltou a pior partida: contra o foguinho no paulista na volta do paulista !

  • João da Teixeira
    30/12/2020 19:15

    Como diria um vencedor, tem que ousar. A Ponte não ganhou de nenhum concorrente, como quer subir? E eu que coloquei o Igor Vinhas como melhor jogador da Ponte na sua enquete e o danado toma um frango, bola defensável, sem ângulo e de cabeça, frango, frangueiro, é para fechar o ano com "chave de ouro". É bugre, vai ter que se virar com suas próprias penas... Se vira, meu!

  • Léo - Pr
    30/12/2020 19:14

    Os dois primeiros já estão classificado os outros dois vai sair de Cuiabá,juventude, Guaraní e ponte e não deverá alcançar os 60 pontos para conseguir o acesso, talvez um outro não.

  • Léo - Pr
    30/12/2020 19:13

    Como nosso próximo jogo será dos mais complicado tem um detalhe que nós ajudaria bastante,se o América e palmeiras fosse para prorrogação e pênaltis,de preferência classificação do coelho,ele chegará no sábado arrebentado de desgaste, porque o América entero fica difícil o time deles é muito qualificado, quanto a ponte hoje um empate seria ótimo mais acho que a ponte perde esse jogo,daí obriga o Guaraní vencer o América pra continuar sonhando

  • Carlos Agostinis
    30/12/2020 19:12

    Pra mim a melhor partida foi contra a Chape, matou o jogo no primeiro tempo e depois não deixou a chape ver a cor da bola, o gol mais bonito, o segundo contra a ponte. E o jogador nota 0 Erick Daltro...

  • Profeta da Tribo
    30/12/2020 19:12

    Melhor partida do Bugre: 3x0 em cima do Operário. Pior partida: contra o Botafogo-SP na volta do Paulistão pós-pandemia. Gol mais bonito: Lucas Abreu contra o CSA. Melhor jogador: Crispim. Jogador que precisa melhorar: Erick Daltro.

  • João da Teixeira
    30/12/2020 19:11

    O Paulistão tem a 1° rodada marcada para 2021. No dia 28.02. A Ponte pega o Novorizontino em Novo Horizonte, pedreira, pois o Tigre está disputando a Série D e classificado para s seqüência. Ganhou de 4x0 do Goiânia no último jogo. E o Bugre pega o Ituano na Arena Magnum, pedreira tbém, pois o Ituano na Serie C é o 1° colocado no seu grupo, o A. Está certo que é 1° no critério de gols pró, os 3 primeiros estão com 4 pontos, uma vitória, um empate e uma derrota. Enroladérrimo!

  • João da Teixeira
    30/12/2020 19:11

    Será que os jogadores da Ponte foram alertados e seus brios aguçados, de que uma vitória hoje sobre os gauchos, eles passam o ano em 4° na classificação geral, ou seja, dentro do G4? Seria interessante por esse componente na preleção, pois o Juventude deve saber disso tbém. Então é coração na ponta da chuteira, fé, orgulho e seja o que Deus quiser, mas sem luta, brio e vontade, não se vai a lugar nenhum. Muitos dirão, "Aí vc acordou, né?", mas não custa tentar...

  • João da Teixeira
    30/12/2020 11:40

    O Cruzeiro nao conseguiu derrubar o Cuiabá para delírio dos bugrinos, mas já fez alguma coisa, poderia ter sido pior, o Cuiabá só nao levou o 3 pontos devido a Manoel, o melhor em campo. Hoje o bugre deveria torcer para a Ponte, mas isso é sacrilégio e poderá nao subir devido a isso. Entre subir e a Ponte nao subir, ficam com a 2°opção. E se depender somente da Ponte, "vai tirando o cavalinho (será paraguayo?) da chuva". O favorito é o Juventude, que não deverá perder esse jogo.

  • João da Teixeira 1
    30/12/2020 11:39

    Ari, a ruindade e a irregularidade da Ponte foi tamanha, que seria injusto apontar um único jogador como péssimo, mas o representante dos pernas de pau vai para Alisson, o melhor, nosso goleiro Igor Vinhas, seria injusto nao ser o goleiro. Melhor partida, o primeiro jogo da Ponte contra o América no Canindé, perdeu mas jogou razoável. Gol mais bonito do Apodi de cobertura contra sei lá quem, não me lembro. O que mais mesmo? No Gfc, melhor jogo foi Cruzeiro, jogador o Crispim, ...

  • João da Teixeira 2
    30/12/2020 11:38

    ... No Gfc, melhor jogo foi contra o Cruzeiro ou a Chape, melhor jogador o Crispim, pior o Pin, gol mais bonito contra o Cruzeiro, o gol foi da equipe e partida pior contra a Ponte. Menção honrosa, o técnico Conceição, que fez o bugre se levantar, estava prostrado e jogar a partir de sua chegada. Para mim melhor "jogador dentro de campo". De lanterna à surpresa de ser um postulante com grandes chances de subir, é só querer...

