25
MAR
Com novas regras da Série B, seria temerário a Ponte apostar em Fábio Moreno

Fábio Moreno, técnico da Ponte Preta
Fábio Moreno, técnico da Ponte Preta

Também para a Série B do Campeonato Brasileiro, o Conselho Técnico definiu apenas uma troca de treinadores na hipótese de que sejam demitidos.

Eta decisão perigosa tomada pelos clubes e avalizada pela CBF!

A cultura do futebol brasileiro é diferente de outros países. Quando o clube vai mal, peso maior da culpa recai sobre o treinador. É aí que se intensificam pressões de torcedores.

E todos sabem como pressionam, até que a cartolada não aguenta o 'tranco' e opta por mudança.

Enfim, já que a proposta de dois treinadores por equipe no Brasileiro está embutida no regulamento, é prudente que os dirigentes de Campinas avaliem criteriosamente se vale a pena apostar nos seus respectivos comandantes.

Allan Aal, do Guarani, tem mais rodagem de que Fábio Moreno, da Ponte Preta, na função de treinador.

Aal está vacinado às críticas e pressões externas, assim como vivenciou mais experiências para tomadas de decisões em grupos heterogêneos.

FÁBIO MORENO

Dirigentes da Ponte Preta têm pouco menos de dois meses para avaliação do trabalho de Moreno, após fixá-lo como treinador para o Paulistão.

Sim, a vida é feita de oportunidades, dirão.

Igualmente quem não as têm fica privado de mostrar o real valor, seria o outro argumento.

Só que agora estamos diante de novo cenário. Logo, é preciso saber aquilo que os dirigentes pontepretanos almejam pra valer nesta Série B.

Permanência sem flertar com risco de rebaixamento?

Sonham na briga pelo acesso ao Brasileirão?

CONCORRÊNCIA

Lembrem-se que com o rebaixamento de clubes tradicionais como Botafogo (RJ), Vasco, Coritiba e Goiás na edição 2020, agora o buraco é mais embaixo.

E não esqueçam que o Cruzeiro vem galopando, para retomada de seu espaço na elite.

E daí: a Ponte vai ter 'bala na agulha' pra reforçar o elenco e se rotular como protagonista?

Claro que não.

Então, meu caro, pra tirar 'leite de pedra' de um time limitado, convenhamos que isso não é façanha para o treinador Fábio Moreno, novato na função.

Calma, não se está propondo que seja demitido. Poderia voltar à função de auxiliar-técnico, e aí o clube poderia apostar num treinador rodado e capaz de extrair o limite da equipe no plano individual e coletivo.

SUBSTITUIÇÕES

Moreno tem mostrado discernimento no trabalho pré-jogo, mas quando a bola rola ainda não domina as variantes, por vezes só enxergadas por profissional rodado na função.

Na maioria das vezes demora pra fazer substituições, e nem sempre acompanha as esperadas mexidas no 'tabuleiro'.

A Ponte sofreu sufoco desnecessário diante do modestíssimo Botafogo, em Ribeirão Preto, durante o segundo tempo, porque Moreno deixou de fazer o óbvio.

Em desvantagem no placar, o adversário se atirou ao ataque e, em consequência, coube à Ponte Preta o contra-ataque.

Ora, o natural, naquela circunstância, seria Moreno sacar um dos atacantes e reforçar o meio de campo com jogador de contenção.

Esse bê-a-bá seria feito por qualquer treinador rodado, num claro indício de que Moreno ainda não está pronto para um grande desafio.

Lógico que todos têm direito a evolução, e nem se descarta que isso possa ocorrer até rapidamente com Moreno.

Todavia, entre o certo e o duvidoso, que os senhores dirigentes congelem a aposta e recorram a um profissional capaz de fazer muito com pouco na competição nacional.

Isso se tiverem ambição.

  • TIO LEI - I
    27/03/2021 18:44

    Caro Ari. Como finalmente tiveram coragem em "mexer" com os contratos assinados com os técnicos de futebol, onde um clube deverá "pensar" umas três vezes antes de contratar por contratar, porque também não mexer nos contratos dos jogadores? Poderiam fazer também com que jogador e clube cumprissem "o contrato assinado" até o final ao menos do campeonato onde esse jogador já disputou um mínimo de 3 partidas, em caso de o jogador "receber sondagens" de outro clube ...