  • João da Teixeira
    29/12/2020 23:36

    E hoje ocorreu de novo, o imponderável. O CRB foi na Ressacada e faturou 3 pontos do Avaí, que precisava desse resultado e jogou no lixo o jogo. Conceição, tá com o ..ú virado para a Lua, que sorte, dele e dos postulantes. Mais um urubú espantado da carniça... A Série B vai se mostrando um campeonato muito louco pra cabeça. Veja o jogo do Cruzeiro, em cima do Cuiabá e o Manoel salva um gol feito, mas mais perdido pelo atacante cuiabano do que mérito do zagueiro. Foi por ir e deu

« Anterior : [ 1 ] 2 : Próxima »
28
DEC
Carbone foi o sexto treinador com passagem pelo Guarani morto em 2020

Amigo Raul Celestino Soares Júnior, ex-presidente do Conselho Deliberativo do Guarani, me alerta que José Luiz Carbone foi o sexto treinador com passagem pelo clube morto neste temporada de 2020.

Oswaldo Alvares, o Vadão
Oswaldo Alvares, o Vadão

Tem razão. Muita gente se esqueceu que neste ano morreu Oswaldo Alvarez, o Vadão, um profissional marcante na história do Guarani, bem-sucedido em dérbis campineiros.

Como um fato sucede o outro, passou batido por muita gente que já não está entre nós Luiz Carlos Ferreira, o Ferreirão.

A rigor, a primeira vez que Ferreirão pisou no Éden Bar foi em 1980, a procura dos homens do futebol formadores de opinião no Largo do Rosário de Campinas.

Pois foi logo abrindo a porta do restaurante e gritou:

Quem é o pessoal do futebol aí? Qual a mesa?

Aquele postura desafiadora incomodou o saudoso jornalista Brasil de Oliveira, que bradou:

Rapaz, é aqui. Venha aqui e aprenda conosco. Quem é você? De onde vem e o que quer conosco? Sente aqui, pois vai estar conversando com uma patotinha da bola. Eu vivo futebol 24 horas por dia.

Após ter baixado a bola de Ferreirão, Brasil de Oliveira se transformou em seu amigo e conselheiro.

FLAMARION, ELI E VEIGA

Quem ainda se lembra que Flamarion, Eli Carlos e Marcelo Veiga também faleceram em 2020?

Flamarion foi um consagrado volante bugrino e em curto período se transformou em treinador do Guarani.

Eli Carlos fez história como ponta-de-lança do Guarani nos anos 70, saiu para atuar em Cruzeiro e Coritiba, voltando ao clube como auxiliar-técnico de Carbone, depois assumiu o comando da equipe e voltou em outra ocasião como coordenador técnico.

Por fim Marcelo Veiga, que por curto período passou pelo Estádio Brinco de Ouro, teve melhor performance na carreira de treinador no Bragantino.

  • João da Teixeira
    30/12/2020 19:13

    Ari, fiquei encucado com as posições do Nicanor e do Nondas. Não me leve a mal, não quero criar polêmica. Peguei uma ficha técnica de jogo do XV na época. XV DE PIRACICABA (SP) 1 x 0 PORTUGUESA DE DESPORTOS (SP) Data: 14/11/1965 Campeonato Paulista Gol: Nondas XV DE PIRACICABA: Muca; Virgílio, Pescuma, Dorival e Neves; Proti e Benê; Nondas, Varlei de Carvalho, Picolé e Varner / Técnico: Filpo Nuñes. Veja que na escalação Nondas é ponta direita e assim em outras fichas.

  • João da Teixeira
    29/12/2020 23:37

    A caninhaTatuzinho tem sua origem numa viagem do patriarca Paschoal D'Abronzo a Minas na casa de parentes e seu filho Humberto D'Abronzo (futuro Comendador e Presidente do XV) aproveita a ausencia do pai para transformar uma velha fábrica de refrigerantes e xarope em engarrafadora de cachaça, a Tatuzinho, que virou uma potencia comercial. Quem não lembra do jingle "Ai tatu, Tatuzinho, me abre a garrafa e me dá um pouquinho". É isso aí, Ari...

  • DE ARI PARA JOÃO DA TEIXEIRA
    29/12/2020 21:00

    João, vai por mim. E digo mais: o ponta-esquerda do XV, na época de Nicanor de Carvalho, era Nondas. Naquele XV, presidido pelo comendador Dabronzio (dono da caninha Tatuzinho), jogavam o goleiro Claudinei, zagueiros Pescuma e Hidalgo. volante Neves e meia Lopes. Vai por mim, João!

  • João da Teixeira
    29/12/2020 20:49

    Ari, mas o Nicanor que vi jogando era ponta esquerda e nao ponta direita, ou estou enganado? Minha dúvida sobre o que vc escreveu. Gosado, estou vendo o jogo do Avaí e o CRB e o CRB joga melhor que o anfitrião, inclusive perdeu vários gols, um feito, que o jogador do CRB quis dar um totozinho por cima e o goleiro pegou. Outro, um chute que a bola bateu na trave. Como pode, né, o CRB dando sufoco no Avaí e na Ressacada.