  • TIO LEI - II
    27/03/2021 18:43

    ... o valor de sua rescisão seria o mesmo valor estipulado para times do exterior, assim acabaria com essa "farra" de os times com maior poder aquisitivo desestabilizarem um time em meio a uma competição. Hoje o time "se acerta" e um jogador plenamente "encaixado" no esquema de um time, repentinamente "acerta sua transferência" deixando apenas "um aceno". Se assinou contrato, deveria ao menos terminar a competição na qual ele já fez "sua aparição". Esse é MEU ponto de vista.

  • TIO LEI - I
    26/03/2021 19:35

    Caro Ari. Tão logo me deparei com essa notícia, pensei em escrever aqui no blog, porem a lógica fez com que eu aguardasse, pois claro estaria que você não perderia a oportunidade de abordar esse tema. Comungamos das mesmas idéias e pensamentos. Nós PONTE PRETANOS, estamos de "cabelos em pé" (claro, os que ainda os tem) e infelizmente o corintiano Tião do PT nada irá mudar no momento, se não, ele estaria admitindo o grande erro em colocar nas mãos de um novato ...

  • TIO LEI - II
    26/03/2021 19:34

    ... a responsabilidade em se formar uma equipe. Trocar o treinador agora, seria uma maneira clara em se queimar o moço, tirando dele "a confiança" até então depositada, porém, mantê-lo à frente dos trabalhos, estará colocando em risco todas as esperanças de uma torcida inflamada e apaixonada. Ao meu ver, só há uma saída, e neste ponto, a nação PONTE PRETANA estará se assemelhando aos asnopetistas, ou seja, torcer contra o próprio patrimônio. A unica maneira seria: ...

  • TIO LEI - III
    26/03/2021 19:34

    ... que a NOSSA PONTE PRETA apenas "lutasse ferrenhamente" contra as últimas posições na classificação geral do Paulistão, automaticamente não participando da segunda fase; que fosse eliminada logo na primeira partida do troféu do interior (se houver) e se classificasse às "duras penas" (ôpa, olha ela aí) para a fase seguinte da Copa do Brasil. Sendo assim, o Tião estaria com a "faca e o queijo" nas mãos para consertar parte das besteiras que ele vem fazendo.

  • TIO LEI - IV
    26/03/2021 19:33

    ... Isso acontecendo, a grana da Copa do Brasil poderia ser investida na contratação de uns 3 JOGADORES QUALIFICADOS, e que se trouxesse um TREINADOR DE VERDADE, daqueles "cascudos", tipo PINTADO, retornando o F. Moreno como auxiliar.

  • ANTONIO CARLOS
    26/03/2021 19:32

    Caro Ari - Enquanto o Dr Carnielli não voltar a comandar a Ponte Preta, não teremos um bom tecnico e muito menos jogadores de peso. Está muito claro que se optarem pela manutenção do Fabio Moreno, o objetivo é NÃO SUBIR. Dá tempo de trazer o Pintado, por exemplo.

  • ANTONIO CARLOS
    26/03/2021 19:32

    O elenco da Ponte é limitadíssimo - Nomes como Luizão, Ruan Renato, Dawan (marcha a ré), Moisés, etc, e os próprios garotos da base, NUNCA farão a diferença na série B, que desta vez será leonina com grandes agremiações na disputa.

24
MAR
Velho 'bobinho' ainda faz parte dos treinos do Guarani

Inesperadamente apareceu na tela do meu face um vídeo da TV Guarani, com tomadas de treino dos profissionais.

Há 20 anos não piso nos estádios Moisés Lucarelli e Brinco de Ouro, e há mais de 30 não assisto um treino sequer.

O que se ouve, nos últimos anos, é modernidade de conceitos de treinamentos, que os chamados coletivos estão fora de moda, e por aí vai.

E não é que um dos flagrantes do treino - provavelmente em aquecimento da boleirada - foi através do velho e imortal 'bobinho'.

Que baita roda 'farsa' pra bobinho, com muita proximidade de um atleta para o outro, o que facilita o toque de bola.

Bobinho quente é de roda com limite de cinco atletas e passes nunca inferior a três metros, com um toque na bola cada um.

'Bobinho' serve até de aprimoramento do passe e tem validade.

Esse 'me engana que eu gosto', mostrado no treino, tá por fora.

INTERVALO

Desde o início da década de 60, quando comecei a frequentar os estádios de Campinas, 'bobinho' era uma prática obrigatória nos intervalos de jogos, e desde àquela época quem alongava o passe fora da circunferência imaginária ia pro meio da roda.

Na várzea, o 'bobinho' era frequente no aquecimento de atletas para os jogos, e repetido pelos reservas durante o intervalo.

CAMPO REDUZIDO

No bojo da modernidade introduzida pela treinadorzada da nova geração vê-se treinos no formato campo reduzido, e isso foi colocado em prática à boleirada bugrina.

A finalidade é ótima, pois visa reflexo rápido para o atleta definir a jogada, quer seja através do passe, quer seja o drible.

Todavia, o que se viu no treino dos bugrinos é que nem todos atletas estavam devidamente concentrados à tarefa, e aqueles mesmos erros de jogos foram repetidos.

Pior é que ainda tem boleiro que incorpora o imortalizado bordão do saudoso meia Didi, de que treino é treino; jogo é jogo.

Por isso que em um lance, bem perto daquela travinha de um metro - e sem goleiro -, teve boleiro que, por displicência, perdeu o gol, o que mostra vício de desconcentração no exercício, o que por vezes se repete no jogo.

  • João da Teixeira 1
    27/03/2021 10:07

    Ari, tudo de "trás pra frente", dá-se a risada, depois conta-se a piada kkk. É o Retrô ontem, pondo os jogadores figurões do Cúrinthians na roda. Folha de salário do Retrô 70 vezes menor que do Timão, que está quebrado e a nau sem rumo há muito tempo, pelo menos financeiramente. E a Arena Ki-Micão, mais uma do "barbudo sem dedo", que deu um presente de grego aos cúrinthianos de tanga ou já na tanga. Pior o povo brasileiro em geral que está pagando essa. Qdo das construções...

  • João da Teixeira 2
    27/03/2021 10:04

    ...e qdo das construções das Arenas para a Copa de 2014, o "barbudo e o fenômeno" vendendo o "peixe", dizendo que muitos querem hospitais, mas que não entendiam o porquê disso, que a Copa traria mais dinheiro, só esqueceram de dizer que eram para eles. E hoje vem aqui uns pares me dizer que o Mito é o culpado de tudo. Num país comunista, que tanto defendem, já estariam no "paredón" hoje. O castigo veio a cavalo de corrida. Matéria gravada fazendo lobby para as Arenas, os...

  • João da Teixeira 3
    27/03/2021 10:02

    ... Matéria gravada fazendo lobby para A construção das Arenas, os dois imbecís com cara de tacho, tem a cara de pau de ainda argumentar sobre essas infelizes ideias. Como disse, "paredón" para os dois... E o presidente Bolsonaro e o ministro Tarcísio são os que estão errados. Povo de memória curta, caso contrário, era paredón! Sabe qto isso custou para nós, seu ARIOVALDO, o outro Ariovaldo, o outro...

  • João da Teixeira
    26/03/2021 23:02

    ... enquanto o time de "1978, o ano que não terminou", faz tempo que, hein? É uma alusão ao livro de Zuenir Ventura, "1968, o ano que não terminou", que fala sobre os anos de chumbo, mas só na cabeça dos socialistas e comunistas vagabundos da época, que foram realmente os anos de chumbo, ferro e fogo. Para os responsáveis, trabalhadores e estudantes afim de se formar em uma profissão digna e honesta, foram os anos do "milagre brasileiro". Então gente, ditadura, o carai!...

  • João da Teixeira
    26/03/2021 23:02

    ...com a ponte negra estilizada que deu a origem ao nome. Quem sabe isso colocaria o escudo do time mais velho brasileiro em atividade contínua no rol dos melhores escudos, em referência a escudos históricos. Mas voltando ao futebol da Copa do Brasil, hoje o Cúringão joga contra um ilustre desconhecido time de Pernambuco, o Retrô que eliminou o Brusque-SC na 1°rodada. Até o tal Retrô está na Copa do Brasil, enquanto o time de "1978, o ano que não terminou", faz tempo que, hein?