  • DE ARI PARA JOÃO DA TEIXEIRA (1)
    29/12/2020 19:27

    Sim, João, o mesmo ponteiro-direito que jogou no XV de Piracicaba e veio jogar na Ponte naquele time de medalhões de 1968, time que tinha Machado, Virgílio, Egídio, Beto Falsete, Joaquinzinho, Dicá, Samuel, Jair Bala, Varner, Paulo Leão, etc, treinados inicialmente por João Leal Neto e depois Cilinho...

  • DE ARI PARA JOÃO DA TEIXEIRA (2)
    29/12/2020 19:25

    ... Posteriormente Nicanor foi preparador físico e treinador na própria Ponte. Nem sempre Nica era afeito ao acompanhamento de treino coletivo. Já o flagrei lendo o finado jornal 'A Gazeta Esportiva', no banco de reservas da Ponte, enquanto o treino comia solto. Nicanor, já falecido, foi uma pessoa sensacional.

  • João da Teixeira
    29/12/2020 19:13

    Ontem a Chape confirmou o seu favoritismo ao título, apesar de achar que o Lisca está certo, o América é mais time, e aproveitou para despachar o Paraná, o "alazão paraguayo", para "as entranhas do inferno", como diria Carlos Batista da Band Campinas-AM. Ontem tbem tivemos o Brasil quase confirmando a sua permanência na Série B, qdo ganhou do Confiança por 1x0, mais um "urubú sendo afastado da carniça". Hoje já temos a abertura da rodada 32° com Avaí x CRB e Cruzeiro x Cuiabá...

  • João da Teixeira
    29/12/2020 10:10

    ..., quem sabe o CRB não "apaga o fogo" do Avaí e o Cruzeiro "não joga a toalha" e derruba o assanhadinho Cuiabá, para o bem do Conceição, o cara de sorte. Se tudo isso acontecer, os bugrinos vão passar o ano "sonhando com Papai Noel" ainda. A Ponte poderia tbem "sonhar", mas com a sua defesa jogando essa bola, a coisa está mais para "pesadelo"...

  • João da Teixeira 1
    29/12/2020 10:07

    Pelo visto não conheci Carbone antes do Inter-RS. Nem imaginava que era Paulistano e que um dia foi cria do S. Paulo e jogou na Gloriosa, depois daquele fatídico jogo de 1965 contra a Briosa, onde Samarone fez 0x1 e Albino Zanferrari era o juiz da contenda. Em 1966, o time que eu vi depois do fatídico jogo foi Pivetti, Adenir, Nunes, Egídio, Beto e Celino, Waldir, Capeloza, Orlandinho, Joaquinzinho e Adílson. Campea daquele ano foi a Ferrinha num jogo contra o XV no Pacaembú...

  • João da Teixeira 2
    29/12/2020 10:05

    A campea daquele ano foi a Ferrinha contra o XV de Piracicaba no Pacaembú. Veja o esquadrão que a Ferroviária tinha, se o interior de S.Paulo não era um celeiro de craques: goleiro Machado, Beluomini, Brandão, Rossi, Fogueira, Bebeto, Bazzani, Passarinho, Maritaca, Tales e Pio. O técnico era Manga. Conheci Belluomini, era tio de um amigo meu de infância, seus pais moravam na Vila Itália, não confundir com o Parque Itália, a 1° ficava encrustrada entra o Bonfim e a V.Teixeira...

  • João da Teixeira 3
    29/12/2020 10:03

    ...encrustrada entre o Bonfim e a V.Teixeira, onde a maioria das casas eram conhecidas por "casas da Mogiana", sem ter muita lógica, pois o trem que passava no quintal delas era da E.F. Sorocabana. Enfim, uma coisa traz a outra. Belluomini era um central avatajado no tamanho, que chegou a jogar no Gfc. Quem morava bem próximo dos pais de Belluomini praticamente no mesmo local, era Nininho que jogou na Ponte e na Lusa e não muito distante dalí, no IAPI, o Sabará de Ponte e Vasco.

  • João da Teixeira 4
    29/12/2020 10:02

    O Interior de S.Paulo era celeiro, e põe celeiro nisso. No meio do caminho entre Nininho e Sabará, poxa, ia me esquecendo do Viola da década de 50, mas entre esses, tinham ainda, Eli Carlos, Marquinho Padeiro, Robson, Silas e outros que não vingaram, mas foram excelentes jogadores, Marcinho "Faustino", por talvez lembrar o craque sampaulino da época, Dóla, Dolor, Demerval, Cléo, Zé Preto, Preto só no nome, Marcão e Pedro Sabão, Nervoso etc. E hoje somos obrigados a ver a Ponte...

Confiram as Postagens Anteriores:

1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14 
 

Jornalista esportivo há 40 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.

Fale comigo