  • João da Teixeira
    26/03/2021 19:36

    Foi comentado que o escudo da Chapecoense entrou na parada dos melhores devido a alteração feita, onde colocaram uma estrela no lugar de um dos parafusos de fenda que, na arte, prende as letras ACF no escudo. Vcs acham que isso é motivo para estar entre os melhores escudos? Éee, o acidente mexeu com os corações de todo mundo, inclusive do pessoal da revista 442. Não alteraria o escudo secular da Ponte, mas criaria um escudo com a ponte negra estilizada que deu a origem ao nome.

  • João da Teixeira
    26/03/2021 01:05

    A Revista inglesa "FourFourTwo" publicou nesta quinta-feira uma lista com os "100 melhores escudos de clubes de futebol de todos os tempos". A relação traz dezenas de gigantes europeus, mas também inclui times sul-americanos, sendo quatro brasileiros: Chapecoense, Fluminense, Palmeiras e Vasco. Não sei em o critério adotado, mas deve ter alguma referência. Reconheço que o da Ponte Preta, assim como o do Santos e outros do tipo, devem ser copiados de escudos de times ingleses

  • João da Teixeira 2
    26/03/2021 01:04

    Achei alguns escudos da relação, cafonas, outros com aparência histórica, como o do Vasco, outros com algo que são únicos, como a Torre Eiffel, o Crystal Palace, a Catedral de Colônia etc. Outro é o Ajax que foi criado em inspiração ao guerreiro grego que possuía esse nome. Ele foi um dos mais poderosos guerreiro depois de Aquiles. Outro é o Atalanta, nome do clube foi inspirado numa personagem da mitologia grega, chamada Atalanta, uma caçadora que fez acordo com um rei de...

  • João da Teixeira 3
    26/03/2021 01:04

    Atalanta era uma caçadora que fez um acordo com um rei de só se casar com quem conseguisse vencê-la em uma corrida. Como era muito veloz, ela demorou muito a ser derrotada, o que só aconteceria por meio de uma estratégia. Esse enredo foi o que motivou os fundadores do Atalanta a escolherem o nome do clube. Achei interessante conhecer a criação do nome é do escudo de alguns times. Negócio é falar de algo e me guardando para quando o futebol chegar, como na música de Chico...

  • João da Teixeira 1
    25/03/2021 11:56

    E não é que o S.Bento fez eu queimar a língua? Lógico que teve a ajuda pela expulsão correta do goleiro Wewerton do Verdão, que mesmo com um homem a menos, foi melhor em campo. O S.Bento, assim como o bugre por duas vezes, tiveram seus trabalhos facilitados com expulsões de jogadores adversários. Mas mesmo assim teve mérito ou sorte de sair na frente, tomar um gol em seguida de penalti e depois segurar o resultado a duras penas. Opa, penas, me fez lembrar do treinamento ...

  • João da Teixeira 2
    25/03/2021 11:56

    Opa, penas, me fez lembrar do treinamento bugrino do vídeo que o Ari viu! Uma coisa puxa a outra, bobinho, o Bentinho mostrou que não tem mais time bobo no futebol brasileiro, frustrando as torcidas de times considerados favoritos e fazendo muita gente queimar a língua, igual o cafezinho quente passado na hora. Qto a continuidade do futebol paulista, até dia 30 p.f. resolveram acatar o "calcinha apertada". O próximo passo do vírus é começar a matar de fome como sequela sequela.

  • João da Teixeira
    25/03/2021 11:55

    Com as deficiências de intimidade com a bola, aliada as táticas defensivas do tipo do "Moleque Travesso", os treinamentos poderiam visar o atacante x goleiro, saber encarar o goleiro com visão periférica, saber chutar onde o goleiro não está, enfim fazer gols. Hoje nota-se que o atacante tem medo de encarar o goleiro após eventualmente ter se desvencilhar do marcador. Outros treinamentos seriam de cobranças de faltas, de visão do chute ao gol e concentração e foco na jogada.

Confiram as Postagens Anteriores:

1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14 
 

Jornalista esportivo há 40 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.

Fale comigo